Pular para o conteúdo principal

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Curso para oficial da PM de SP reduz aula de direito e inclui orientação sexual

Ao reduzir de quatro para três anos o tempo de formação dos oficiais da Polícia Militar no Estado de São Paulo, o comando da instituição fez uma série de mudanças que inclui a diminuição das horas/aula de direito e de defesa pessoal e a inclusão de disciplinas complementares, como orientação moral, religiosa, financeira e sexual.
Como a Folha revelou, a diminuição da carga horária dos futuros oficiais está dentro de um pacote do governo que tem como objetivo reduzir os indicadores criminais, que estão em alta.
O impacto que o aumento dos crimes pode ter nas eleições do ano que vem é motivo de preocupação no governo Geraldo Alckmin (PSDB).
No caso específico dos PMs, a ideia do governo é colocar um número maior de homens no patrulhamento das ruas o quanto antes.
Por ano, são formados cerca de 200 oficiais, responsáveis por chefiar as equipes.
ENSINO
Por isso, a grade curricular foi enxugada em 11,3%. Agora, os estudantes terão 5.420 horas/aula. As mudanças já passam a valer para as turmas que estão hoje na Academia do Barro Branco.
Alguns especialistas --como os sociólogos José dos Reis Santos Filho (Unesp) e Ignacio Cano (Uerj)-- criticaram a mudança.
Ambos dizem que essa redução pode afetar a qualidade do ensino para oficiais.
O comandante-geral da PM, Benedito Meira, afirmou, porém, que a qualificação do policial não será afetada com a mudança curricular.
"Reduzimos as aulas de direito porque não precisamos formar um bacharel em direito, mas um bacharel em ciências policiais. Ele não precisa ser um especialista em direito civil, por exemplo. Basta ter uma noção", afirmou.
ATUALIZAÇÃO
Segundo o comandante, a alteração curricular é necessária para adequar a formação do policial à atualidade.
"Quando me formei, vivíamos o fim da ditadura militar. Tive a disciplina de combate à guerrilha. Agora, ela não é necessária. Hoje temos atividades como a orientação religiosa e sexual", afirmou.
De acordo com Meira, essa disciplina implantada na nova grade tem como objetivo ensinar os futuros oficiais a lidar com cidadãos de orientações diferentes das suas, assim como a agir em grandes eventos, como Parada Gay ou Marcha para Jesus.
Ontem, Meira também confirmou que 12 companhias da PM foram fechadas na capital. Com isso, 182 policiais da atividade administrativa foram transferidos para o serviço operacional.
Folha de São Paulo

Comentários

  1. Meu Deus! cada dia mais perdidos. Aumente o numero de praças, que dará um resultado muito melhor. Volte o projeto do nosso sempre governador Franco Montoro; promova os subtenentes a 2º tenente, com isso não precisa 03 ou 04 anos de academia. Com essa economia paga-se melhor que está trabalhando. Oficial na rua não vai resolver o problema do policiamento. Sr Governador faça "feijão com arroz" e pronto. Nao diminua as Cia e nem os Distritos ou Delegacias. De mais apoio e retaguarda para os policiais.Nao precisa aumentar efetivo de oficial, redistribua os ja existentes.Redistribua os policiais civis e acabe com tropa fardada na PC. Sr Governador! se o senhor vê este site, então adote algumas sugestões das nossas associações. Crie carreira unica, tanto na PM como na PC, dando oportunidade para os que ja estão nas funções. Esses projetos que o senhor adota não resolve o problema. A gente fica abismado de ver tantas ideias que passam para vexcia, que so servem para criar mais desanimo nos policiais, tanto civil, como militar. Tem que fazer planejamento para realmente resolver certos problemas internos nas corporações. Depois, automaticamente vem o resultado nas ruas. De mais segurança para quem trabalha nas ruas: esse é um dos motivos do aumento da criminalidade, pois os policiais estão com medo de agir. Qualquer vagabundo inventa mentira e vai na imprensa para "ferrar" o policial, o pior de tudo é que depois ninguem consegue apagar o que foi "jogado" para a população, então os outros policiais que vê um colega nessa situação, não vai dar murro em ponta de faca.

    ResponderExcluir
  2. Quanto mais precisam de policiais técnicos para a atividade fim, ou seja, conhecedores de grande parte do direito em geral (e não só o penal), os “mestres”, “doutores” e “deuses” do descaso insistem em ignorar isso e continuar agindo em causa própria em detrimento da má qualidade dos policiais e do prejuízo à sociedade.
    Lamentável, enquanto esses quadrúpedes estiverem no pouco poder que detêm (poder que só serve para prejudicar a tropa diga-se de passagem), continuaram a fazer essas tragédias organizacionais, pondo em descrédito a Policia Militar.

    ResponderExcluir
  3. Sinto a cada dia mais vergonha. Como estão perdidos, desde que começaram com essa história de estatísticas, querendo parecer uma empresa só que administrada como dessa forma; Nunca conseguirão mais nada. É melhor fechar as portas, entregue aquela área para a AACD que será melhor utilizada.

