Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo RJ

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Criminosos roubam van escolar com duas crianças em Niterói, RJ

Os dois meninos, de 2 anos, foram localizados pela PM por volta das 8h. Segundo informações do 12°BPM (Niterói), testemunhas viram quando os criminosos fugiram com a van. Criminosos roubaram uma van, na manhã desta sexta-feira (11), com duas crianças no interior do veículo no Barreto, em Niterói (RJ). Segundo informações do 12º BPM (Niterói), sete criminosos levaram o veículo e fugiram em direção a São Gonçalo, na Região Metropolitana. Pouco antes das 8h, policiais recuperaram a van e resgataram as duas crianças no bairro do Pita, em São Gonçalo. De acordo com o Twitter da Polícia Militar, as crianças não têm ferimentos. Segundo o motorista do veículo, seis crianças estavam na van, mas ele conseguiu retirar quatro delas quando os criminosos anunciaram o assalto. Por volta das 7h30, a polícia estava com um blindado na comunidade do Pita, e agentes faziam buscas pelos menores. Segundo informações do batalhão, testemunhas viram quando os criminosos fugiram com o veículo. “Eles estavam vind…

PM fingiu ser traficante responsável por morte de Amarildo, diz laudo

Laudo de voz do Instituto de Criminalística Carlos Éboli confirmou inquérito.
Marlon Campos Reis e outro soldado tentaram incriminar traficantes.

O Ministério Público do Rio de Janeiro informou, nesta segunda-feira (1) que os laudos de voz do caso do desaparecimento do pedreiro Amarildo de Souza, em julho de 2014, indicam que o soldado Marlon Campos Reis de fato se fez passar por um criminoso, na tentativa de responsabilizar traficantes pela morte de Amarildo, torturado por policiais da UPP da Rocinha, na Zona Sul do Rio.
Segundo parecer do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), é do soldado Marlon Campos Reis a voz do homem que ligou para outro policial fingindo ser o traficante Thiago da Silva Neris, conhecido como Catatau (na intenção de atribuir ao tráfico de drogas a resposabilidade pelo “sumiço” de Amarildo). Na ligação, Marlon faz supostas ameaças e diz que já “botou o Boi (apelido de Amarildo) na sua conta”.

Marlon sabia que sua ligação estava sendo monitorada, por ordem…

Polícia procura PM acusado de matar o próprio pai na Baixada Fluminense

Soldado Marco Aurélio da Silva Henrique é considerado foragido.
Mandado de prisão foi expedido pelo Tribunal do Júri de Magé.
A Polícia Civil procura um PM acusado de matar o próprio pai dentro de casa em Piabetá, distrito de Magé, na Baixada Fluminense, no dia 24 de agosto. O soldado Marco Aurélio da Silva Henrique, que prestava serviços na UPP Arará-Mandela, é considerado foragido. Segundo a polícia, ele matou o pai Manuel Henrique Filho, de 54 anos. O corpo de Manuel foi encontrado no dia seguinte do crime, a seis quilômetros da casa onde eles moravam. De acordo com o delegado que cuida do caso, o mandado de prisão contra o PM foi expedido pelo Tribunal do Júri de Magé. Do G1 Rio

Candidatos relatam vazamentos de fotos em concurso da PM no RJ

Eles reclamam da organização e de conteúdos não mencionados no edital.
PM diz que responsabilidade é de empresa contratada, que pode ser multada.
Usuários denunciaram vazamento de fotos da prova
em rede social (Foto: Reprodução/ Facebook) Candidatos a vagas na Polícia Militar reclamam de irregularidades no concurso da corporação, realizado neste domingo (31). A principal queixa é de que conteúdos não indicados no edital foram cobrados nas provas de história e informática do exame. Usuários ainda denunciaram que concorrentes postaram fotos do cartão resposta durante a prova nas redes sociais. A Polícia Militar confirmou que dois candidatos foram expulsos do concurso no domingo por terem entrado com celular escondido e publicado imagens da prova nas redes sociais. Segundo a corporação, o exame é organizado pela empresa Exatus, contratada após licitação. A PM afirma que se forem comprovadas falhas, a companhia responsável será multada, de acordo com a Lei das Licitações. O concurso para sol…

