Pular para o conteúdo principal

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

GOVERNO DESESPERADO QUER CONTRATAR POLICIAIS TEMPORÁRIOS

O governo do Estado em forma de desespero quer contratar policiais em regime de designação temporária (DT), como já é feito no magistério. A proposta é selecionar de 1.000 profissionais para atuar em guardas e plantões internos nas companhias da Polícia Militar. Dessa forma, o governo espera liberar policiais efetivos que ocupam esses postos para reforçar a segurança nas ruas.
Os salários poderão ser de R$ 2.421,76 igualando a mesma remuneração dos efetivos da PM que já esperam há algum tempo o realinhamento salarial prometido pelo governo e até então nada foi feito no cumprimento da promessa que foi feita para ser cumprida.
“Estamos mais uma vez após seis anos discutindo o mesmo assunto já amplamente discutido anteriormente e que como bem sabemos não deu certo nos estados onde foi implementado, querem criar um pseudo soldado e vestir os mesmos com a mesma farda da briosa PMES pagando aos mesmos uma ninharia e deixando os (DTS) sem nenhuma perspectiva de carreira, nós vamos mostrar para a sociedade o quanto este governo está perdido na Segurança Pública ao trazer uma ideia retrógrada como esta, se em seis anos não resolveram o problema será que é agora que resolverão? Porque não destinam verbas aos que querem regressar ao serviço ativo pra desempenhar estas funções”, destaca Gava.
Salientamos ainda a inconstitucionalidade do referido projeto que fere de morte a Constituição do Estado do ES no "Art. 44 O exercício das funções de Policial Militar e de Bombeiro Militar é privativo do servidor público militar de carreira, recrutado exclusivamente por concurso público de provas e títulos, submetido a curso de formação específica." não é possível que o próprio governo queira descumprir a Constituição que deveria proteger e cumprir com um projeto desta natureza.
Para o secretario de Segurança Pública, André Garcia essa medida é uma forma emergencial de restabelecer o equilíbrio e aperfeiçoar o trabalho da PM, que conta hoje com 7.700 policiais efetivos. O projeto foi encaminhado a Assembleia Legislativa para ser votado pelos deputados.
Para muitos esta medida demonstra total despreparo de quem está à frente da Segurança Pública no Estado. Imaginem uma pessoa contratada por um período de um ano, tendo a disposição arma, viatura e todas as prerrogativas de um policial militar, sem estar sob um regulamento. Qual o compromisso que ela terá? Qual o grau de responsabilidade com a instituição e com a comunidade ele terá, sabendo que em poucos meses deixará de ser policial?
Pensar nisso causa certa preocupação a população. A falta de estrutura capaz de formar novos soldados em números suficientes é resultado de omissão dos gestores da segurança que há anos fecharam os olhos para esta demanda e isso gerou a defasagem hoje existente dentro da PM. É fundamental que todos os militares saibam que a PM já possui a ISEO e os militares que voltaram da reserva para a ativa, além do bônus pecuniário, sendo pagos com a rubrica de custeios da PMES, o valor previsto na referida rubrica garante o pagamento destes serviços já empenhados até um limite, será que é suficiente para pagar o ano todo?
“Nós não nos calaremos diante destas medidas desesperadas e que prejudicam a nossa briosa PMES, estes políticos passam e a PMES permanece, nos respeitem”. Finaliza Cabo Gava.


A minha parte eu estou fazendo, agora quero solicitar aos companheiros(as) que também defendem a prerrogativa dafunção policial militar que está sendo achincalhada com este projeto impositivo e irracional a comparecer na ALES a partir de segunda feira 18-03-2013 as 11hs na reunião da Comissão de Segurança Pública, onde demonstraremos aos Deputados a nossa insatisfação, lembrando a todos que a previsão do projeto são pra 1.000 vagas. Conto com a sua participação, juntos mostraremos a nossa força.

ACS/PMBM/ES
Matéria sugerida através de seja um postador do nosso blog.
Participe você também sugerindo ou escrevendo sua matéria.


