Pular para o conteúdo principal

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

O que o deputado federal capitão Augusto esta fazendo.

Desde 2010 o deputado federal capitão Augusto vem trabalhando em prol dos policiais e Segurança Pública de modo geral.
Já se vão três anos de mandato e muito tem sido feito.
Os militares vem, aos poucos, tomando consciência da necessidade de representatividade política.
Política no meio militar foi, no passado, um tanto que descartada devido as condições e peculiaridades das épocas, nos dias de hoje é indispensável, a sociedade evolui as coisas mudam e representatividade política nunca foi tão importante quando nos dias atuais.

Não basta apenas eleger, é preciso participar, acompanhar o parlamentar, veja o que o deputado capitão Augusto esta fazendo:

CAPITÃO AUGUSTO - PR/SP
Jose Augusto Rosa
Nascimento: 4/10
Naturalidade: Ourinhos, SP
Profissões: Policial Militar
Escolaridade: Mestrado
Mandatos (na Câmara dos Deputados):
Deputado Federal, 2015-2019, SP, PR. Dt. Posse: 01/02/2015.
Votações em Plenário (Legislaturas): 55
Presença em Comissões (Legislaturas): 55
Presença em Plenário (Legislaturas): 55
Atividades Partidárias:
Atividade Partidária - Câmara dos Deputados Vice-Líder, PR, 25/3/2015-1/2/2017, 23/2/2017-23/3/2017; Vice-Líder, Bloco PR/PSD/PROS, 10/11/2015-26/4/2016; Vice-Líder, Governo, 4/8/2016-27/4/2017.
Atividades Parlamentares:
CÂMARA DOS DEPUTADOS - 55ª Legislatura
COMISSÃO PERMANENTE: Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC: Suplente, 3/3/2015 - 8/4/2015; Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado - CSPCCO: Titular, 3/3/2015 - 2/2/2016; 1º Vice-Presidente, 18/3/2015 - 2/5/2016; Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC: Titular, 8/4/2015 - 9/4/2015; Suplente, 9/4/2015 - 7/5/2015; Comissão de Direitos Humanos e Minorias - CDHM: Suplente, 23/4/2015 - 2/2/2016; Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC: Titular, 7/5/2015 - 2/2/2016; Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional - CREDN: Suplente, 17/6/2015 - 2/2/2016; Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC: Titular, 2/5/2016 - 13/12/2016; Comissão de Direitos Humanos e Minorias - CDHM: Suplente, 2/5/2016 - 2/2/2017; Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público - CTASP: Suplente, 2/5/2016 - 2/2/2017; Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional - CREDN: Titular, 2/5/2016 - 2/2/2017; Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado - CSPCCO: Titular, 3/5/2016 - 2/2/2017; Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC: Suplente, 13/12/2016 - 19/12/2016; Titular, 19/12/2016 - 2/2/2017; Comissão de Direitos Humanos e Minorias - CDHM: Suplente, 22/3/2017 - ; Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público - CTASP: Suplente, 22/3/2017 - ; Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado - CSPCCO: Titular, 22/3/2017 - ; Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC: Suplente, 22/3/2017 - ; Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado - CSPCCO: Presidente, 23/3/2017 - .
