Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


PolíciaBR apóia:

Vídeo mostra policiais brincando em viatura no RS

Comandante abriu sindicância para apurar as imagens, que foram feitas pelos próprios agentes 
Quatro policiais da Brigada Militar do Rio Grande do Sul foram falgrados brincando, rindo e dirigindo perigosamente numa suposta ocorrência. Os agentes usam a sirene e o rádio da viatura para se divertir.
O vídeo foi gravado pelos próprios agentes em fevereiro de 2011, mas só foi divulgado neste ano.
As imagens mostram os policiais dirigindo o carro a mais de 160 km/h em Restinga Sêca, na região central do Estado.
O comandante da Brigada Militar de Santa Maria (RS) instaurou uma sindicância para avaliar a conduta dos quatro envolvidos.
Do R7.
Veja o vídeo

Comentários

  1. isso me deixa doente, fico indignado com esses pobres de espirito. deviriam estar num circo isso sim!!!

    ResponderExcluir
  2. Uma conduta indisciplinada, é verdade.
    Mas não vamos dar uma dimensão maior que o caso merece.

    ResponderExcluir
  3. [-( A IDADE MÍNIMA PARA ENTRAR NAS POLICIAIS CIVIL E MILITAR DEVERIA SER AOS 25 ANOS. [-(

    ResponderExcluir
  4. vergonha e uma baita punição e o que merecem

    ResponderExcluir
  5. Quem nunca brincou em serviço ou no seu trabalhao que atire a primeira pedra

    ResponderExcluir
  6. SE NÃO PREJUDICOU O ATENDIMENTO DA OCORRÊNCIA ENTÃO NÃO VEJO NADA DE GRAVE.

    ResponderExcluir
  7. Desafio alguém, em qualquer função pública ou privada, a passar 12 horas trabalhando sem fazer uma brincadeira.
    Não é correto os militares colocarem a vida deles e a de outros cidadãos, que os militares em questão também o são, em risco conduzindo QUALQUER VEÍCULO,sendo um veículo oficial ou não, em alta velocidade, sem a real necessidade. Até o presente momento não houve nenhuma sinalização de que esses militares estariam em ocorrência ou não.
    Policiais também são humanos, riem, choram, estressam e brincam, assim como também estão sucintos a todo os sentimentos e erros da espécie humana, porém, bater em cachorro morto é fácil, apontar o dedo no nariz dos outros é fácil, quando se existe um pré-conceito contra a atividade fim do policial militar.
    Não estou dizendo que o que fizeram é correto ou não, porém acho que todo esse sensacionalismo feito pela imprensa e por meia duzia de falsos puritanos já é de mais.

    ResponderExcluir
  8. Oque tem demais no video.? midia sensacionalista e tendenciosa , os idiotas são os induzidos por ela, qual o problema de descontrair dentro de um ambiente que não prejudica o serviço mt pelo contrario em momento algum vejo o retardamento da ocorrência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa e a verdadeira realidade. Uma Mídia Sensacionalista e Tendenciosa. que esta sempre a postos para apontar Policiais e qualquer tipo de fiscalização, mas que apoiam qualquer tipo de bandidagem. Porque isso da IBOPE, isso rende dinheiro. são na verdade hipócritas que tendem sempre para o lado ganancioso denigrindo a imagem de quem quer que seja. até do presidente da republica, como já vimos fazerem.

      Excluir
  9. todo mundo brinca ele s tbm tem o direito de fazer assim.

    ResponderExcluir
  10. eu nao vejo nada demais pq o jornal publicas as coisa da policia, e nao publica as coisas que bandido fasem.
    que roubam matao violentao estuprao e matam policiais, eles nao estavam colocando ninguem em risco .

    so cabe uma repreensao pq o vidio veio a publico.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do site PolicialBR, elas obedecem os princípios da liberdade de expressão.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.
Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta. Uma das paginas chegou a retirar as avaliações para evitar que as pessoas vissem que o banco esta com péssima qualidade.
Veja os vídeos
Fonte Folha Online

Com 1 milhão da Lei Rouanet, Santander Cultural promove exposição violando Santidade de Jesus e incentivando pedofilia.

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia. Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais. No link do site do Ministério da Cultura a seguir, você confere o processo de concessão do benefício fiscal da Lei Rouanet da grana que o Banco Santander usou para financiar a exposição, o que significa que a instituição financeira não recolheu impostos sobre esse valor: Veja aqui

Veja os vídeo sobre assunto:










Matéria atualizada em 13SET17 FOLHA DE SÃO PAULO Após protesto, mostra com temática LGBT em Porto Alegre é canc…

Tardia e justa promoção, 25 anos depois, PMs do que atuaram no Carandiru são promovidos por mérito.

Três réus pelo massacre trocaram de patente. Secretaria não explica critério. Vinte e cinco anos após o massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992, ao menos três policiais militares da ativa, réus pela chacina que resultou na morte de 111 detentos, tiveram suas últimas promoções por "merecimento".  Para trocar de patente — e consequentente ter um nível hierárquico mais alto e uma remuneração-base maior —, policiais militares podem ser promovidos por "merecimento" ou por "tempo de serviço". De acordo com o Diário Oficial do Estado de 15 de dezembro de 2016 — dois meses após serem anulados os quatro júris que condenaram 74 policiais pelo massacre —, Jair Aparecido Dias dos Santos foi promovido por merecimento de 1º sargento a subtenente. O policial é um dos 15 réus pela invasão do terceiro andar do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. Oito presos foram mortos no andar. Um ano e meio antes, em 2015, quando a condenação ainda não havia sido revogada …