Comentários

  1. O efetivo da PMESD esta tão defasado, que há 24 anos o efetivo total era cerca de 8500 integrantes.

    ResponderExcluir
  2. ENTENDEMOS A MENSAGEM MAS, NÃO PODEMOS ESPERAR
    DA GRANDE MASSA QUE AINDA NÃO TEM ACESSO DIRETO ÀS UNIVERSIDADES DITAS PÚBLICAS NO BRASIL, QUE SI
    SIGAM O ESPÍRITO INTRÍSSECO NAS PALAVRAS SUPRAS.
    PODERÍAMOS INVERTER O SEGUINTE:
    01 (SOLDADO > CABO > SARGENTO > SUBOFICIAL) salário igual ao DEPUTADO;
    01 DEPUTADO salário igual a 01 (SOLDADO > CABO > SARGENTO > SOBOFICIAL.
    Então teríamos segurança de fato em todas as unidades da federação. Mas antes teríamos de con-
    sultar ao povo brasileiro!

    ResponderExcluir
  3. logico tem que por mas policia mas que vai mudar estes bandido cadeia perpetua uma lei rigorosa que nem na eua dai unico mede lei urgente governador presidente

    ResponderExcluir
  4. Meu querido é simples, é so o governo desentocar milhares de policiais que estão desconcomissados com a segurança publica.
    De que forma?
    Simples basta pagar uma gratificação para os POLICIAIS QUE EXERÇAM atividade operaçional (ja que salarios não vamos ter nunca).
    Ah mais ai seria injusto para os administrativos.
    Não quando um administrativo criar coragem e quiser trabalhar na rua é so pagar o proporcional ao dia trabalhado.
    Nossa não entendeu ainda?
    Trabalhou um dia ganha um dia equivalente a gratificação.
    Funcionou com a atividade delegada não funcionou.
    então para trabalhar no operacional os ligeiros não querem mais para puxar umas horinhas ganhando ai da nè?
    Então simples é, então pque não por em pratica.

    ResponderExcluir
  5. MELHORAR A MAQUINA ADMINISTRATIVA É BOM,AGORA TEM QUE TIRAR ESTES BANDOS DE COÇA SACO QUE SÓ SABEM ENRROLAR NA PM

    ResponderExcluir
  6. Creio que as Polícias no Estado do Esp. Santo não vão melhorar nunca. É pura política. A Polícia não é valorizada como deve ser. Salários baixos e condições de trabalho ruim.
    Há uma escala extra que quase todos os policiais tiram como forma de complemento salarial. Com isso, policiais civis e militares ao invés de passarem seus dias de folga com a família vai para escala extra. Essa escala foi criada para cobrir a falta de efetivo. Com isso os policias tem menos dias de folga, são sacrificados, trabalham cansados e o Estado gastando menos pois contratar efetivos fica mais caro.
    Agora essa de contratação por designação temporária de policiais. Vai ser um caos.
    Imagine a contratação temporária onde o Estado vai ter que gastar com treinamentos e cursos indispensáveis aos policiais. No fim de um ou dois anos da vigência do contrato esse policial é demitidos e novos contratados terão que passar pelo mesmo treinamento. E o custo disso como fica?; E os policiais efetivos nessa história como ficam também?. Com certeza vão ficar sem aumento salarial, mais serviço devido a criminalidade que aumenta a cada dia, stress funcional, doenças que aparecem, "bicos" que fazem para complementação salarial. è como eu disse. Vai ser um caos.

    ResponderExcluir
  7. VALORIZEM OS PMS CADEIRANTES,DEFICIENTES,ENFIM VALORIZEM AQUELESQUE ESTÃO LÁ SE SENTINDO INUTILIZADOS COM CERTEZA VALORIZEM OS PROFISSIONAIS DE FATO E BOTA NA RUA O BANDO DE PELA SACO QUE SE TEM 10ANOS DE POLICIA 8É ADM AI É FODA........

