Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


Escrivão é investigado por suspeita de agredir PM em São Paulo

Policial militar levou soco no rosto e teve de ser levada a hospital.
Agressão ocorreu após acidente de trânsito no Ipiranga, na Zona Sul.
A Corregedoria Geral da Polícia Civil investiga um escrivão suspeito de dirigir embriagado e de agredir uma policial militar durante uma abordagem. A briga aconteceu após um acidente de trânsito na madrugada de sexta-feira (29) no Ipiranga, Zona Sul de São Paulo. Segundo as investigações, Fábio Romano, escrivão do 95º Distrito Policial, em Heliópolis, Zona Sul, bateu o carro que dirigia, um Citroën Xsara, em um Corsa na Rua 1822. A dona do veículo atingido acionou a Polícia Militar, que foi até a região do acidente. Romano e o irmão dele, que também estava no Xsara, fugiram. Após breve perseguição, os policiais militares conseguiram fazer com que o veículo parasse. O policial civil e o irmão, que aparentavam estar embriagados, reagiram à abordagem e agrediram a com um soco a policial militar Marina Nishiyama de Andrade. Depois da chegada de apoio, a…

'Vamos lá, machão', provoca pai em vídeo que mostra Bernardo com faca

Peritos analisaram três celulares do casal e recuperaram imagens.
Menino foi assassinado em abril; quatro pessoas estão presas pelo crime.
Dois novos vídeos de 2013 mostram brigas entre Bernardo e o pai, Leandro Boldrini. As gravações foram feitas pelo celular do médico e recuperados pela perícia. O menino de 11 anos foi assassinado em abril. O pai e a madrasta, Graciele Ugulini, estão presos por envolvimento no crime. As imagens são fortes. Em um trecho, o garoto aparece com uma faca e depois, com um facão, na mão (assista ao vídeo acima). Os arquivos foram obtidos pelo jornal Zero Hora. Em um dos vídeos, de junho de 2013, o médico provoca o filho. "Isso aqui vai ser mostrado para quem quiser ver. Vamos lá, machão", afirma. Com uma faca na mão, Bernardo pede que o pai pare de gravar imagens suas com o celular. De acordo com a polícia, Leandro e Graciele fizeram as imagens para mostrar que o menino tinha comportamento agressivo. Imagens mostram nova briga entre pai e
menino (Fot…

MP apura se policial colaborava com Abdelmassih e rede de informantes

Interceptação telefônica gravou ex-médico dizendo apelido de agente de SP.
Secretaria da Segurança Pública determinou investigação sobre o caso.Roger Abdelmassih era procurado no programa de
recompensas (Foto: Reprodução / Web Denúncia) O Ministério Público (MP) investiga se um policial de São Paulo colaborava com Roger Abdelmassih e sua rede de informantes para que o ex-médico, condenado a 278 anos de prisão por estupros e foragido da Justiça brasileira, continuasse escondido no Paraguai. Procurada pela equipe de reportagem, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que também irá investigar o caso.

Os promotores têm interceptações telefônicas que flagram Abdelmassih dizendo a um parente o apelido desse policial. Em uma delas, o ex-médico diz que o agente é "amigo" de um dos seus colaboradores financeiros, e ainda "trabalharia junto à Secretaria da Segurança Pública", na capital paulista. Não há confirmação, no entanto, se o funcionário público pertence à Polí…

Marina afirma que 'engano' motivou alteração no programa de governo

Um dia após divulgação, campanha retirou menção ao casamento gay.
Presidenciável participou neste sábado de caminhada na Rocinha, no Rio. Marina Silva (PSB) fez campanha na Rocinha, Zona Sul do Rio (Foto: Mariucha Machado/G1)
A candidata à Presidência da República Marina Silva (PSB) afirmou neste sábado (30), durante caminhada na Rocinha, Zona Sul do Rio, que a eliminação de um trecho de seu programa de governo que defendia o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a criminalização da homofobia foi motivada por "um engano". Neste sábado, a coordenação da campanha divulgou nota que informou sobre alterações no trecho referente aos direitos da comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transsexuais) divulgado na véspera. A defesa de propostas que legalizam o casamento igualitário e a equiparação da discriminação contra homossexuais aos crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor foram substituídos pela seguinte redação: "Garantir os direitos oriundos da …

