Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


PolíciaBR apóia:

PF faz ação contra pornografia infantil na internet em 14 estados e no DF

Polícia cumpre 42 mandados de busca e apreensão.
No PA, empresa de consultoria em educação está sendo investigada.


A Polícia Federal realiza nesta terça-feira (19) uma operação contra  a pornografia infantil divulgada na internet. Coordenada pela Superintendência de Belém, a ação ocorre em 14 estados, além do Distrito Federal. Até o encerramento da operação, segundo a delegada Patrícia Bicalho, 11 pessoas foram presas. O material apreendido será examinado.
De acordo com PF, 230 agentes federais deverão cumprir 42 mandados de busca e apreensão de computadores nos estados do Pará, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, além do Distrito Federal.
As prisões foram realizadas em seis estados, sendo uma na Bahia, uma no Espírito Santo, duas em Minas Gerais, duas no Paraná, uma no Rio Grande do Sul e quatro em São Paulo.
Os suspeitos foram encontrados com material pornográfico de crianças e adolescentes. "Ainda não temos a comprovação de que eles produzam este material, então serão indiciados pelos crimes de armazenamento e troca de pornografia infantil, previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente", disse a delegada. Caso sejam condenados pelos dois crimes as penas podem variar de 4 a 10 anos de prisão.
Segundo a PF, 11 pessoas foram presas em 6 estados (Foto: reprodução / TV Liberal)Segundo a PF, 11 pessoas foram presas em 6
estados (Foto: Reprodução / TV Liberal)
Redes sociais
Ainda de acordo com a delegada Bicalho, a investigação começou em 2013, após o trabalho de monitoramento da polícia detectar compartilhamento das imagens pornográficas em redes sociais. "Eles todos utilizaram a mesma rede social para trocar arquivos. A operação começou no Pará, fizemos um trabalho sistemático de monitoramento", disse Bicalho, que não divulgou a rede social utilizada pelos pedófilos para não prejudicar as investigações.
Os policiais irão investigar nos endereços se houve acesso de usuários a programas de compartilhamento de fotos e vídeos de nudez de crianças e adolescentes e até de cenas de abuso sexual na internet.
Pará
Na capital paraense, 12 agentes federais foram deslocados para endereços no bairro do Umarizal, em Belém, e em Marituba, na região metropolitana de Belém.
De acordo com a Polícia Federal, uma empresa de consultoria em educação que presta serviços na elaboração de projetos na área para prefeituras do Pará e auxilia profissionais no segmento teve os computadores investigados na manhã desta terça, mas não foram encontrados materiais armazenados no local.
"Esta empresa é como um centro de treinamento que fornece internet wi-fi para os alunos. Temos registrada transmissão de pornografia por este IP (protocolo de internet), mas o material não foi encontrado nos computadores. Tudo leva a crer que um dos alunos teria utilizado as máquinas para esta finalidade, mas como não houve armazenamento a empresa foi isentada de responsabilidae". Disse a delegada Bicalho, que acredita poder chegar em quem compartilhou a imagem através da análise de dados. "Pela internet tudo pode ser rastreado", conclui.
Discos rígidos foram apreendidos na Zona Norte de Porto Alegre (Foto: Divulgação/PF)Discos rígidos foram apreendidos na Zona Norte
de Porto Alegre (Foto: Divulgação/PF)
Amazonas
Em Manaus os agentes da Polícia Federal apreenderam pen drives e HDs em uma casa situada no bairro Educandos, Zona Sul da capital. A PF informou que o mandado de busca e apreensão foi cumprido por volta das 6h, no Beco da Igreja. Ainda segundo a assessoria da Polícia Federal, o material apreendido foi encaminhado para perícia, que deve verificar a existência de vídeos e fotos contendo pornografia infantil.
Espírito Santo
No Espírito Santo, um homem de 22 anos foi preso em São Mateus, na região norte do estado. O jovem foi detido em casa com um computador e um pen drive contendo imagens de cenas de sexo explícito com crianças e fotos eróticas de menores de idade. Segundo o delegado da Polícia Federal, o homem não mostrou resistência durante a prisão e colaborou com os policiais indicando onde o material ilegal estava guardado.
Goiás
Um mandado de busca e apreensão foi cumprido em uma casa de Anápolis, a 55 km de Goiânia, durante uma operação nacional de combate à pornografia infantil na internet. Um notebook foi apreendido e o proprietário, cuja identidade não foi revelada, vai responder em liberdade pelo crime.
Minas Gerais
Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão no estado mineiro, sendo três na capital, dois em Governador Valadares, na Região dos Vales, e um em Guaxupé, no sul de Minas. Um homem de 43 anos foi preso em flagrante em GV. Segundo a PF, na casa dele foram econtrados um notebook, oito HDs de computador, um pendrive e vários DVDs. O suspeito pode pegar até quatro anos de prisão por pornografia infantil, e tem a opção de fiança, com valor não divulgado. Outro homem foi preso em Divinópolis. A identidade dos suspeitos não foi revelada pela polícia.
Paraná
No Paraná os mandados de prisão foram cumpridos em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, e em Santa Fé, no norte do estado. Um malote foi apreendido durante o cumprimento das prisões, mas a PF não soube especificar o conteúdo do material. Duas pessoas foram presas.

