Pular para o conteúdo principal

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

PEC102 se une a PEC51, e a outras PECs, o "caldeirão das bruxas" vai por fim as Polícias Militares do Brasil

Em sua 7ª Reunião, no dia 10 de junho de 2014, a Mesa do Senado aprovou o Requerimento nº 173, de 2014, veja na integra, que solicita a tramitação conjunta das Propostas de Emenda à Constituição nºs 51, de 2013 (que tramita em conjunto com a Proposta de Emenda à Constituição nº 73, de 2013); 52, de 2009 (que tramita em conjunto com a Proposta de Emenda à Constituição nº 25, de 2007); 40, de 2012; 102, de 2011; 52, de 2012; e 49, de 2009. Com a aprovação do Requerimento nº 173, de 2014, fica prejudicado o Requerimento nº 340, de 2014, de desapensamento. 
As matérias passam a tramitar em conjunto e vão ao Plenário.

Fala PolicialBR:
Vamos a um resumo do "caldeirão das bruxas"


A PEC51 que altera os arts. 21, 24 e 144 da Constituição; acrescenta os arts. 143-A, 144-A e 144-B, reestrutura o modelo de segurança pública a partir da desmilitarização do modelo policial, veja na integra, que tramita em conjunto com a Proposta de Emenda à Constituição nº 73, de 2013 que altera a redação do § 1º do art. 144 da Constituição Federal, para determinar que a Polícia Federal é órgão estruturado em carreira única, veja na integra e PEC52 que altera o art. 144 da Constituição Federal para identificar a Polícia Hidroviária Federal como órgão do sistema de segurança pública, veja na integra(que tramita em conjunto com a Proposta de Emenda à Constituição nº 25, de 2007 que dá nova redação ao § 8º do art.144 da Constituição Federal, para ampliar as funções das guardas municipais, veja na integra), que por sua vez tramita em conjunto com as PECs 40, de 2012, que modifica os arts. 30 e 144 da Constituição Federal para dar ao Município competência para a criação de áreas estratégicas de pacificação social e ordenamento urbano, e para as guardas municipais o exercício de atividades de polícia ostensiva, nos limites definidos em convênio com os Estados, veja na integra, PEC102, de 2011 que altera dispositivos da Constituição Federal para permitir à União e aos Estados a criação de polícia única e dá outras providências, veja na integra, PEC52, de 2013, que altera o art. 144 da Constituição Federal para identificar a Polícia Hidroviária Federal como órgão do sistema de segurança pública, veja na integra, e por fim a PEC49, de 2009, que Acrescenta o inciso V ao § 1º do art. 144 da Constituição Federal, para incluir dentre as atribuições da polícia federal a de proporcionar segurança ao Presidente e ao Vice-Presidente da República, bem como aos Chefes de Estado estrangeiros, quando no Brasil, veja na integra. Muito bem, todas as PECs unidas.
Agora você mistura tudo batendo por alguns anos no liquidificador, deixa descansar por alguns meses e leva ao forno por mais um ano, pronto o fim das Polícias Militares do Brasil pode ser servido ao País.
Caros irmão e imãs de farda, venho falando já a alguns anos da necessidade de nos unirmos para criarmos força política e eleger os nossos e, mais uma vez, deixo a frase de Platão que deve estar se revirando no tumulo de tanto que eu sito a frase dele, vamos lá mais uma vez: "Não a nada de errado com àqueles que não gostam de política, simplesmente serão governados por aqueles que gostam - Platão"
Senhores e senhoras policiais militares, se fundado o Partido Militar Brasileiro iria ter duas horas na TV em cadeia Nacional, assim, esclareceria a população a respeito do que acabaram de ler e, com a opinião pública ao nosso lado faríamos frente, no caso, ao “caldeirão das bruxas” que poder por fim as Polícias Militares do Brasil.

Vejam o vídeo

Comentários

  1. Tava mais do que na hora disso acontecer!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo falou certo, estava realmente na hora, não podemos ficar vinculados a esses partido políticos militares nascidos de associações militares que só olham para o seu umbigo,temos que virar a página,já basta a forma como a sociedade nos olha.

    ResponderExcluir
  3. esse modelo de policia esta falido,mudanças pra ontem,este modelo só beneficia os ***

    ResponderExcluir
  4. Está mais que na hora de desmilitarizar a polícia...Que esse dia venha logo!

    ResponderExcluir
  5. PRA QUEM INTERESSA MANTER UMA INSTITUIÇÃO, A SOCIEDADE QUER MUDANÇAS, O SISTEMA TRAZ MUITO A POUCOS E NADA A MUITOS.

