Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Redução da maioridade penal vai contribuir para o crime organizado.

Reduzir a maioridade penal com o sistema penitenciário que temos no Brasil não vai reduzir a violência praticada por adolescentes, vai sim, inserir os jovens delinquentes na faculdade do crime em presídios medievais que temos em nosso País.
O clamor público, levado pelas noticias de crimes praticados por adolescente pede a redução da maioridade penal sem se preocupar com os resultados futuros, o problema é urgente porem demanda ações de médio e longo prazo, medidas de curto prazo (redução da maioridade penal) não resolve.
Existem dois caminhos, o primeiro seria a criação de estabelecimentos próprios para os adolescentes presos e condenados por cometimento de crimes com infra-estrutura adequada mantendo-os longe dos adultos criminosos, o adolescente pode sim ter consciência de seus atos, porém, ainda esta em formação e têm boas chances de ser recuperado e devolvido a sociedade, esta medida seria no caso da redução da maioridade penal, se ocorrer.
O segundo caminho seria um meio termo onde o menor infrator seria submetido a uma comissão de especialistas, psicólogos, psiquiatras, juízes, promotores e seu defensor, assim, após análise profunda de seus atos e comprovada sua consciência e razão no ato da prática do delito seria emancipado e então submetido a um julgamento justo e só então, se condenado, seria recolhido a uma penitenciária, também não resolveria o problema da violência, mas pode servir para inibir atos criminosos praticados por adolescentes até que se chegue a uma solução para o problema.
A simples e pura redução da maioridade penal da forma como esta o sistema penitenciário (comandando por facções criminosas) não vai resultar em nada além do aumento da população carcerária e mais problemas futuros com adolescentes bem “treinados” para o crime e ligados as facções criminosas que atuam nos presídios vão causar estragos ainda maiores na sociedade.
Aberto para discussão, escrevam seus comentário. (PolicialBR).

Comentários

  1. é melhor o presídio cheio vagabundo, do que um cemitério cheio de gente inocentes

    ResponderExcluir
  2. NÃO CONCORDO COM O EXPOSTO MAS ACEITO COMO IDÉIA PARA INICIARMOS UM AMPLO DEBATE, COMO ESCRITO NO FINAL DO TEXTO POR VSª. VOU REUNIR MEUS ARGUMENTOS PRÓ REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL E VOLTAREI PARA PUBLICÁ-LOS - PARABÉNS PELO TEXTO E PELA MANEIRA CLARA COM QUE DESCREVE SEUS ARGUMENTOS.

    ResponderExcluir
  3. Tem gente que nunca foi vitima e talves nunca seje pois mora em total conforto e vários de seguranças e carros blindados por isto que não defende baixar de 18 anos para 16 anos maior este país tem que mudar urgentissimo os marginais maiores e menores de 18 anos estão mesmo curtindo da nossa cara por saberem da certa e clara impunidade...

    ResponderExcluir
  4. também concordo que se reduzirem a maioridade penal, os presídios ficarão super lotados, afinal são muitos criminosos a solta,por isso além de reduzir a maioridade penal também deveria existir a pena de morte, ai esses "abençoados" andariam na linha

    ResponderExcluir
  5. Bela explanação e concordo com ela, sou a favor da redução da maioridade penal e para que ela ocorra tem de ter estrutura não basta mandar pessoas para a cadeia se isto resolvesse alguma coisa o mundo estaria livre das pessoas criminosas. Vejam na época da ditadura que as pessoas eram presas apanhavam da polícia eram torturadas e etc...mudou alguma coisa? Vejam a situação atual, se a violência fosse boa para combater violência a ditadura teria resolvido o problema. Um dos maiores problemas com relação a segurança pública são os próprios policiais e não sabem trabalhar só sabem usar de violência para poderem fazer o seu serviço.

    ResponderExcluir
  6. Não concordo...tem que mudar sim apelo até pela pena de morte se nescessario for...em especial de politicos corruPTos.