Por 'divergências', advogado deixa de defender o pai do menino Bernardo

Jader Marques diz que teve revogados poderes para representar acusado.
Leandro Boldrini quer estratégia diferente para sua defesa, diz Marques.
Jader deixou de defender o pai de Bernardo
Boldrini (Foto: Caetanno Freitas/G1) O advogado Jader Marques não representa mais o médico Leandro Boldrini, um dos acusados do assassinato do menino Bernardo Boldrini em abril deste ano no Rio Grande do Sul. Na tarde deste sábado, Marques comunicou que teve os poderes para representar o acusado revogados devido a "divergências" na defesa. "Por divergências com Leandro Boldrini sobre a condução da sua defesa técnica, recebo com naturalidade a revogação dos poderes para atuar em nome deste nos procedimentos em que é parte. Na próxima segunda, Leandro Boldrini apresentará novo defensor", declarou o advogado. O corpo de Bernardo foi achado no dia 14 de abril enterrado em um matagal na área rural de Frederico Westphalen, a cerca de 80 quilômetros de Três Passos, no noroeste do estado, ond…

Dois policiais civis são detidos por suspeita de tortura em Santa Catarina

Eles atuavam em Blumenau e estão na sede da Deic, em Florianópolis.
De acordo com Polícia Civil, agentes foram presos na noite de sexta-feira.
Dois policiais civis foram detidos por suspeita de tortura, na noite desta sexta-feira (30). De acordo com reportagem da RBS TV, eles estão na sede da Diretoria Estadual de Investigações Crimininais (Deic), em Florianópolis.
Conforme a Polícia Civil, os agentes atuavam em Blumenau, no Vale do Itajaí. Eles são suspeitos de terem cometido diversas torturas durante ações policiais na região. O caso é investigado pela Polícia Civil de Blumenau, que deve se posicionar sobre as denúncias nos próximos dias. Por telefone, o G1 entrou em contato com o delegado regional, Rodrigo Marchetti. Ele afirmou que não iria se pronunciar no momento, mas confirmou as detenções e disse que foram resultado de uma investigação da promotoria. Do G1 SC

Grupo preso com 25 kg de drogas recebia ordens de detento, diz SSP-AM

Sete homens foram presos durante entrega de drogas, nesta sexta (29).
'Merecem pegar tiro', diz SMS enviado por preso à quadrilha, sobre PMs.
Grupo recebia ordens e mandava relatório sobre o tráfico de drogas a detento (Foto: Jamile Alves/G1 AM) Mensagens de texto enviadas do traficante Alan Castimário, o 'Nanico', preso no Centro de Detenção Provisória (CDP), denunciam o envolvimento de sete homens, detidos na noite desta sexta-feira (20), no tráfico de drogas em Manaus. O grupo foi preso em flagrante durante uma entrega de 25 kg de entorpecentes na Avenida das Torres, Zona Centro-Sul da capital. Em uma das mensagens, o suposto chefe da quadrilha faz ameaças a policiais do Batalhão de Choque da PM. "Merecem pegar muito tiro", diz o trecho. Foram presos Alexsander França, de 31 anos; Alexsander William do Rosário, 39; Adriano Paes  Barbosa, 30; Richardison Leandro Rodrigues, de 29; Weber Frazão Façanha Filho, 42; o peruano Romer Vela Shupingahua, 44 e o suposto…

'Só Deus para ajudar', responde polícia do RN a queixa registrada na internet

Resposta, por e-mail, foi para uma mulher que registrou queixa de roubo.
Delegacia Geral disse que vai apurar e punir responsável pela mensagem.
Vítima disse que ficou com vergonha quando recebeu
resposta da Polícia Civil (Foto: Fernanda Zauli/G1) Uma corretora de imóveis de 34 anos foi orientada a buscar uma intervenção divina para reaver o celular que foi tomado dela por um assaltante nesta última quarta-feira (27) na cidade de Parnamirim, na Grande Natal. A mulher registrou queixa do assalto na internet, por meio da Delegacia Virtual da Polícia Civil do Rio Grande do Norte. No entanto, como resposta, recebeu um e-mail dizendo: "estamos todos de mãos atadas, só Deus para nos ajudar". A vítima, que pediu para não ser identificada, contou ao G1 que assim que preencheu os formulários na internet recebeu um e-mail que dizia que a solicitação dela seria avaliada. Quinze minutos depois, chegou uma segunda mensagem informando que, por se tratar de um assalto, o caso deveria ser regi…

Total de visualizações de página