COMISSÃO ESPECIAL: PL 6298/16 - VAQUEJADA E CORRIDA DE JEGUE: Titular; CESP - CICLO DE POLÍCIA SISTEMA SEGURANÇA PÚBLICA: Titular; PEC 182/07 - REFORMA POLÍTICA: Suplente, 10/2/2015 - 12/8/2015; PL 4238/12 - PISO SALARIAL DE VIGILANTES: Titular, 18/3/2015 - ; LEI ORGÂNICA DE SEGURANÇA PÚBLICA: Titular, 24/3/2015 - 30/11/2016; REFORMA POLÍTICA INFRACONSTITUCIONAL: Suplente, 25/3/2015 - ; CONTAS PÚBLICAS E TRANSFERÊNCIAS CONSTITUCIONAIS: Titular, 30/3/2015 - ; PL 3722/12 - DESARMAMENTO: Suplente, 6/4/2015 - ; PEC 473/01 - ESCOLHA DE MINISTRO DO STF PELO CN: Suplente, 23/4/2015 - ; PEC 187/12 - ELEIÇÃO P/ ÓRGÃOS DIRETIVOS TRIBUNAIS: Suplente, 29/6/2015 - ; PEC 002/15 - EXECUÇÃO OBRIGATÓRIA EMENDA ORÇAMENTO: Titular, 2/9/2015 - ; PLP 137/15 - CRIAÇÃO DE MUNICÍPIOS: Titular, 8/9/2015 - ; PEC 080/15 - PROCURADORIAS DE ESTADOS E MUNICÍPIOS: Titular, 10/9/2015 - ; UNIFICAÇÃO DAS POLÍCIAS CIVIL E MILITAR: Titular, 13/10/2015 - ; PL 6493/09 - LEI ORGÂNICA DA POLÍCIA FEDERAL: Titular, 15/10/2015 - 18/11/2015; PL 8085/14 - ALTERAÇÃO DO CÓDIGO DE TRÂNSITO: Suplente, 28/10/2015 - 10/11/2015; Titular, 10/11/2015 - ; PEC 443/14 - ISENÇÃO PARA ASSOCIAÇÕES DE MILITARES: Titular, 12/11/2015 - ; PL 3636/15 - ACORDO DE LENIÊNCIA: Suplente, 24/11/2015 - ; Titular, 24/11/2015 - 24/11/2015; PL 2438/15 - ENFRENTAMENTO AO HOMICÍDIO DE JOVENS: Suplente, 25/11/2015 - ; PEC 443/14 - ISENÇÃO PARA ASSOCIAÇÕES DE MILITARES: Relator, 25/11/2015 - ; PL 8045/10 - CÓDIGO DE PROCESSO PENAL: Suplente, 25/2/2016 - ; PEC 044/15 - CARGA HORÁRIA DE POLICIAL E BOMBEIRO: Suplente, 11/5/2016 - 12/5/2016; Titular, 12/5/2016 - ; Presidente, 17/5/2016 - ; PL 4567/16 - PETROBRAS E EXPLORAÇÃO DO PRÉ-SAL: Titular, 7/7/2016 - ; PL 5865/16 - CARREIRAS DA POLÍCIA FEDERAL E OUTRAS: Titular, 24/8/2016 - ; PEC 233/16 - PAGAMENTO DÉBITO CONDENAÇÃO JUDICIAL: Titular, 17/10/2016 - 30/11/2016; PL 7197/02 - REVISÃO DAS MEDIDAS EDUCATIVAS DO ECA: Titular, 8/11/2016 - ; PL 7223/06 - REGIME PENITENCIÁRIO SEGURANÇA MAXIMA: Titular, 1/12/2016 - ; PEC 287/16 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA: Titular, 9/2/2017 - 15/2/2017; PEC 304/17 - RODEIOS E VAQUEJADAS: Titular, 14/2/2017 - 6/6/2017; PEC 287/16 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA: Suplente, 15/2/2017 - 8/3/2017, 9/3/2017 - 2/5/2017; LICITAÇÕES (LEI 8666/1993): Suplente, 29/3/2017 - ; CESP - SISTEMA PENITENCIÁRIO: Titular, 2/5/2017 - ; PEC 212/16 - REGIME ESPECIAL PAGAMENTO PRECATÓRIOS: Titular, 11/5/2017 - .
COMISSÃO EXTERNA: AGENTES DE SEGURANÇA PÚBLICA MORTOS EM SERVIÇO: Titular, 8/2/2017 - .
COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO: CPI - MAUS-TRATOS DE ANIMAIS: Titular, 6/8/2015 - 2/2/2016; CPI - FUNDOS DE PENSÃO: Titular, 9/9/2015 - 14/4/2016; CPI - LEI ROUANET: Titular, 12/9/2016 - 9/5/2017.
CONSELHO: CONSELHO DE ÉTICA E DECORO PARLAMENTAR: Suplente, 16/4/2015 - 10/4/2017; CENTRO DE ESTUDOS E DEBATES ESTRATÉGICOS: Suplente, 13/5/2015 - 20/12/2016.
GRUPO DE TRABALHO: GRUPO DE TRABALHO DO CÓDIGO PENAL MILITAR: Titular, 19/3/2015 - .