    ResponderExcluir
  7. hoje a criança de 12 anos tem inteligencia suficiente pra entender muitas coisas,a questão da maior-idade tem que se fazer valer nas leis a serem votadas,,12 anos tem que ser penalizado com cadeia seria.É CLARO QUE ALGUNS IDIOTAS QUE FICAM ATRAS DE UMA MESA ONDE SÓ LIDA COM PAPEL NÃO SABE O QUE É SER ASSALTADO POR ESTAS BESTAS HUMANAS,TAMBEM SÓ ANDAM EM CARROS BILNDADOS E FREQUENTAM LUGARES ONDE ELES NÃO TEM ACESSO,,VENHAM PRA PERIFERIA E SABERÃOO QUE TER UMA ARMA APONTADA NA CARA,,O PLANETA MUDOU E HOJE A CRIANÇA DE 4 ANOS JA SABE ACESSAR INTERNET,,,,SÓ OS IDIOTAS É QUE NÃO VÉ ISSO OU NÃO QUER VER É CLARO

    ResponderExcluir
  8. JÁ LI EM UM ESTUDO SOBRE PENITENCIARIAS E, A QUE MELHOR ATENDIA OS DIREITOS HUMANOS DO PRESO ERA NA SUÉCIA ATÉ CINEMA O PRESO TINHA DENTRO DO PRESÍDIO PORÉM TA A RESPOSTA:
    TANTO NA SUECIA QUANDO NOS PIORES SISTEMAS PRISIONAIS DO MUNDO, O PRESO QUE SE RECUPERA É EM TORNO DE 30% ISTO É, OS QUE COMETERAM CRIMES PASSIONAIS (DEVIDO O OCORRIDO) EX. O MARIDO QUE MATA A MULHER NA CAMA COM OUTRO.NO ENTANTO, CADEIA SERVE APENAS PARA PROTEGER QUE ESTA FORA, POR QUE QUEM ESTA DENTRO 70% QUANDO SAIR VOLTARÁ A COMETER CRIMES!

    ResponderExcluir
  9. Direcionado a postagem anterior: Falar de Policiais á fácil, que policiais não sabem trabalhar, que são truculentos, que isso que aquilo. Me diga a formula para tratar vagabundo, viciado, ladrão que não respeita ninguém. Digamos que na época da ditarua era ruim, policia truculenta como dizem... porém não existia essa criminalidade toda... converso com meu pai a respeito da ditadura, uma pessoa de família humilde até hoje, semi-analfabeto. Que sempre cumpriu com suas obrigações e que nunca se queixou da ditadura, que por sinal a elogia, e olha que ele não é e nunca foi militar. Morou em São Paulo na época, hoje tem 76 anos. O que vejo é que quem sofreu na ditadura são hoje a maioria políticos que tinham seus ideais e que hoje estão aí ocupando lugar de destaque, usando e abusando do dinheiro do povo. A ditadura foi ruim... isso é o que os políticos dizem, eles foram e são os principais beneficiados. Estudante da época que queria promover baderna, fumar maconha em via pública etc, etc... Tá aí o resultado.

    ResponderExcluir
  10. Pena de morte é o melhor, assim os presídios não vão ficar super lotados.

    ResponderExcluir
  11. Isso não será problema; até porque, o país está gastando uma fortuna imensa com construções de estádios, outra fortuna com os políticos; vão-se
    pelo ralo quantias "n fatoriais" com a corrupção
    e verbas "doadas" pelos empresários visando intereeses; não vejo porque não construir-se novos presídios para esses mine-bandidos.
    Vice-presidente do PMB-PE.
    José Maria Pessoa de Melo.

    ResponderExcluir
  12. Isso não será,jamais, problema! O país está gas-
    tando fortunas nas construçoes de estádios;
    outras fortunas com os políticos; " n-fatorial"
    com a corrupção, e tem mais, os políticos ines-
    crupolosos recebendo doações de empresários por
    diversos fatores, ou sejam: interesses dos doadores, reeleiçoes e até para locupletar-sem....
    Vice-presidente do PMB-PE.
    José Maria Pessoa de Melo.

