Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


PolíciaBR apóia:

Há 2 anos e quatro meses o 38° Batalhão não dá um tiro

Os 350 policiais do 38º BPM (Três Rios - RJ) atingem marca história no estado: dois anos e quatro meses sem dar um tiro. “Não estamos nem no padrão europeu, pois a polícia britânica matou o Jean Charles (brasileiro morto por engano, ao ser confundido com terrorista, em 2005). Presumo sermos como os japoneses, que também não atiram. Aqui, o marginal ainda tem muito respeito pelo PM”, analisou o comandante do 38º BPM, tenente-coronel Marcelo Quinhões, à frente da unidade há um ano e seis meses. Para combater a criminalidade, o trabalho dos PMs é feito em parceria com a Polícia Civil, o Ministério Público e a Justiça. Em Três Rios, que tem população flutuante de 400 mil pessoas, a Secretaria de Ordem Pública investiu em um serviço que inclui sistema com 53 câmeras, com linha direta com o batalhão e a 108ª DP (Três Rios). A policia civil da região de Três Rios, salienta que há 10 anos não dá um tiro se quer, e tem altos índices de elucidações de homicídios!O combate à criminalidade na região Centro Sul fluminense, no entanto, é intenso. Só no ano passado, houve 609 prisões, com 453 registros de apreensões de drogas, segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP). Nos últimos dois meses, 118 suspeitos foram detidos. Porém, as ações chamam a atenção pela ausência de autos de resistência — quando supostamente há reação à ação da polícia. Fonte pesquisa: Jornal O Dia. Para conseguir os resultados, o batalhão também conta com o apoio constante da população. O entrosamento entre os moradores e os policiais resulta em um trabalho de parceria, o que permite ações de investigação mais apuradas. Na cidade, as principais ocorrências giram em torno de furtos - foram 825 casos em 2012. Portanto é possível sim termos uma policia severa e equilibrada. O bandido não teme nossa policia, quem teme a policia são os cidadãos de bem! O medo é enorme dos não policiais que estão fardados, armados, munidos e com autorização para atirar em qualquer situação. Atira primeiro, 20 anos depois responde pelo ato, assim está acontecendo no estado de Goiás! O bandido não mais acredita que a policia vá realizar a prisão passivamente, então já recebe a policia á bala, a policia sabendo que o bandido está armado, não pensa duas vezes antes de enviar mais um ao IML. E assim, os noticiários estão repletos de confrontos entre policiais e bandidos, e quase sempre sobra pra um ou outro cidadão que por azar estava próximo á esse fogo cruzado! Pra que essa batalha sangrenta que existe no nosso estado terminar, o legislativo precisa trabalhar e criar leis mais duras em relação ao tempo do infrator na cadeia, há casos que a policia prende o mesmo bandido duas vezes na semana. Isso deixa os policiais sem credibilidade e torna o bandido confiante que, se algo der errado, terá outras dezenas de oportunidades, e que logo retornará ao mundo do crime. Há casos bizarros, bandidos com 3 ou mais condenações, praticando assalto, matando, sendo que estava solto, com apoio da liberdade condicional! Sugiro quê: quem for assaltado, for lesado, ou algo ainda mais extremo, cometido pelos bandidos que foram pra ruas com aval do judiciário poderá cobrar indenização do Estado. Que o estado pague todo prejuízo financeiro, moral, e psicológico, que o cidadão de bem é covardemente submetido. O estado é o único responsável por criar condições para sermos alvo de marginais que já foram presos, julgados e condenados, mas estão fora da cadeia! A grande verdade é que os cidadãos de bem estão sitiados, estão cumprindo pena em liberdade condicional, e não podem de forma alguma descumprir horários estipulados pelos bandidos, portanto, temos que estar em casa até ás 20 horas, sair pra trabalhar pela manhã, e retornar novamente ás 20, nesse período que estamos fora de casa “cela’’, corremos sérios riscos que ocorra assaltos ou sermos vitimas de bala perdida nos confrontos entre policia e bandidos. Há também o risco de sermos atropelados pelos bandidos em fuga ou pela policia em perseguição. Portando, salve-se quem puder, ou mude pra onde os bandidos respeitam a policia e judiciário, onde o legislativo dá suporte ás autoridades. Três Rios é uma possibilidade, por lá a paz reina, há quem manda e quem obedece!

(André Junior, membro – União Brasileira De Escritores/Goiás/Ube-GO)

Comentários

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.
Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta. Uma das paginas chegou a retirar as avaliações para evitar que as pessoas vissem que o banco esta com péssima qualidade.
Veja os vídeos
Fonte Folha Online

Com 1 milhão da Lei Rouanet, Santander Cultural promove exposição violando Santidade de Jesus e incentivando pedofilia.

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia. Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais. No link do site do Ministério da Cultura a seguir, você confere o processo de concessão do benefício fiscal da Lei Rouanet da grana que o Banco Santander usou para financiar a exposição, o que significa que a instituição financeira não recolheu impostos sobre esse valor: Veja aqui

Veja os vídeo sobre assunto:










Matéria atualizada em 13SET17 FOLHA DE SÃO PAULO Após protesto, mostra com temática LGBT em Porto Alegre é canc…

Tardia e justa promoção, 25 anos depois, PMs do que atuaram no Carandiru são promovidos por mérito.

Três réus pelo massacre trocaram de patente. Secretaria não explica critério. Vinte e cinco anos após o massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992, ao menos três policiais militares da ativa, réus pela chacina que resultou na morte de 111 detentos, tiveram suas últimas promoções por "merecimento".  Para trocar de patente — e consequentente ter um nível hierárquico mais alto e uma remuneração-base maior —, policiais militares podem ser promovidos por "merecimento" ou por "tempo de serviço". De acordo com o Diário Oficial do Estado de 15 de dezembro de 2016 — dois meses após serem anulados os quatro júris que condenaram 74 policiais pelo massacre —, Jair Aparecido Dias dos Santos foi promovido por merecimento de 1º sargento a subtenente. O policial é um dos 15 réus pela invasão do terceiro andar do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. Oito presos foram mortos no andar. Um ano e meio antes, em 2015, quando a condenação ainda não havia sido revogada …