Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


PolíciaBR apóia:

Ilusões e bobagens da maioridade penal

Não vou discutir nesta coluna se é justo ou não aumentar a maioridade penal.
Entendo --e é justificada-- a raiva provocada pela violência e a impunidade, a ponto de levar a questão da maioridade para o topo da agenda do país.
O fato de estar de topo, porém, é uma bobagem --exatamente isso, uma bobagem por ser provocada por uma ilusão, em meio a uma comoção.
A questão central para o cidadão é a seguinte: o aumento da maioridade vai trazer mais segurança. Traria se a imensa maioria dos crimes violentos fossem cometidos por adolescentes. É uma ínfima minoria.
A questão central é a seguinte: há quase 200 mil mandados de prisão não cumpridos, segundo a Corregedoria Nacional de Justiça. Vamos repetir, 200 mil.
Isso é um descalabro --e estímulo à impunidade.
Se algo tem de estar no topo da agenda para quem está preocupado com segurança é o cumprimento dos mandados de segurança e, claro, ter condições para colocar esse pessoal na cadeia.
Volto a repetir aqui: diante de problemas complexos, sempre aparecem soluções rápidas, simples --e ilusórias. (Folha de São Paulo).

Comentários

  1. Tudo faz parte do contexto, claro que questão da maioridade também faz parte do descalabro da segurança pública. Não existem só uma razão para a insegurança mas vários motivos que fazem parte de um todo. Achar que a violência possui um só motivo seria muita ingenuidade.

    ResponderExcluir
  2. nao é aumentar a maioridade penal e sim diminuir.
    quanto a quantidade de crimes cometido por menores, depende do local de referencia, em algumas cidades do interior chega a ser 80% dos crimes.

    ResponderExcluir
  3. Para mim esta questão de maioridade penal, diminuir ou aumentar é besteira, o que tem na realidade é acabar com isso. A punição para quem pratica crime ediondo deve ser aplicado independente de idade. O perfil dos adolescentes e até crianças que cometem tais crimes, mostram que estão capacitados para sofrerem a punição. Ja conduzi ocorrência à Delegacia, onde os autores são menores entre 9 e 12 anos, onde a intenção era roubar e possivelmente lesionar a vitima, utizando-se de pau com prego, enormes, cravados para fazerem grandes estrago. Esse é um caso menos potencial.

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que todas essas questões, são de se pensar em último caso, não pela sua importância, pois é de suma importância nos moldes atuais. A sociedade precisa de uma satisfação de peso.
    Não devemos esconder debaixo do tapete a sujeira que todos criamos. A hipocrisia é latente no meio governamental.
    Todos os benefícios hoje dados por ele, visam a conservação do controle da condução da maioria da população. Infelizmente com a anuência desta, que ainda luta com unhas e dentes, quando os têm, pela manutenção desses "benefícios". "-Eles nos mantêm ignorantes mas nos dão comida e casa". (Peixes em criatório é semelhante).
    A Educação de primeira qualidade em todos os quadrantes, desde a creche, é o remédio para a maioria de todos os males de uma sociedade, a nossa a médio/longo prazo.
    Eduque seu povo e não teremos fila nas lotéricas todos os meses, não teremos filas nos Pronto socorros do país, não teremos filas nas portas dos presídios nos dias de visita, não teremos fila no sopão, não teremos fila de espera para transplantes.

    ResponderExcluir
  5. Essa matéria q por sinal nem está assinada, pelo menos eu procurei e não encontrei quem a fez (pois Folha de São Paulo apenas, pra mim é muito vago), só pode ter sido escrita por alguém muito alienado ao q todos estamos vivendo no nosso cotidiano, essa pessoa sequer notou q uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Responsabilidade penal deve ser para menores siiim. O dia q esse alienado sentir um cano nas fuças empunhado por um canalha "de menor" q não está nem aí pra sua vida, e nem vai ficar, com certeza irá rever seus conceitos, q é quase certeza moldado por alguém q deve ter por algum motivo, alguém cuidando de sua segurança ou se dirige a seu condomínio seguro a bordo de um carro blindado. É por esses e outros com a mesma mentalidade q estamos nessa merda.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do site PolicialBR, elas obedecem os princípios da liberdade de expressão.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.
Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta. Uma das paginas chegou a retirar as avaliações para evitar que as pessoas vissem que o banco esta com péssima qualidade.
Veja os vídeos
Fonte Folha Online

Com 1 milhão da Lei Rouanet, Santander Cultural promove exposição violando Santidade de Jesus e incentivando pedofilia.

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia. Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais. No link do site do Ministério da Cultura a seguir, você confere o processo de concessão do benefício fiscal da Lei Rouanet da grana que o Banco Santander usou para financiar a exposição, o que significa que a instituição financeira não recolheu impostos sobre esse valor: Veja aqui

Veja os vídeo sobre assunto:










Matéria atualizada em 13SET17 FOLHA DE SÃO PAULO Após protesto, mostra com temática LGBT em Porto Alegre é canc…

Tardia e justa promoção, 25 anos depois, PMs do que atuaram no Carandiru são promovidos por mérito.

Três réus pelo massacre trocaram de patente. Secretaria não explica critério. Vinte e cinco anos após o massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992, ao menos três policiais militares da ativa, réus pela chacina que resultou na morte de 111 detentos, tiveram suas últimas promoções por "merecimento".  Para trocar de patente — e consequentente ter um nível hierárquico mais alto e uma remuneração-base maior —, policiais militares podem ser promovidos por "merecimento" ou por "tempo de serviço". De acordo com o Diário Oficial do Estado de 15 de dezembro de 2016 — dois meses após serem anulados os quatro júris que condenaram 74 policiais pelo massacre —, Jair Aparecido Dias dos Santos foi promovido por merecimento de 1º sargento a subtenente. O policial é um dos 15 réus pela invasão do terceiro andar do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. Oito presos foram mortos no andar. Um ano e meio antes, em 2015, quando a condenação ainda não havia sido revogada …