    ResponderExcluir
  13. A redução da maior idade penal não resolve a violência, sim pena de morte prá todos, assim resolve!

    ResponderExcluir
  14. REDUÇÃO PARA 16 ANOS NÃO RESOLVE; O CERTO SERIA INSTITUIR A PENA CAPITAL POR FUZILAMENTO EM PRAÇA PÚBILCA, QUEM SABE TERÍAMOS UM POUCO DE PAZ.

    ResponderExcluir
  15. concordo que o menor, quando comete um crime bárbaro tem que responder como maior, ou seja, não precisa reduzir a idade, basta condenação máxima, sendo que cumpre uma parte da pena até completar a maioridade na fundação casa e o restante da pena nas penitenciarias, sem redução de pena, e trabalhando duro para pagar sua alimentação e outros gastos, bandido não pode ter mordomia, trabalhando duro, após cumprir a pena, quero ver se ele quer voltar para a cadeia, agora que adianta reduzir a idade, ele vai sair quando completar a maioridade, bem mais escolado para cometer novos crimes, e se for novamente preso sabe que vai ter todas as mordomias, mordomias essas paga por cada um dos cidadão brasileiro trabalhador, que além de ser morto pelos marginais, a família ainda tem que sustentar o matador de seu ente querido, fora o superfaturamento gastos para sustentar os vagabundos e políticos.

    ResponderExcluir
  16. Realmente a redução da maioridade penal não irá resolver. O Estado não fornece a segurança necessária para o cidadão de bem, mas gasta com delinquentes que vivem na ociosidade, comendo e bebendo as custas do povo. Pelo andar da carruagem, para se solucionar o problema a sociedade tem que fazer justiça com as próprias mãos. Como exemplo, poemos citar o caso dos matadores da dentista. O povão deveria, ao invés de chamar a policia, pegar os vagabundos e atear fogo neles também. Só assim resolveremos esse problema.

    ResponderExcluir
  17. Isso é fácil de comparar: Um trabalhador braçal que fica no pesado e chega em casa triturado, não vê a hora de pegar sua desejada aposentadoria, ao contrário de quem trabalha no bem bom, premiados de vários itens que o favorecem, nem pensam em aposentar, pelo contrário, querem continuar nos cargos, com todas as mordomias. É a mesma coisa, quem anda super protegido, acham que não devem reduzir maioridade, agora quem vive sem segurança alguma e ainda é aconselhado a não reagir e também não poder andar armado, é lógico que querem de alguma forma dificultar as ações criminais. Que se dane, construa um, dois, treis, dez ou mil presídios, pelo menos com bastantes presídios, os criminosos ficarão é prêsos e não às soltas.

    ResponderExcluir
  18. DO JEITO QUE AS OPINIÕES SE DIVIDEM,É MELHOR DEIXAR COMO ESTÁ AFINAL OS MENINOS TEM QUE MATAR,ROUBAR,QUEIMAR,E NÓS OS GRANDES PENSADORES CONTINUAMOS ESCREVENDO ABOBRINHAS AQUI!
    TEM ESTADO AMERICANO QUE O JUIZ DECIDE COMO VAI JULGAR UMA CRIANÇA PELOS SEUS CRIMES,AQUI NO BRASIL FICA ESTA PALHAÇADA ENQUANTO OS MENORES SE FAZEM ACORDA POVO INTELIGENTE!!

    ResponderExcluir
  19. não vamos confundir as coisas no tempo da ditadura, a policia controlava os disturbios civis,dando apoio ao exercito e o enfrentamento era com pessoas que queriam implantar o comunismo no brasil e nao faziam manifestações pacificas. Hoje a policia combate bandidos armados, muitas vezes melhor armados que a policia e com certeza a policia tem que tratar esses marginais do mesmo jeito que eles tratam os cidadãos.Quem fica sentado dentro de salas com ar condicionado fazendo análises da situação nao sabe o terror que esses marginais cometem nas ruas.