    ResponderExcluir
  8. Aqui em São Paulo tem policial temporário administrativo, até que os meninos são bons, mas é regime de escravidão, eles não tem 13º, férias e nem tipo de beneficio trabalhista, e quando começam a pegar o serviço e ficar bons, dá o tempo e vão embora. Também sou a favor de valorizar os deficientes para trabalhar no serviço administrativo ( com aposentadoria é claro) e colocar os maçanetas nas ruas para patrulhar.

    ResponderExcluir
  9. Ôpa, aí não.... sou maçaneta há dois anos, vou me aposentar daqui há um mês. Dei muito sangue nas ruas, durante todos os meus 28 anos de serviço na Rua, e agora, "desacelerando" e depois de uma cirurgia grave no joelho, precisei trabalhar internamente. Não sou vagabundo. Não vamos generalizar, pessoal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

Para "comemorar aniversário", PCC planeja matar juiz, procurador, delegado e agentes

dia 31 de agosto, data em que a facção criminosa faz aniversário de 24 anos. O PCC (Primeiro Comando da Capital) planeja matar um juiz federal, um procurador da República, um delegado federal e pelo menos quatro agentes penitenciários de Porto Velho (RO) até o
A maior facção criminosa do país já matou três agentes penitenciários federais, entre setembro de 2016 e maio deste ano, de acordo com investigações da PF (Polícia Federal). Para executar os atentados, o PCC criou células de inteligência que, entre outras ações, monitoram a rotina dos agentes públicos escolhidos como alvos.
A informação sobre a possibilidade de novos assassinatos consta em ofício assinado pelo diretor do presídio federal de Porto Velho, Cristiano Tavares Torquato, a cujo conteúdo o UOL teve acesso com exclusividade. O documento foi encaminhado no último dia 17 de agosto ao superintendente regional da Polícia Federal de Rondônia, Araquém Alencar Tavares de Lima. A reportagem confirmou a veracidad…

Polícia Civil decide hoje se cruza os braços a partir de amanhã

Executivo local reforça que, neste ano, não tem dinheiro para pagar o reajuste salarial pleiteado pelos agentes.Policiais civis podem entrar em greve ou interromper serviços essenciais para a população a partir de amanhã. Em uma assembleia com indicativo de greve, marcada para as 14h de hoje, a categoria deve decidir o que fazer para pressionar o governo a conceder o reajuste salarial pleiteado desde o ano passado. Eles reivindicam a manutenção da paridade salarial com a Polícia Federal, que conseguiu reajuste de 37% parcelado em três anos.

Na semana passada, policiais civis se reuniram com o chefe da Casa Civil, secretário Sérgio Sampaio; a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos; o secretário interino de Fazenda, Wilson de Paula, além dos deputados distritais e agentes da Polícia Civil Wellington Luiz (PMDB) e Claudio Abrantes (sem partido) e o deputado federal Roney Nemer (PP-DF). O deputado distrital Wasny de Roure mandou representante.
Durante o encontro, o Exec…

Vaccarezza é preso em nova fase da Operação Lava Jato em São Paulo

Ex-deputado, que deixou o PT, foi líder dos governos Lula e Dilma. Segundo o MPF, ele recebeu a maior parte de um total de propina que soma US$ 500 mil. O ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados Cândido Vaccarezza, que deixou o PT, foi preso nesta sexta-feira (18) em São Paulo. Ele é alvo da Operação Abate, uma das duas novas fases da Operação Lava Jato deflagradas nesta manhã. A prisão é temporária, válida por cinco dias. Por volta das 9h, Vaccarezza estava em casa sob custódia da PF. Ele deve seguir para Curitiba ainda nesta sexta. O G1 tenta contato com a defesa do ex-deputado, com PT e com as empresas citadas. Principais pontos das investigações Ações apuram o favorecimento de empresas estrangeiras em contratos com Petrobras. Operação Abate investiga fraudes no fornecimento de asfalto para a Petrobras por uma empresa norte-americana, entre 2010 e 2013. Funcionários da Petrobras, o PT e, principalmente, Cândido Vaccarezza teriam recebido propinas que somam US$ 5…