Pular para o conteúdo principal

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Câmara de SP cria comissão e divide direitos humanos e segurança

Comissão foi dividida para abrir novo espaço para novos vereadores.
Ex-comandante da Rota, Coronel Telhada reivindica presidência.
A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na terça-feira (3) o projeto de resolução 11/2013 que cria a comissão extraordinária permanente de Segurança Pública, criada a partir do desmembramento da Comissão Extraordinária de Direitos Humanos, Cidadania, Segurança Pública e Relações Internacionais.
Ex-comandante das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, o coronel reformado e vereador Paulo Telhada (PSDB) é candidato a presidir a nova comissão. 
"Se eu puder ser o presidente, creio que tenho experiência suficiente para isso, mas os outros colegas também são pessoas aptas."
O vereador Ari Friedenbach (PPS) reivindica espaço na mesma comissão.
A proposta de mudança da comissão partiu do PSDB e tem apoio do PT e busca solucionar um impasse criado com a insatisfação de parte dos vereadores com a presença de um ex-coronel da Rota na Comissão de Direitos Humanos.
Telhada reclamou do posicionamento de vereadores que se opuseram à sua presença na comissão de direitos humanos.
Quando se falou nessa cisão, não concordei muito porque achei que foi uma espécie de preconceito contra policiais na comissão de direitos humanos", disse Telhada.
O coronel reformado disse que acabou convencido por colegas que alegaram que, por ter muitos ex-policiais na Câmara, seria interessante ter uma comissão específica de segurança pública. "Realmente esse argumento é muito válido", afirmou.
Do G1 São Paulo

Comentários

  1. Como é que pode um cara que nunca esteve preocupado com Direitos Humanos, sempre deu tapa na cara dos pobres coitados agora quer ser presidente da comissão, é o fim mesmo, o Brasil realmente não é um País sério!.....

    ResponderExcluir
  2. a segurança nao tem quem pense por ela colocando-a no seu contexto historico pois politica nao se substancia no imediatismo é um processo de evoluçao o que nao esta ocorrendo com a segurança que nao se dá ao respeitoseu passado e sua origem beira o estatuto das forças armadas queassumindo sua posiçao é anti-democratica e os politicos sabem por isso fez-se surgir outra constituiçao entao estao agindo sem organizaçaoe seu rival quer aumentar seu poder em cima da desordem da segurança que com isso abre a sua guarda

    ResponderExcluir
  3. Em referencia ao comentário do ANONIMO:
    - A polícia seja ela militar ou civil, ao exercer seu papel na sociedade está sim preocupada com direitos humanos, pois ao tirar das ruas os criminosos os direitos humanos esta sendo preservado... Neste país já virou rotina lembrar de direitos humanos somente quando os infratores são postos em seus devidos lugares.

    ResponderExcluir
  4. A maldita elite, continua pensando que esta no tempo daa escravidão; onde se matava por nada.
    Elite podre, acabou a manutenção do poder a força. Os seres humanos, têm valores alem dos economicos.

    ResponderExcluir
  5. Srs, defensores dos marginais!! DURA É A LEI, PIOR SEM ELA..ENTÃO PAREM DE RECLAMAR. POIS, QUANDO ALGUÉM ASSALTA VCS NAS RUAS PARA QUEM LIGAM??? PARA A POLICIA ATRAVÉS 190 OU PARA O CHEFE DO TRAFICO? VCS SÓ SABEM, CRITICAR A POLICIA, SE COLOQUEM NO LUGAR, POIS, ESSES PROFISSIONAIS COLOCAM SUAS VIDAS PARA PROTEGER, PESSOAS COMO VCS, QUE SÓ DÃO VALOR AOS CRIMINOSOS. SAIBAM QUE, PROTEGER MARGINAL TAMBÉM É IGUAL A ELES!!! CHUPA QUE É DE UVA!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Para "comemorar aniversário", PCC planeja matar juiz, procurador, delegado e agentes