    ResponderExcluir
  20. Os Governantes defenderam ferozmente que os "Di Menor" pudessem ter o direito de voto, porque será que esses mesmos governantes não querem reduzir a idade penal desses delinquentes?

    ResponderExcluir
  21. Lendo estes comentários vejo que é preciso melhorar o nível da polícia...:( ufa :( quanta bobagem...

    ResponderExcluir
  22. Eu sinceramente acho que a punição deveria ser feita conforme o crime, sem idade específica. Não importa se tem 10, 12, 16 ou 18 anos, se cometeu um crime violento, com morte ou tortura, deve ser tratado como o criminoso que é, cadeia ou pena de morte...chega de passar a mão na cabeça de bandido.

    ResponderExcluir
  23. Não concordo com tal afirmação, pois ao inves de encaminhar os jovens para o crime organizado vamos sim afasta-los do crime em geral, pois assim terao certeza que serão punidos. Se preciso for manda prender esses menores nos elefantes brancos que estao em construção para a copa do mundo e olimpiadas, pois se tem bilhoes para jogar fora assim, entao poe estes jovens para cuidar destes elefantes. Para de roubar o dinheiro publico e constroi presidios. Mais uma: duplica ou triplica a pena de maiores que usarem menores em suas quadrilhas, principalmente no caso de crimes violentos em que os maiores das quadrilhas responderão pelos atos dos menores com as penas aumentadas. Pronto, taí a solução, assim nimguem mais vai querer um menor em sua quadrilha, pois ao inves de ser vantagem, vai ser prejuizo para os criminosos... Major Caixeta - PMGO

    ResponderExcluir
  24. Pena de morte para esses vagabundos di menor assim o Estado não vai ter gasto.

    ResponderExcluir
  25. MEU DEUS PERDOA ELE, POIS ELE NÃO SABE O QUE ESCREVE, não tive nem o estimulo para terminar de ler tanta bobagem em um só artigo, acredito que ele colocou isso só pra ver quantas pessoas postariam pois é impossível uma pessoa em sã consciência escrever estes ABSURDOS.

    ResponderExcluir
  26. PRA QUEM NUNCA TEVE UMA ARMA APONTADA POR UM MENOR, PRA SUA CABEÇA,
    É MUITO FACIL DEFENDER ESTES BANDIDOS DE IDADE INFERIOR A 18 ANOS,SERÁ QUE OS PAIS DÁQUELA DENTISTA QUE FOI MORTA BRUTALMENTE POR UM [MENOR]
    PENSA COMO CERTOS MERDAS QUE VEM AQUI DIZER QUE É BOBASEIRA O QUE CERTOS CIDADÃOS VEM POSTAR??
    E SE FOSSE SUA FILHA,SERÁ QUE AS OPINIÕES SERIAM AS MESMAS??
    QUER SABER O QUE O INDIO SENTE?
    DE UMA VOLTA COM SEU MOCASSIM.

    ResponderExcluir
  27. A maioridade penal e a revisão do código penal fazendo leis mai duras, para que os delinquentes saibam que o crime não compensa são necessárias,acabar com este maldito auxilio reclusão, já não basta os gastos que temos com o criminoso preso!!! . A adm publica não tem condições de gerir o sistema penitenciário, muito desvio de verbas e condenados vivendo em péssimas instalações prisionais,tem que privatizar o sistema e dividir presos por idade, grau de periculosidade e sexo, não temos agora que se preocupar com jovens adolescentes em presídios de adultos, mais que a população de bem deixe de ser agredida e morta por jovens criminosos, cientes da impunidade que as leis atuais lhes dá.