Rio Grande do Sul
Em Porto Alegre, um jovem de 19 anos foi preso na Zona Norte da cidade. A Polícia Federal apreendeu discos rígidos onde o suspeito guardaria imagens pornográficas de pedofilia.
São Paulo
Em Araçatuba, policiais cumpriram mandados de busca na casa de um professor de 37 anos que dá aulas na rede pública de ensino e já vinha sendo investigado pela Polícia Federal. No local, a polícia apreendeu computadores que podem conter imagens de pornografia de crianças e adolescentes. Ele foi levado para a delegacia, prestou depoimento, pagou fiança e vai responder ao inquérito em liberdade. Outras três pessoas foram presas na capital paulista.
Do G1 PA

Comentários

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.
Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta. Uma das paginas chegou a retirar as avaliações para evitar que as pessoas vissem que o banco esta com péssima qualidade.
Veja os vídeos
Fonte Folha Online

Com 1 milhão da Lei Rouanet, Santander Cultural promove exposição violando Santidade de Jesus e incentivando pedofilia.

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia. Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais. No link do site do Ministério da Cultura a seguir, você confere o processo de concessão do benefício fiscal da Lei Rouanet da grana que o Banco Santander usou para financiar a exposição, o que significa que a instituição financeira não recolheu impostos sobre esse valor: Veja aqui

Veja os vídeo sobre assunto:










Matéria atualizada em 13SET17 FOLHA DE SÃO PAULO Após protesto, mostra com temática LGBT em Porto Alegre é canc…

Tardia e justa promoção, 25 anos depois, PMs do que atuaram no Carandiru são promovidos por mérito.

Três réus pelo massacre trocaram de patente. Secretaria não explica critério. Vinte e cinco anos após o massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992, ao menos três policiais militares da ativa, réus pela chacina que resultou na morte de 111 detentos, tiveram suas últimas promoções por "merecimento".  Para trocar de patente — e consequentente ter um nível hierárquico mais alto e uma remuneração-base maior —, policiais militares podem ser promovidos por "merecimento" ou por "tempo de serviço". De acordo com o Diário Oficial do Estado de 15 de dezembro de 2016 — dois meses após serem anulados os quatro júris que condenaram 74 policiais pelo massacre —, Jair Aparecido Dias dos Santos foi promovido por merecimento de 1º sargento a subtenente. O policial é um dos 15 réus pela invasão do terceiro andar do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. Oito presos foram mortos no andar. Um ano e meio antes, em 2015, quando a condenação ainda não havia sido revogada …