Pular para o conteúdo principal

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Em dois anos, Paraná investe R$ 112 milhões na Polícia Militar

O Governo do Paraná investiu, nos últimos dois anos, R$ 112 milhões na Polícia Militar do Estado. Os recursos foram utilizados para melhorar a estrutura da entidade, com aquisição de equipamentos e contratação de pessoal. Segundo o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, no mês em que a PM comemora 163 anos de história, é importante salientar os avanços obtidos nos últimos anos.
“É sempre importante ressaltar o trabalho de excelência realizado pelos nossos policiais militares no dia a dia do enfrentamento ao crime e no atendimento à população. O Governo do Paraná tem feito importantes investimentos visando trazer mais eficácia, qualidade e segurança no trabalho dos nossos policiais militares”, afirma Mesquita.
Os recursos aplicados pelo Governo permitiram melhorar as condições de trabalho dos agentes, com a aquisição de viaturas, coletes balísticos e armamentos. Mais do que substituir veículos antigos, as novas viaturas ampliaram a frota existente, possibilitando maior presença policial nas ruas, o que contribui para a prevenção e para inibir delitos, principalmente em locais e horários com maior incidência criminal. Para reforçar o patrulhamento, em 2014 também foram entregues cem módulos móveis e cem motocicletas.
“Esses investimentos tiveram pronta aplicação para a área operacional da PM e já contribuem para a redução de importantes índices criminais neste ano, se comparado ao mesmo período do ano passado”, acrescenta o secretário Mesquita.
MAIS HOMENS – Desde 2011, foram mais de 9,3 mil policiais militares contratados, entre soldados e cadetes. Eles fazem parte de um total de aproximadamente 11 mil contratações para as forças policiais do Paraná. Profissionais que passaram por cursos de formação (soldados), de carreira (cabos e sargentos) e de aperfeiçoamento, além de capacitações especializadas, como no caso do Batalhão de Operações Especiais (negociação em crises, operações especiais e controle de distúrbios civis). Para que isso fosse possível, foi instalado um novo centro de ensino para a corporação, além da Academia Policial Militar do Guatupê (São José dos Pinhais): a Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Especialização (Esfaep) da PM em Maringá.
Com mais policiais, foi possível ampliar a estrutura da PM em todo o Estado. Até agora, foram seis batalhões instalados desde 2011: União da Vitória, Telêmaco Borba, Umuarama, Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), Cidade Industrial de Curitiba e Colombo. Também foram inauguradas a Companhia Independente da PM em Loanda e em Cianorte; a 3ª Companhia do 21º BPM em Santo Antonio Sudoeste; a Companhia em Guaíra; o Pelotão da Lapa e o Posto de Polícia Militar Rodoviária do município de Floresta. A Corregedoria da PM também ganhou novas instalações.
PROJETOS – Para dar continuidade às ampliações, a Secretaria da Segurança Pública prevê uma série de melhorias nas estruturas físicas da PM. A parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) prevê investimento total da ordem de US$ 112 milhões, nos próximos cinco anos.
Com esses recursos, será possível construir a primeira escola de formação de profissionais do Corpo de Bombeiros do Paraná, em São José dos Pinhais, junto à Academia Policial Militar Guatupê. A autorização para licitação da obra já foi assinada pelo governador Beto Richa. Também inserida neste pacote de obras está a reforma da Academia do Guatupê, cuja ordem será assinada na próxima semana.
Entre as demais construções estão as da sede do Batalhão de Patrulha Escolar e Comunitária (BPEC) em Curitiba; da sede do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) em Marechal Cândido Rondon; da sede do 5º Comando Regional de Polícia Militar do Paraná (5º CRPM) em Cascavel; da sede do Batalhão de Operações Especiais (Bope) em São José dos Pinhais e da sede do 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros (9º GB) em Foz do Iguaçu. Junto com as novas sedes, o projeto engloba a reforma do 13º Batalhão da PM em Curitiba.
Outra área importante que recebeu atenção foi o Batalhão da PM de Operações Aéreas, que em seis anos desempenhou mais de 4 mil missões e transportou mais de mil vítimas. Com abrangência em todo o Estado, o serviço policial aéreo foi ampliado: das atuais seis aeronaves, três foram adquiridas a partir de 2011 (dois helicópteros e um avião).
Serviços importantes para a segurança pública também foram fortalecidos, como o Disque-denúncia 181 e o Departamento de Inteligência do Paraná (Diep).
E, para auxiliar o trabalho dos policiais nas ruas, o Paraná passou a contar com uma nova ferramenta: o Centro Integrado de Comando e Controle. Grandes eventos e atividades em pontos estratégicos, como ruas, estações, terminais e rotatórias, são acompanhados, em tempo real, por meio de imagens de mais de 2 mil câmeras que chegam até a sede da Segurança Pública. As câmeras possuem também sistema de leitura de placas de veículos.
Além de inibir ações delituosas e de auxiliar na apuração de crimes e infrações, as câmeras direcionadas para o Centro Integrado acompanham o desenrolar de eventos com grandes aglomerações de pessoas, como jogos esportivos e manifestações populares. O aparato tecnológico também permite o monitoramento dos indivíduos que receberam o benefício da tornozeleira eletrônica como parte do cumprimento da pena, concedido pelo Poder Judiciário.
FRONTEIRA – Na parte operacional, a região de fronteira, por conta de suas particularidades, recebeu investimentos específicos, na ordem de R$ 25,3 milhões, provenientes de convênio com o governo federal para aquisição de metralhadoras, munição, escudos balísticos, caminhões guincho, motocicletas e veículos.
BOMBEIROS – A ampliação de atendimento à população se repetiu nas estruturas do Corpo de Bombeiros: nos últimos dois anos, 14 cidades passaram a contar com quartéis da corporação, o que representa um importante avanço no planejamento estratégico de expansão dos trabalhos.
No Litoral do Estado foi montada uma Base Náutica de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros. Além disso, nos últimos dois anos foram investidos cerca de R$ 11 milhões em materiais operacionais, tais como equipamentos de proteção individual e desencarceradores hidráulicos.
Oitenta viaturas do tipo SUV foram adquiridas neste ano, no valor de aproximados R$ 7,7 milhões. Em 2016, 20 viaturas tipo camionete foram compradas para ações de busca e salvamento e 20 ambulâncias, que somam mais de R$ 4 milhões em recursos públicos.
Já em 2015, foram adquiridos 126 veículos leves, utilizados em atividades de busca e salvamento, vistorias e fiscalizações, no valor de R$ 10 milhões. Houve também a aquisição de 30 caminhões de combate a incêndios, com investimento de aproximadamente R$ 17 milhões.
AEN
Fonte: Radio Cultura Foz