Exército vai apurar prisão de um de seus soldados por PMs de UPP

Wendel Freitas, de 18 anos, foi levado para a delegacia algemado por PMs.
Vídeo na internet mostra a ação da polícia na abordagem.
Vídeo foi alvo de debates em redes sociais (Foto: Reprodução/Facebook) O Centro de Instrução Paraquedista do Exército abriu uma sindicância, nesta segunda-feira (1º), para apurar os fatos que envolveram a acusação de desacato entre o Soldado Wendel Furtado de Freitas e uma guarnição da 1ª UPP/19º BPM na última quarta-feira (27) no Morro do Chapéu Magueira, bairro do Leme, Zona Sul do Rio. Um vídeo, que circula na internet, mostra uma abordagem policial feita ao soldado Wendel Freitas, de 18 anos. As imagens do arquivo mostram os policiais algemando o jovem e encaminhando para a 12ª DP (Copacabana). O vídeo foi compartilhado em várias redes sociais e usuários fizeram na última semana críticas a atuação dos PMs, principalmente por uso de força desproporcional no procedimento.

A comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Chapéu Mangueira/Babilônia, tenen…

PM fingiu ser traficante responsável por morte de Amarildo, diz laudo

Laudo de voz do Instituto de Criminalística Carlos Éboli confirmou inquérito.
Marlon Campos Reis e outro soldado tentaram incriminar traficantes.
PMs foram indiciados pelo desaparecimento do pedreiro Amarildo (Foto: Reprodução Globo News) O Ministério Público do Rio de Janeiro informou, nesta segunda-feira (1) que os laudos de voz do caso do desaparecimento do pedreiro Amarildo de Souza, em julho de 2014, indicam que o soldado Marlon Campos Reis de fato se fez passar por um criminoso, na tentativa de responsabilizar traficantes pela morte de Amarildo, torturado por policiais da UPP da Rocinha, na Zona Sul do Rio.
Segundo parecer do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), é do soldado Marlon Campos Reis a voz do homem que ligou para outro policial fingindo ser o traficante Thiago da Silva Neris, conhecido como Catatau (na intenção de atribuir ao tráfico de drogas a resposabilidade pelo “sumiço” de Amarildo). Na ligação, Marlon faz supostas ameaças e diz que já “botou o Boi (apelid…

Marina afirma que 'engano' motivou alteração no programa de governo

Um dia após divulgação, campanha retirou menção ao casamento gay.
Presidenciável participou neste sábado de caminhada na Rocinha, no Rio. Marina Silva (PSB) fez campanha na Rocinha, Zona Sul do Rio (Foto: Mariucha Machado/G1)
A candidata à Presidência da República Marina Silva (PSB) afirmou neste sábado (30), durante caminhada na Rocinha, Zona Sul do Rio, que a eliminação de um trecho de seu programa de governo que defendia o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a criminalização da homofobia foi motivada por "um engano". Neste sábado, a coordenação da campanha divulgou nota que informou sobre alterações no trecho referente aos direitos da comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transsexuais) divulgado na véspera. A defesa de propostas que legalizam o casamento igualitário e a equiparação da discriminação contra homossexuais aos crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor foram substituídos pela seguinte redação: "Garantir os direitos oriundos da …