    ResponderExcluir
  4. se voce for lá no centro administrativo(panelão), tem um monte de oficiais de todas as patentes de tenentes a coroneis, um trombando com o outro, passam o dia fazendo reuniões de oficiais, horario de futebol, cafe da manhã, almoço, cafe da tarde, e mais reunião, coloca esse povo nas ruas, vai tambem, lá na mecanica(csm/mm), mais um monte fazendo as mesmas coisas, sendo que grande parte da mecanica foi terceirizada, sem contar nos batalhões e companhias o contingente que fica interno, fazendo serviço que até temporario faz, se quiser resolve.

    ResponderExcluir
  5. ja vi muitos do setor adminstrativo irem pra ruas pois o aquario tinha quebrado,na verdade o que existe e sempre vai existir é um bando de coça saco que não serve pra nada,e o pior; ainda dá palpite,oficiais não ficam nas ruas depois de ser promovido,eles passam um tempo e olha lá,,,PQ NÃO ENXUGAM ESTES OFICIAIS? E PQ NÃO TERCERIZAR A ADM? É SÓ CONTRATAR PESSOAS PRAS ADM DA VIDA QUE SOBRA POLICIA A DAR COM PAU,,MAS PELO QUE SEI ;OS OFICIAIS SÃO DONOS DA PM E FAZEM O QUE QUEREM,,SÃO DEUSES,,OU MELHOR;SE JULGAM ACIMA DE TUDO E DE TODOS ( a maioria é claro )

    ResponderExcluir
  6. TENHO ORGULHO DE SER POLICIAL E SERVIR A POPULAÇÃO, MAS TENHO VERGONHA DE DIZER QUE SOU POLICIAL MILITAR POIS EXISTEM DUAS POLICIAS DENTRO DA PM A DOS OFICIAIS E A DOS PRAÇAS ESSES QUE DÃO A CARA A TAPA E NUNCA , EU DISSE NUNCA SÃO RECONHECIDOS.

    ResponderExcluir
  7. Srs do Comando da PM SP
    Exemplo bom é para ser copiado. E aí está a PM SC dando o exemplo que exige, para entrada na sua academia que os candidatos possuam o curso de Direito. E sobram candidatos a ingresso com essa condição. Daí a excelência da PM SC.
    E o ingresso para soldado PM, só com curso superior.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

Usar arma de uso restrito com porte ilegal agora é crime hediondo

Aprovada urgência para projeto que torna crime hediondo o porte ilegal de armas de uso restrito O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 332 votos a 7 e 2 abstenções, o regime de urgência para o Projeto de Lei 3376/15, do Senado, que torna crime hediondo a posse ou o porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das forças policiais e militares. Após a votação, a sessão ordinária foi encerrada. Projeto de Lei do Senado nº 230, de 2014, de autoria do Senador Marcelo Crivella, constante dos autógrafos em anexo, que “Altera a Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, para incluir o crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito no rol dos crimes hediondos”. A Lei 8.072/90 define como hediondos os crimes de homicídio praticado por grupo de extermínio; homicídio qualificado; latrocínio; genocídio; extorsão qualificada por morte; extorsão mediante sequestro; estupro; disseminação de epidemia que provoque morte; falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto …

Policiais e bombeiros militares não sabem a força que tem

Deputado Federal Capitão Augusto orienta os militares de São Paulo sobre a força política da classe
Por mais que façamos aqui pela Câmara dos Deputados, aprovando projetos dando mais direitos e garantias aos policiais e não deixando ser aprovado nenhum projeto que os prejudique, a grande reivindicação que recebo dos policiais refere-se a questão do aumento salarial.
Infelizmente Deputados não podem apresentar projetos que gerem despesas para o executivo, então está fora de nossa competência atender essa solicitação, o que nos resta é cobrar (e muito) do governador e fazer articulação para que ele conceda o tão esperado aumento salarial.
Hoje temos força política para eleger representantes para Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e para todos cargos nas eleições municipais. Está na hora de influenciarmos as eleições para Governador e Senador, um que reconheça nosso valor, ou ficaremos fadados a apenas reclamar nos bastidores.
Nós podemos muito mais que isso! Somos quase 150.000 po…

Vaccarezza é preso em nova fase da Operação Lava Jato em São Paulo

Ex-deputado, que deixou o PT, foi líder dos governos Lula e Dilma. Segundo o MPF, ele recebeu a maior parte de um total de propina que soma US$ 500 mil. O ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados Cândido Vaccarezza, que deixou o PT, foi preso nesta sexta-feira (18) em São Paulo. Ele é alvo da Operação Abate, uma das duas novas fases da Operação Lava Jato deflagradas nesta manhã. A prisão é temporária, válida por cinco dias. Por volta das 9h, Vaccarezza estava em casa sob custódia da PF. Ele deve seguir para Curitiba ainda nesta sexta. O G1 tenta contato com a defesa do ex-deputado, com PT e com as empresas citadas. Principais pontos das investigações Ações apuram o favorecimento de empresas estrangeiras em contratos com Petrobras. Operação Abate investiga fraudes no fornecimento de asfalto para a Petrobras por uma empresa norte-americana, entre 2010 e 2013. Funcionários da Petrobras, o PT e, principalmente, Cândido Vaccarezza teriam recebido propinas que somam US$ 5…