Da Redação.

Comentários

  1. BOA TARDE ,
    O QUE O NOBRE DEPUTADO ESTA FAZENDO OU FEZ OU EM ANDAMENTO, ALGO PELAS POLICIAS MILITARES DESSE BRASIL.
    E PELOS SEUS APOSENTADOS, POIS SOMOS ESQUECIDOS E SE ESTAMOS NA ATIVA SOMOS MASSACRADOS NAS NOSSAS AÇÕES.
    ENTÃO TORNO A QUESTIONAR.
    HA ALGUM PROJETO QUE TORNE ALGO EM BENEFICIO AOS PM.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Usar arma de uso restrito com porte ilegal agora é crime hediondo

Aprovada urgência para projeto que torna crime hediondo o porte ilegal de armas de uso restrito O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 332 votos a 7 e 2 abstenções, o regime de urgência para o Projeto de Lei 3376/15, do Senado, que torna crime hediondo a posse ou o porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das forças policiais e militares. Após a votação, a sessão ordinária foi encerrada. Projeto de Lei do Senado nº 230, de 2014, de autoria do Senador Marcelo Crivella, constante dos autógrafos em anexo, que “Altera a Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, para incluir o crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito no rol dos crimes hediondos”. A Lei 8.072/90 define como hediondos os crimes de homicídio praticado por grupo de extermínio; homicídio qualificado; latrocínio; genocídio; extorsão qualificada por morte; extorsão mediante sequestro; estupro; disseminação de epidemia que provoque morte; falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto …

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

Policiais e bombeiros militares não sabem a força que tem

Deputado Federal Capitão Augusto orienta os militares de São Paulo sobre a força política da classe
Por mais que façamos aqui pela Câmara dos Deputados, aprovando projetos dando mais direitos e garantias aos policiais e não deixando ser aprovado nenhum projeto que os prejudique, a grande reivindicação que recebo dos policiais refere-se a questão do aumento salarial.
Infelizmente Deputados não podem apresentar projetos que gerem despesas para o executivo, então está fora de nossa competência atender essa solicitação, o que nos resta é cobrar (e muito) do governador e fazer articulação para que ele conceda o tão esperado aumento salarial.
Hoje temos força política para eleger representantes para Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e para todos cargos nas eleições municipais. Está na hora de influenciarmos as eleições para Governador e Senador, um que reconheça nosso valor, ou ficaremos fadados a apenas reclamar nos bastidores.
Nós podemos muito mais que isso! Somos quase 150.000 po…

Câmara dos deputados aprova por unanimidade moção de repúdio apresentada pelo deputado federal capitão Augusto contra Secretário de Segurança Pública de São Paulo

Não podemos e não vamos mais nos calar diante de abusos e violações que constituem verdadeiros atentados à Polícia Militar e aos policiais militares. 
A determinação do Secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, de transferir para a Policia Civil um inquérito, que apurava a prática de eventual crime militar na região de São Jose do Rio Preto, é uma afronta inadmissível às atribuições constitucionais e legais da Polícia Militar e denota todos o seu desrespeito pelos policiais militares.
Se isso não bastasse, o Secretário também desrespeitou decisão unânime do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo que reconheceu a competência da Polícia Militar para apurar os fatos narrados.
Com sua atitude o Secretário Mágino parece acreditar que está acima da Constituição, das Leis e do Poder Judiciário, desrespeitando os mais basilares fundamentos do Estado Democrático de Direito.
Acabou Senhor Secretário! Não podemos e não vamos nos calar!
REQUERIMENTO Nº DE 20…