Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo SP

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Juíza 'permitiu' nova morte, diz advogado da família de Glauco

Defensor de viúva de cartunista morto por Cadu em SP criticou juíza de GO.
Ela soltou Cadu, que estava em manicômio, e ele cometeu latrocínio.
Carlos Eduardo Sundfeld Nunes foi preso suspeito
de latrocínio em Goiânia, Goiás
(Foto: Divulgação/PM) O advogado Alexandre Khuri Miguel, que representa a família do cartunista Glauco, afirma que o assassino do artista e do filho dele jamais poderia ter deixado a internação do manicômio judiciário. Na segunda-feira (1º), o acusado de matar Glauco Vilas Boas e Raoni Ornelas durantes surto psicótico em março de 2010 em Osasco, na Grande São Paulo, voltou a ser preso, agora em Goiânia. Dessa vez, ele é suspeito de roubar e matar um motorista e de uma tentativa de latrocínio na capital de Goiás. Considerado inimputável (ou seja, que, em tese, não responde por seus atos e por isso não pode ficar numa prisão comum) Cadu ficou três anos internado em clínicas psiquiátricas pelas mortes de Glauco e Raoni, mas foi solto há um ano por decisão da Justiça de Go…

Lança-perfume 'turbinado' é vendido em bailes funk de rua em São Paulo

Droga, que pode até matar, é nova moda nos chamados pancadões.
Os traficantes colocam até soda cáustica no lança-perfume.
 O Jornal Hoje exibe uma série de reportagens que denuncia a venda de lança-perfume 'turbinado' e mais perigoso para crianças e jovens. A droga, que pode matar, é mais nova onda nos bailes funk que acontecem em algumas regiões de São Paulo, os chamados pancadões. Os traficantes colocam até soda cáustica no lança-perfume. A droga é consumida à vontade no meio da rua. Durante dois meses, a Câmera JH visitou os pancadões da capital paulista. Assista a reportagem completa no vídeo acima.  A segunda reportagem da série especial mostra como os traficantes turbinam o lança-perfume. Sem fiscalização, os jovens usam a droga à vontade nos bailes funk, em São Paulo. A droga é uma mistura de essência com cloreto de etila, uma substância química encontrada em solventes. A venda do composto é controlada no Brasil e apenas a indústria química pode comprar. Para turbinar o …

Policial militar morre após ser baleado em frente de casa em Osasco

Latrocínio ocorreu por volta das 21h, na Vila Iolanda.
Assaltante fugiu de moto do local; ninguém foi preso.
Um policial militar morreu após ser baleado em uma tentativa de assalto na porta da casa dele na noite desta segunda-feira (1º), em Osasco, na Grande São Paulo, de acordo com informações da Polícia Militar. O latrocínio, que é o roubo seguido de morte, ocorreu por volta das 21h na Rua Padre Paulo Xerdel, na Vila Iolanda. Após ser abordado na frente de sua residência, o policial reagiu e entrou em luta corporal com o assaltante. Em seguida, ele foi baleado no tórax. O socorro foi acionado e o PM foi encaminhado ao Pronto Socorro Santo Antônio, onde morreu. O suspeito fugiu de motocicleta do local. Ninguém foi preso. A ocorrência foi registrada no 8º distrito policial de Osasco. Do G1 São Paulo

'Ela não se lembra de nada', diz irmão de mulher agredida por cotovelada

Família está otimista quanto à recuperação da vítima que segue internada.
Mulher teve traumatismo craniano após golpe em São Roque (SP).
Vítima segue internada em Sorocaba
(Foto: Reprodução/TV TEM) Os parentes de Fernanda Regina Cézar Santiago, agredida por uma forte cotovelada na madrugada do dia 16 de agosto, em São Roque (SP), estão otimistas quanto à recuperação da jovem, que segue internada no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (SP). Em entrevista ao G1, o irmão da vítima, Eduardo Cézar, afirmou nesta segunda-feira (1º) que Fernanda acordou algumas vezes e disse para a família que não se lembra do que aconteceu. "Ela acordou, mas não nos disse o que aconteceu naquele dia. Ela não se lembra de nada e também não estamos forçando já que a recuperação dela é o que importa agora". Eduardo Cézar contou que o filho da irmã ainda não sabe das lesões da mãe. "Preferimos poupar o meu sobrinho de tudo isso", explica. Apesar disso, a família está esperançosa. “Estamos confiante…

