Pular para o conteúdo principal

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

TCel investigado no RS deixa hospital em Porto Alegre

O Tenente-coronel da Brigada Militar Florivaldo Pereira, preso no início da semana em Porto Alegre por receptação de armas, recebeu alta na manhã desta sexta-feira (24) do Hospital Militar, na capital. A Justiça Militar homologou o flagrante, mas concedeu liberdade provisória ao oficial na terça-feira (21). Ainda debilitado, ele, que havia convocado uma entrevista coletiva, não falou ao deixar o hospital.
No gabinete dele a polícia encontrou armas e munições na segunda-feira (20). Segundo a Brigada Militar, Florivaldo prestou depoimento no Comando de Policiamento da Capital (CPC), onde teria afirmado que as armas haviam sido buscadas em Novo Hamburgo, na casa de uma viúva de um colecionador. Todas estavam registradas, mas metade delas tinha o registro vencido. Foram encontrados termos de doação no nome do colecionador e em nomes de terceiros. A viúva do colecionador confirmou a versão à Corregedoria.

Segundo os advogados do tenente-coronel, a guia de trânsito de armas não é exigida para policiais militares e ele é alvo de perseguição política. Florivaldo Pereira Damasceno já foi réu em outros dois processos na Justiça Militar. Ele foi absolvido em um deles e condenado a um ano de prisão em outro, por falsidade ideológica, mas recorre da decisão em Brasília.
Foram apreendidas no gabinete do comandante no 20º Batalhão de Polícia Militar, na capital, seis armas longas, uma pistola, dois revólveres, 12 carregadores de pistola, e mais de 4 mil cartuchos de munição. (G1).

Comentários

  1. O Coronel Pereira cometeu um grande erro. Trabalhar muito em favor a sociedade. Se ele estivesse ficado em gabinetes políticos por uns 15 ou 20 anos, sem nenhuma experiência de “tropa” que nem o Comandante Geral ao invés de trabalhar na linha de frente, muito provável teria sido premiado com um cargo de comando.
    É importante esclarecer que essas armas não foram doadas ao Coronel. Não estavam na casa dele nem no carro dele. Não estavam em poder particular, privado. Essas armas ESTAVAM sendo recolhidas da casa de um particular numa viatura militar, por militares para o Quartel para catalogação e elaboração de guias de entrega para a Polícia Federal (Campanha do desarmamento). Não fazia nem 05 minutos que essas armas haviam ingressado no Quartel e Coronel estava combinando com o escrivão a filmagem da abertura dos pacotes (ainda não sabia que armas e munições estavam nos pacotes) e a elaboração das guias de entrega a PF quando a corregedoria chegou. A Corregedoria não deu tempo nem do Coronel abrir os pacotes para ver exatamente o tinha dentro.
    Uma atitude digna de elogios que foi interrompida pela imaginação fértil de pessoas desinformadas e com pouco preparo para administrar a Segurança Pública de nosso Estado. Dá a impressão que essas pessoas não tem responsabilidade com o Estado, com a sociedade.
    O Coronel Pereira agiu no interesse público e não obteve nenhuma vantagem com isso. O 20 BPM que o Coronel comandava tinha autorização do Governo Federal para receber armas da campanha do desarmamento. Vejam no site: (http://www.entreguesuaarma.GOV.br/desarmamento/categoria/estados/rio-grande-do-sul/). Somente o Corregedor da BM que não sabe disso.
    Lamentável despreparo que faz a Corporação sangrar com a truculência e danos irreparáveis a um Oficial digno e trabalhador.
    Essa história de guia de trânsito de armas surgiu depois que viram que o fato não era crime, então, ao menos tentaram se justificar. Só que o Comando da BM não leu o que diz o art. 28, do Decreto Federal 5.123/2004 que diz que a guia é para quando o proprietário de arma registrada vai mudar de domicílio ou em outra circunstância que tenha que transportar arma ou se o proprietário fosse pessoalmente entregar a arma (campanha do desarmamento), Ou será que o PM quando prender alguém com arma terá que antes ir ao quartel buscar a guia de transito da arma…Não esqueçam a BM é do Estado e não do Governo. Ou tem alguém muito próximo do Cmt Geral querendo constrangê-lo para ocupar seu lugar…
    Será que o Governador sabe a verdade? Será que esta consciente dessa ação de desmonte da Brigada Militar como instituição respeitada que se confunde coma história do nosso Estado ou vais deixar fazê-la desmoralizada pela inexperiência e amadorismo do comando?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

Usar arma de uso restrito com porte ilegal agora é crime hediondo

Aprovada urgência para projeto que torna crime hediondo o porte ilegal de armas de uso restrito O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 332 votos a 7 e 2 abstenções, o regime de urgência para o Projeto de Lei 3376/15, do Senado, que torna crime hediondo a posse ou o porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das forças policiais e militares. Após a votação, a sessão ordinária foi encerrada. Projeto de Lei do Senado nº 230, de 2014, de autoria do Senador Marcelo Crivella, constante dos autógrafos em anexo, que “Altera a Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, para incluir o crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito no rol dos crimes hediondos”. A Lei 8.072/90 define como hediondos os crimes de homicídio praticado por grupo de extermínio; homicídio qualificado; latrocínio; genocídio; extorsão qualificada por morte; extorsão mediante sequestro; estupro; disseminação de epidemia que provoque morte; falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto …

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Policiais e bombeiros militares não sabem a força que tem

Deputado Federal Capitão Augusto orienta os militares de São Paulo sobre a força política da classe
Por mais que façamos aqui pela Câmara dos Deputados, aprovando projetos dando mais direitos e garantias aos policiais e não deixando ser aprovado nenhum projeto que os prejudique, a grande reivindicação que recebo dos policiais refere-se a questão do aumento salarial.
Infelizmente Deputados não podem apresentar projetos que gerem despesas para o executivo, então está fora de nossa competência atender essa solicitação, o que nos resta é cobrar (e muito) do governador e fazer articulação para que ele conceda o tão esperado aumento salarial.
Hoje temos força política para eleger representantes para Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e para todos cargos nas eleições municipais. Está na hora de influenciarmos as eleições para Governador e Senador, um que reconheça nosso valor, ou ficaremos fadados a apenas reclamar nos bastidores.
Nós podemos muito mais que isso! Somos quase 150.000 po…

Deputado capitão Augusto requer moção de repúdio contra Secretário de Segurança Pública e Governador de São Paulo Geraldo Alckmin

DEPUTADO CAPITÃO AUGUSTO REQUER MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SÃO PAULO E CONTRA O GOVERNADOR POR TANTO DESRESPEITO ÀS LEIS E AOS POLICIAIS MILITARES DE SÃO PAULO
O Deputado Capitão Augusto entrou hoje, 10, com dois Requerimentos de Moção de Repúdio contra o Secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, e contra o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, por desrespeitar as leis e aos policiais militares. Essas moções fazem parte de uma série de medidas que o parlamentar está adotando para tornar público as medidas descabíveis desse governo contra os policiais militares e a segurança pública do país, e para que entendam que tudo tem um limite. A categoria não vai tolerar mais tanto descaso e desrespeito. O Deputado estará revelando ao país e ao mundo que Alckmin não serve para governar o país, deve ser ignorado e descartado como candidato à Presidência da República. CAPITÃO AUGUSTO conclama os militares e familiares a somarem esforços para…