Home / Ocorrências / Moto de PM desaparecida em SP é achada a cerca de 10 km do bar onde ela estava

Moto de PM desaparecida em SP é achada a cerca de 10 km do bar onde ela estava

A policial foi baleada por homens encapuzados depois de falar em voz alta, em um bar, que é da polícia, segundo boletim de ocorrência. Policiais fazem buscas em Paraisópolis.

A policial foi baleada por homens encapuzados depois de falar em voz alta, em um bar, que é da polícia, segundo boletim de ocorrência. Policiais fazem buscas em Paraisópolis.
Na quarta-feira (1), a PM, que está de férias, participou de um churrasco com amigos nem Paraisópolis e, por volta da meia-noite, acompanhou um grupo de moças que havia conhecido na comunidade para continuar a beber, de acordo com informações do boletim de ocorrência (B.O.).

Por volta das 3 horas, ao retornar do banheiro de um bar, ela teria escutado alguém reclamar do sumiço de um aparelho celular. Neste momento, “sacou a arma da cintura e colocou sobre a mesa, dizendo que ninguém sairia do local até que o celular aparecesse, se identificando como policial”.

Cerca de 40 minutos depois, de acordo com as amigas que estavam com Juliane no bar, quatro homens invadiram o local, sendo três encapuzados, portando armas de fogo. A integrante da corporação teria sido abordada e questionada se era a policial. Os encapuzados teriam atirado nela duas vezes. Em seguida, ela foi levada com os homens.
Juliane mora em São Bernardo do Campo com a mãe e a irmã, trabalha na Polícia Militar há dois anos, no turno da noite, e havia acabado de sair de férias. Seus colegas dizem que ela é disciplinada, dedicada e muito querida por todos.
Fonte G1

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*

*

code