    ResponderExcluir
  28. esses que estão criticando os nossos comentários é porque tem filhos menores bandidos, pois a grande maioria do povo brasileiro concordam plenamente com esses comentários, se você que esta criticando tivesse uma filha queimada viva por causa de trinta reais, filha que sustentava os pais e uma irma deficiente, com certeza não estaria criticando e sim apoiando para que esse tipo de crime e outros, eles, menores e maiores focem condenados a pena de morte, assim não dariam despesas para proporcionar mordomias a esses criminosos, despesas essas pagas com o suor do trabalhador brasileiro honesto, é pena de morte e presídios vazios.

    ResponderExcluir
  29. A "maioridade penal" tem que acabar, nunca deveria ter existido. O indivíduo que tem a capacidade e ousadia para cometer crime ou contravenção penal, têm que ter uma punição, uma represália, independente de sua idade(tenha ele um ou cem anos). É uma questão de aprendizagem, educação. E para os reincidentes o "caldo" tem que engrossar.

    ResponderExcluir
  30. Eu apoio a redução de maioridade ve com urjencia pois não conseguimos mais andar sossegado nas ruas, pois os mesmos não tem mais medo da polícia e tão pouco da justiça. OS quesão contras não sofre estes danos físicos e morais é porque vive uma vida regaço, com seguranças e comodidades, e os demais são babões de politricos e os prôprios familiares destes famigerados bandidos conhcidos como menores sem responsabilidade de nada com aquilo que pratica. quanto ao sistema carcerários que muitos que estão administrando e governos estão satisfeitos com assintuação pois rendes muitos lucros e são eleitos com estas desgraças do povo.Viu como é dificil concertar estas coisas.
    Quando aparecer alguem que tenha coragem para concertar, ai o bicho vai pegar, ou ele desaparecará para sempre.

    ResponderExcluir
  31. Engraçado é sempre essa ladainha de presidios sucateados e tal, e ninguém cobra dos governos essa melhora? cadê ministério público nessa hora? poder judiciário, deputados e senadores para cobrar o executivo? teve uma juiza que mandou fechar uma cadeia publica no interior de sp, e o governador não ousou em abrí-lá..então cade um unicozinho orgão pra cobrar esses governantes? pra fazer estadio é uma beleza...mas pra reformar e construir presidios..

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do site PolicialBR, elas obedecem os princípios da liberdade de expressão.


| Mais Acessados na Última Semana |

PL 920: uma bomba atômica no funcionalismo público que Alckmin quer ver aprovado a todo custo.

O governador Geraldo Alckmin protocolou na quinta-feira, 5/10, o Projeto de Lei 920/2017, que representa uma verdadeira bomba atômica no Estado de São Paulo, sobretudo um verdadeiro ataque aos servidores estaduais e à prestação de serviços públicos. Publicado no Diário Oficial já no dia seguinte, o PL formaliza a renegociação da dívida de São Paulo com a União, ampliando o prazo de pagamento.
            Em contrapartida, o Estado se compromete a cumprir as exigências do governo federal, que impõe um verdadeiro arrocho salarial sobre os servidores públicos. Essa cruel punição aos servidores foi aprovada no ano passado pelo Congresso Nacional. Seu embrião foi o PLP 257, apresentado pela presidente Dilma, que depois foi maquiado pelo governo Temer e transformado na Lei Complementar federal 156/2016.
            Se o PL 920 for aprovado – e espero que não seja –, haverá um congelamento não só de salários, mas também da evolução funcional de todos os servidores estaduais, ficando suspens…