Comentários

| Mais Acessados na Última Semana |

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

Para "comemorar aniversário", PCC planeja matar juiz, procurador, delegado e agentes

dia 31 de agosto, data em que a facção criminosa faz aniversário de 24 anos. O PCC (Primeiro Comando da Capital) planeja matar um juiz federal, um procurador da República, um delegado federal e pelo menos quatro agentes penitenciários de Porto Velho (RO) até o
A maior facção criminosa do país já matou três agentes penitenciários federais, entre setembro de 2016 e maio deste ano, de acordo com investigações da PF (Polícia Federal). Para executar os atentados, o PCC criou células de inteligência que, entre outras ações, monitoram a rotina dos agentes públicos escolhidos como alvos.
A informação sobre a possibilidade de novos assassinatos consta em ofício assinado pelo diretor do presídio federal de Porto Velho, Cristiano Tavares Torquato, a cujo conteúdo o UOL teve acesso com exclusividade. O documento foi encaminhado no último dia 17 de agosto ao superintendente regional da Polícia Federal de Rondônia, Araquém Alencar Tavares de Lima. A reportagem confirmou a veracidad…

Polícia Civil decide hoje se cruza os braços a partir de amanhã

Executivo local reforça que, neste ano, não tem dinheiro para pagar o reajuste salarial pleiteado pelos agentes.Policiais civis podem entrar em greve ou interromper serviços essenciais para a população a partir de amanhã. Em uma assembleia com indicativo de greve, marcada para as 14h de hoje, a categoria deve decidir o que fazer para pressionar o governo a conceder o reajuste salarial pleiteado desde o ano passado. Eles reivindicam a manutenção da paridade salarial com a Polícia Federal, que conseguiu reajuste de 37% parcelado em três anos.

Na semana passada, policiais civis se reuniram com o chefe da Casa Civil, secretário Sérgio Sampaio; a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos; o secretário interino de Fazenda, Wilson de Paula, além dos deputados distritais e agentes da Polícia Civil Wellington Luiz (PMDB) e Claudio Abrantes (sem partido) e o deputado federal Roney Nemer (PP-DF). O deputado distrital Wasny de Roure mandou representante.
Durante o encontro, o Exec…

Vaccarezza é preso em nova fase da Operação Lava Jato em São Paulo

Ex-deputado, que deixou o PT, foi líder dos governos Lula e Dilma. Segundo o MPF, ele recebeu a maior parte de um total de propina que soma US$ 500 mil. O ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados Cândido Vaccarezza, que deixou o PT, foi preso nesta sexta-feira (18) em São Paulo. Ele é alvo da Operação Abate, uma das duas novas fases da Operação Lava Jato deflagradas nesta manhã. A prisão é temporária, válida por cinco dias. Por volta das 9h, Vaccarezza estava em casa sob custódia da PF. Ele deve seguir para Curitiba ainda nesta sexta. O G1 tenta contato com a defesa do ex-deputado, com PT e com as empresas citadas. Principais pontos das investigações Ações apuram o favorecimento de empresas estrangeiras em contratos com Petrobras. Operação Abate investiga fraudes no fornecimento de asfalto para a Petrobras por uma empresa norte-americana, entre 2010 e 2013. Funcionários da Petrobras, o PT e, principalmente, Cândido Vaccarezza teriam recebido propinas que somam US$ 5…