    ResponderExcluir
  6. Absurdo dos absurdos, querer por fim ao status de militar das nossas pm e bm. Ao longo de um passado milenar, observamos que apenas duas instituições sobreviveram intactas: a igreja e o militarismo. Todo o restante caiu, vítima da História e do esquecimento. Agora, a turma de moderninhos quer jogar fora essa grande conquista e no final do túnel, cair na vala comum do inps. E tudo por quê? alegam que alguns ganham mais... Ora, é só estudar e ser promovido e se dedicar. O único lugar onde sucesso vem antes do trabalho é no dicionário! No militarismo somos protegidos pelo regulamento. Sabemos o que se deve e não se deve fazer. Os jovens ou os inconsequentes hão de se arrepender e muito se essa absurda bobagem se transmudar em péssima realidade.

    ResponderExcluir
  7. Abandone esse capitão e esse partido militar! O mundo falando em desmilitarização e nós continuamos presos ao passado tenebroso que este modelo sempre nos impôs. Pec 51 já! Isso sim é liberdade política e direitos reconhecidos. Ta na hora de mudanças e mudanças reais, não encher de oficial no poder, isso a história já provou que é um erro...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

Usar arma de uso restrito com porte ilegal agora é crime hediondo

Aprovada urgência para projeto que torna crime hediondo o porte ilegal de armas de uso restrito O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 332 votos a 7 e 2 abstenções, o regime de urgência para o Projeto de Lei 3376/15, do Senado, que torna crime hediondo a posse ou o porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das forças policiais e militares. Após a votação, a sessão ordinária foi encerrada. Projeto de Lei do Senado nº 230, de 2014, de autoria do Senador Marcelo Crivella, constante dos autógrafos em anexo, que “Altera a Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, para incluir o crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito no rol dos crimes hediondos”. A Lei 8.072/90 define como hediondos os crimes de homicídio praticado por grupo de extermínio; homicídio qualificado; latrocínio; genocídio; extorsão qualificada por morte; extorsão mediante sequestro; estupro; disseminação de epidemia que provoque morte; falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto …

Policiais e bombeiros militares não sabem a força que tem

Deputado Federal Capitão Augusto orienta os militares de São Paulo sobre a força política da classe
Por mais que façamos aqui pela Câmara dos Deputados, aprovando projetos dando mais direitos e garantias aos policiais e não deixando ser aprovado nenhum projeto que os prejudique, a grande reivindicação que recebo dos policiais refere-se a questão do aumento salarial.
Infelizmente Deputados não podem apresentar projetos que gerem despesas para o executivo, então está fora de nossa competência atender essa solicitação, o que nos resta é cobrar (e muito) do governador e fazer articulação para que ele conceda o tão esperado aumento salarial.
Hoje temos força política para eleger representantes para Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e para todos cargos nas eleições municipais. Está na hora de influenciarmos as eleições para Governador e Senador, um que reconheça nosso valor, ou ficaremos fadados a apenas reclamar nos bastidores.
Nós podemos muito mais que isso! Somos quase 150.000 po…

Deputado capitão Augusto requer moção de repúdio contra Secretário de Segurança Pública e Governador de São Paulo Geraldo Alckmin

DEPUTADO CAPITÃO AUGUSTO REQUER MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SÃO PAULO E CONTRA O GOVERNADOR POR TANTO DESRESPEITO ÀS LEIS E AOS POLICIAIS MILITARES DE SÃO PAULO
O Deputado Capitão Augusto entrou hoje, 10, com dois Requerimentos de Moção de Repúdio contra o Secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, e contra o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, por desrespeitar as leis e aos policiais militares. Essas moções fazem parte de uma série de medidas que o parlamentar está adotando para tornar público as medidas descabíveis desse governo contra os policiais militares e a segurança pública do país, e para que entendam que tudo tem um limite. A categoria não vai tolerar mais tanto descaso e desrespeito. O Deputado estará revelando ao país e ao mundo que Alckmin não serve para governar o país, deve ser ignorado e descartado como candidato à Presidência da República. CAPITÃO AUGUSTO conclama os militares e familiares a somarem esforços para…

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

Qual a responsabilidade que a sociedade civil possui na segurança pública?

Policiais militares foram assassinados por criminosos neste fim de semana; secretário de Segurança do Rio pediu mudanças no sistema judiciário Neste final de semana dois Policiais Militares foram assassinados no Rio de Janeiro: a Cabo PM Elisângela Bessa Cordeiro, com um tiro na cabeça disparado por um menor, e o Soldado PM Samir da Silva Oliveira, com um tiro no pescoço disparado por um fuzil de combate.
Qual é a pena para o menor assassino da PM ? Em média oito meses. Qual é a pena para quem porta um fuzil? Três anos. Como se isso já não fosse suficientemente patético, nossa legislação acrescenta o insulto à injuria ao prever a concessão do beneficio da progressão de pena, fazendo com que o criminoso cumpra apenas 1/6 da pena, ou seja, o guerrilheiro urbano que porta uma arma de uso restrito do Exército, pode estar solto em seis meses.
Quem é o responsável por essa baderna? Você que está lendo este artigo e eu que o escrevi. Somos nós que consistentemente fazemos o mesmo erro de ele…