dia 31 de agosto, data em que a facção criminosa faz aniversário de 24 anos. O PCC (Primeiro Comando da Capital) planeja matar um juiz federal, um procurador da República, um delegado federal e pelo menos quatro agentes penitenciários de Porto Velho (RO) até o
A maior facção criminosa do país já matou três agentes penitenciários federais, entre setembro de 2016 e maio deste ano, de acordo com investigações da PF (Polícia Federal). Para executar os atentados, o PCC criou células de inteligência que, entre outras ações, monitoram a rotina dos agentes públicos escolhidos como alvos.
A informação sobre a possibilidade de novos assassinatos consta em ofício assinado pelo diretor do presídio federal de Porto Velho, Cristiano Tavares Torquato, a cujo conteúdo o UOL teve acesso com exclusividade. O documento foi encaminhado no último dia 17 de agosto ao superintendente regional da Polícia Federal de Rondônia, Araquém Alencar Tavares de Lima. A reportagem confirmou a veracidad…

Polícia Civil decide hoje se cruza os braços a partir de amanhã

Executivo local reforça que, neste ano, não tem dinheiro para pagar o reajuste salarial pleiteado pelos agentes.Policiais civis podem entrar em greve ou interromper serviços essenciais para a população a partir de amanhã. Em uma assembleia com indicativo de greve, marcada para as 14h de hoje, a categoria deve decidir o que fazer para pressionar o governo a conceder o reajuste salarial pleiteado desde o ano passado. Eles reivindicam a manutenção da paridade salarial com a Polícia Federal, que conseguiu reajuste de 37% parcelado em três anos.

Na semana passada, policiais civis se reuniram com o chefe da Casa Civil, secretário Sérgio Sampaio; a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos; o secretário interino de Fazenda, Wilson de Paula, além dos deputados distritais e agentes da Polícia Civil Wellington Luiz (PMDB) e Claudio Abrantes (sem partido) e o deputado federal Roney Nemer (PP-DF). O deputado distrital Wasny de Roure mandou representante.
Durante o encontro, o Exec…

Vaccarezza é preso em nova fase da Operação Lava Jato em São Paulo

Ex-deputado, que deixou o PT, foi líder dos governos Lula e Dilma. Segundo o MPF, ele recebeu a maior parte de um total de propina que soma US$ 500 mil. O ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados Cândido Vaccarezza, que deixou o PT, foi preso nesta sexta-feira (18) em São Paulo. Ele é alvo da Operação Abate, uma das duas novas fases da Operação Lava Jato deflagradas nesta manhã. A prisão é temporária, válida por cinco dias. Por volta das 9h, Vaccarezza estava em casa sob custódia da PF. Ele deve seguir para Curitiba ainda nesta sexta. O G1 tenta contato com a defesa do ex-deputado, com PT e com as empresas citadas. Principais pontos das investigações Ações apuram o favorecimento de empresas estrangeiras em contratos com Petrobras. Operação Abate investiga fraudes no fornecimento de asfalto para a Petrobras por uma empresa norte-americana, entre 2010 e 2013. Funcionários da Petrobras, o PT e, principalmente, Cândido Vaccarezza teriam recebido propinas que somam US$ 5…

PM morre ao ser atingido por caminhonete e motorista alega ter comido bombom de licor em SP

Acidente ocorre na Rodovia Rio-Santos, em Bertioga, litoral paulista. Um policial militar aposentado morreu ao ser atingido por um veículo na Rodovia Rio-Santos, em Bertioga, no litoral de São Paulo, na noite de quarta-feira (17).  A vítima estava em uma motocicleta, que foi lançada para um matagal após a colisão. O acidente ocorreu no Km 206, segundo informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR). O motociclista foi atingido por uma caminhonete, que seguia em sentido contrário. Ele foi lançado para as margens da rodovia e ficou gravemente ferido com o impacto.
Adilson Gonçalves Souza Cardoso, de 49 anos, foi socorrido às pressas para o Pronto-Socorro de Bertioga, mas morreu ao dar entrada na emergência da unidade de saúde. O condutor do carro que o atingiu, um homem de 36 anos, permaneceu no local do acidente após o ocorrido. Testemunhas disseram à polícia que flagraram o motorista realizando ultrapassagens na pista antes do acidente. Na caminhonete, os agentes localizaram garrafas e …