Traficante oferece R$ 200 mil a PM ao ser preso na Providência, Rio

Aldinei Marcos da Costa Júnior, o Audi, era um dos chefes do tráfico. 
Criminoso é suspeito de ordenar ataques à UPP na região.
Foi preso nesta quarta-feira (27) um dos chefes do tráfico do Morro da Providência, Centro da cidade. Como mostrou o Bom Dia Rio nesta quinta-feira (28), Aldinei Marcos da Costa Júnior, conhecido como Audi, ainda tentou subornar os PMs, oferecendo R$ 200 mil para ser liberado no caminho da delegacia. Segundo a polícia, o homem é suspeito de ordenar ataques a base da UPP da região. A prisão foi feita em um dos acessos da comunidade, durante um patrulhamento de rotina. De acordo com os agentes, Aldinei foi parado em uma blitz por agentes da UPP e entregou uma habilitação falsa, mas foi reconhecido. O Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil por informações sobre o criminoso, que chegou a ser preso duas vezes, em 2006 e 2008. Ainda segundo as investigações, Audi era responsável por comprar e distribuir armas para os criminosos do Morro da Providência. …

Vídeo mostra babá batendo e humilhando irmãos no RJ

Mulher sacode a cabeça e dá tapas; imagens foram publicadas no 'Extra'.
Criança chora e chama pela mãe enquanto sofre os maus tratos.
Um vídeo divulgado pelo jornal "Extra" nesta quinta-feira (28) mostra uma babá batendo e humilhando dois irmãos em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Nas imagens, a criança chora e chama pela mãe o tempo todo, enquanto a babá sacode a cabeça da menina, dá tapas no rosto da criança e a puxa pelos braços. A mulher também cuidava do irmão de 3 anos da menina. Ela tira a blusa do garoto, esfrega no chão e, em seguida, passa no rosto da criança. O menino começa a chorar. A mãe da criança procurou a polícia nesta quarta (27) e o delegado marcou para esta quinta (28) um depoimento da mãe. A babá ficou um ano e meio tomando conta da bebê. Do G1 Rio

Justiça ouve testemunhas de defesa de PMs suspeitos de flagrante forjado

Policiais e testemunhas de acusação foram ouvidos em outras sessões.
PMs respondem por constrangimento ilegal; caso foi em 2013.
Major Pinto também aparece em um vídeo
recebendo voz de prisão de uma advogada
(Foto: Reprodução/Youtube) A Justiça Militar realiza nesta quinta-feira (28), a partir das 15h30, uma audiência de instrução das testemunhas de defesa no processo que apura a denúncia contra dois policiais militares que teriam forjado um flagrante contra um jovem em uma manifestação no Centro do Rio, em 2013. O major Fábio Pinto Gonçalves e o 1º tenente Bruno César Andrade Ferreira respondem por constrangimento ilegal. Os dois já foram ouvidos em audiência anterior.

Na ocasião, os PMs foram afastados das ruas pela corporação depois de supostamente terem colocado um morteiro na mochila de um jovem, que foi detido. Imagens da abordagem foram publicadas pelo jornal "O Globo". Os policiais foram interrogados pela juíza Ana Paula Monte Barros no dia 30 de abril. Astestemunhas de ac…

Ex-PM acusado de matar o menino João Roberto passará por novo júri

Criança foi assassinada em 2008.
Policiais perseguiam bandidos na Tijuca quando ele foi baleado.
Menino João Roberto foi morto em julho de 2008
(Foto: Reprodução/TV Globo) O 2º Tribunal do Júri irá realizar nesta quinta-feira (28) novo julgamento do ex-cabo da Polícia Militar, William de Paula, acusado de matar, em 2008, o menino João Roberto Amorim Soares, e 3 anos, em 2008, informou o Ministério Público do Rio (MPRJ) nesta quarta-feira (26). O novo júri foi requerido pelo órgão, que recorreu da decisão que absolveu o ex-PM do crime de homicídio doloso, por quatro votos a três, em audiência realizada em 10 de dezembro de 2008. William de Paula foi condenado por lesão corporal contra a mãe e o irmão do menino a sete meses em regime aberto. A pena foi convertida para prestação de serviços comunitários por um ano. Na apelação, o MP questiona o fato de a decisão dos jurados contrariar a prova pericial, que apontou o erro dos policiais ao confundirem o veículo da mãe de João Roberto com o de …