GENERAL QUE COMANDA A ABIN FALA EM VAZIO DE LIDERANÇAS E ELOGIA FEITOS DA DITADURA

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional do governo Temer, Sérgio Westphalen Etchegoyen, causou incômodo em parte da comunidade diplomática durante uma palestra no Instituto Rio Branco. O general sugeriu “medidas extremas” para a segurança pública, elogiou feitos dos anos de chumbo e disse que o país sofre com amoralidade e com patrulha do “politicamente correto”.
Etchegoyen começou a fala de quase duas horas contando que tinha sido soldado por 47 anos e que era por essa ótica, militar, que enxergava e
interpretava o mundo. Depois do alerta, tentou quebrar o gelo:
“Sou da arma de cavalaria e tem um problema que a ausência do meu cavalo reduz minha capacidade intelectual em uns 45, 40 por cento”, começou general da reserva que comanda, entre outros órgãos, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A plateia, majoritariamente composta por futuros diplomatas, riu discretamente.
Foi um dos poucos momentos de descontração. No restante do tempo, segundo pessoas que estiveram present…

Alckmin propõe reajuste de 7% para policiais

ATENÇÃO- ATENÇÃO ESTA NOTÍCIA É DO ANO DE 2013 E ESTA CIRCULANDO NAS REDES SOCIAIS COMO SENDO ATUAL

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta sexta-feira, 13, o envio à Assembleia Legislativa de um projeto de lei que concede aumento salarial de 7% para os membros da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Técnico-Científica. O reajuste também será estendido aos agentes penitenciários. Aposentados e pensionistas das quatro categorias também terão o mesmo benefício. No total, serão beneficiados 172 mil policiais militares, 53 mil policiais civis e 33 mil agentes penitenciários. O custo para o Tesouro do Estado será de R$ 983 milhões por ano. Esta é a terceira vez que o governador Alckmin concede aumento salarial acima da inflação do período. Desde o último reajuste, o índice oficial de inflação acumulada é 5,66%. Em outubro de 2011, os policiais tiveram 15% de aumento retroativo a julho de 2011. Em agosto de 2012, o aumento foi de 11%. Com a nova proposta, o reajus…

Policial civil morto em mega-assalto a empresa de valores é enterrado

Vítima foi morta a tiros durante ação dos criminosos que explodiram sede da Protege em Araçatuba (SP). Policial estava de folga. O corpo do policial civil André Luís Ferro da Silva, morto durante o mega-assalto a empresa Protege em Araçatuba (SP) nesta segunda-feira (16), foi enterrado na manhã desta terça-feira (17) em um cemitério particular da cidade. Ferro tinha 37 anos e foi baleado durante a ação. Ele foi socorrido com vida, mas morreu durante atendimento na Santa Casa. Silva era investigador e integrante do Grupo de Operações Especiais (GOE), e deixou filhos e a esposa.
O velório da vítima foi feito em um salão de uma funerária em Araçatuba e, do local, o caixão seguiu em um caminhão do Corpo de Bombeiros em cortejo com viaturas das polícias Militar e Civil até o cemitério. Segundo a Polícia Militar, o policial civil estava de folga do serviço e foi ao local para ver o que acontecia após ser chamado pelos pais, que moram perto da sede da Protege.
O grupo criminoso, cerca de 40 la…

Cabo da PM é preso após pegar bastão de tenente

O caso ocorreu neste domingo (15) no 9º Batalhão de Polícia Militar do DF, no Gama. O homem ficou detido por três horas na Corregedoria.
A Corregedoria da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) apura um atrito entre um cabo e um tenente do 9º Batalhão, no Gama. O cabo teria recebido voz de prisão porque, segundo o tenente, pegou o seu bastão sem autorização. O caso ocorreu neste domingo (15/10), por volta das 16h. O oficial deu voz de prisão ao subordinado após alegar que o bastão pertencia a ele. O cabo, por sua vez, disse que tinha ganho o mastro de presente de outro policial. Foi, então, que o chefe retrucou e mandou ele guardar o objeto na reserva. No entanto, o subordinado alegou que só o faria se houvesse uma ordem feita por escrito. Neste momento, o tenente lhe deu voz de prisão por desobediência.
O cabo foi encaminhado à Corregedoria onde ficou detido por pouco mais de três horas. Após a verificação dos fatos, ele foi liberado. O tenente, por sua vez, pode será investigad…