Escrivão é investigado por suspeita de agredir PM em São Paulo

Policial militar levou soco no rosto e teve de ser levada a hospital.
Agressão ocorreu após acidente de trânsito no Ipiranga, na Zona Sul.
A Corregedoria Geral da Polícia Civil investiga um escrivão suspeito de dirigir embriagado e de agredir uma policial militar durante uma abordagem. A briga aconteceu após um acidente de trânsito na madrugada de sexta-feira (29) no Ipiranga, Zona Sul de São Paulo. Segundo as investigações, Fábio Romano, escrivão do 95º Distrito Policial, em Heliópolis, Zona Sul, bateu o carro que dirigia, um Citroën Xsara, em um Corsa na Rua 1822. A dona do veículo atingido acionou a Polícia Militar, que foi até a região do acidente. Romano e o irmão dele, que também estava no Xsara, fugiram. Após breve perseguição, os policiais militares conseguiram fazer com que o veículo parasse. O policial civil e o irmão, que aparentavam estar embriagados, reagiram à abordagem e agrediram a com um soco a policial militar Marina Nishiyama de Andrade. Depois da chegada de apoio, a…

MP apura se policial colaborava com Abdelmassih e rede de informantes

Interceptação telefônica gravou ex-médico dizendo apelido de agente de SP.
Secretaria da Segurança Pública determinou investigação sobre o caso.Roger Abdelmassih era procurado no programa de
recompensas (Foto: Reprodução / Web Denúncia) O Ministério Público (MP) investiga se um policial de São Paulo colaborava com Roger Abdelmassih e sua rede de informantes para que o ex-médico, condenado a 278 anos de prisão por estupros e foragido da Justiça brasileira, continuasse escondido no Paraguai. Procurada pela equipe de reportagem, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que também irá investigar o caso.

Os promotores têm interceptações telefônicas que flagram Abdelmassih dizendo a um parente o apelido desse policial. Em uma delas, o ex-médico diz que o agente é "amigo" de um dos seus colaboradores financeiros, e ainda "trabalharia junto à Secretaria da Segurança Pública", na capital paulista. Não há confirmação, no entanto, se o funcionário público pertence à Polí…

Carro com 730 tabletes de maconha bate e três são presos na Grande SP

Caso aconteceu em Itapecerica da Serra, na rodovia Régis Bittencourt.
Dois homens e um adolescente foram levados para a delegacia da cidade.
Dois homens e um adolescente foram detidos após serem pegos com 730 tabletes de maconha, o que equivale ao peso de 720 a 750 quilos. O carro em que um deles estava bateu na Rodovia Régis Bittencourt, na altura de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, nesta quinta-feira (28). Os outros dois, que seguiam em um carro à frente, voltaram, resgataram o companheiro e pegaram uma parte da droga. A Polícia Rodoviária foi acionada por motoristas que achavam que a carga estava sendo roubada. Policiais então perseguiram o carro da frente e encontraram os três. Os suspeitos e a droga foram levados para a delegacia de Itapecerica da Serra. Do G1 São Paulo

Tribunal Militar dá liberdade a PMs suspeitos de matar pichadores

Quatro policiais estão presos desde 6 de agosto no Romão Gomes.
PMs alegam que pichadores estavam armados.
Interrogatório dos PMs presos suspeitos de
executarem pichadores em um prédio
na Mooca. (Foto: Reprodução) O Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo decidiu nesta quinta-feira (2) expedir alvarás de soltura para os policiais militares André de Figueiredo Pereira, Danilo Keity Matsuoka, Amilcezar Silva e Adilson Perez Segalla, investigados pela morte de dois pichadores em um prédio na Mooca, na Zona Leste de São Paulo, em 31 de julho.

Os PMs foram detidos administrativamente em 6 de agosto, foram presos temporariamente no dia seguinte por determinação da Justiça Militar. Eles se encontravam no Presídio Romão Gomes, na Zona Norte da capital. Segundo a PM, eles devem ser notificados e imediatamente liberados para voltar ao batalhão de origem, onde prestarão serviços administrativos.

Os quatro policiais militares declararam durante interrogatório ter atirado oito vezes contra a …

Aécio Neves diz que governar o Brasil não é para 'principiantes'

Candidato do PSDB participou de ato de campanha na capital paulista.
Para ele, Brasil precisa 'de gente experiente', não de 'novas experiências'.
Aécio toma café com aliados e operários em obra
em São Paulo (Foto: Glauco Araújo/G1 SP) O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse nesta quinta-feira (28) em São Paulo que governar o Brasil "não é para principiantes". Ele disse ainda que o país não precisa de "novas experiências", mas sim de governantes experientes. Nesta quarta (27), ele já havia feito comentário parecido ao falar sobre o desempenho de Marina Silva (PSB) nas pesquisas. A candidata, que entrou na disputa após a morte de Eduardo Campos, aparece à frente do tucano na última pesquisa Ibope*. Na ocasião, Aécio disse que o Brasil não é para "amadores". As declarações de Aécio foram feitas logo no início da manhã desta quinta, quando o candidato fez campanha na porta de uma obra de um condomínio em São Paulo. Depo…