Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


PolíciaBR apóia:

PM usa bicicleta emprestada para perseguir ladrão de pizzaria em Curitiba

Integrantes de uma quadrilha foram detidos logo após roubarem uma pizzaria em Curitiba na noite de segunda-feira (28). Durante a perseguição aos ladrões, a Polícia Militar (PM) teve ajuda da população – um casal, inclusive, emprestou uma bicicleta para um policial fazer o acompanhamento tático. As detenções foram feitas por policiais militares do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), pertencente ao 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), com o apoio de policiais do 13º BPM, resultou na prisão de três homens e no encaminhamento de quatro adolescentes, além da apreensão de uma arma de fogo e um simulacro.
"Por volta das 23h20, recebemos informações, por meio do COPOM, de que uma pizzaria, localizada na Rua Guaianazes, na Vila Izabel, estaria sendo roubada. Segundo uma pessoa que passava na frente do estabelecimento e avistou a situação, havia quatro homens armados no local", afirma a aspirante Kelly Cristina Camargo Chagas.
Uma viatura, que estava realizando patrulhamento próximo ao local, recebeu as informações via rádio e se deslocou até o endereço. "Os três policiais que estavam na viatura avistaram um homem parado em frente à pizzaria com uma arma de fogo na cintura. O suspeito, ao notar a presença policial, tentou fugir sendo acompanhado pelos policiais", explica a aspirante.
Enquanto realizavam acompanhamento, os policiais foram informados por populares que os outros suspeitos ainda estavam dentro do estabelecimento. Dois dos policiais retornaram a pizzaria e o terceiro continuou atrás do suspeito. "Um casal, que estava em frente a um prédio, avistou quando o homem passou correndo sendo seguido pelo policial, e informou ao PM o destino que o suspeito teria seguido. Além disso, perguntaram se o PM queria a bicicleta emprestada para conseguir alcançá-lo", relata.
Com o apoio da bicicleta, o policial conseguiu alcançar o suspeito na Rua santa Catarina. "O homem retirou a arma de fogo da cintura e fez menção de atirar, neste momento o PM efetuou um disparo que acabou atingindo-o. Chegamos ao local logo em seguida e chamamos o SIATE, porém o adolescente de 16 anos não resistiu ao ferimento e entrou em óbito. Com ele localizamos um revólver, com três munições sendo uma picotada", diz a aspirante.
Os dois policiais que retornaram ao estabelecimento avistaram quando os outros três envolvidos saíam do local e iniciaram um acompanhamento tático. "Eles foram abordados na rua Sebastião Paraná, sendo que um deles tentou se esconder dentro de uma lata de lixo, mas mais uma vez foi relatado pela comunidade. Com ele localizamos um simulacro de arma de fogo. Um terceiro suspeito conseguiu fugir", explica a aspirante Cristina.
"Nossa equipe, em apoio a esta ocorrência, realizava diligências pelas proximidades quando ao passar em frente a pizzaria avistou um veículo Peugeout que estava com alerta de roubo de horas antes. Populares nos informaram que o responsável pelo carro havia entrado em uma residência próxima", relata o tenente Edvagner de Lima Gonçalves, Comandante do 2º Pelotão da 2ª Companhia do 13º BPM.
Segundo o tenente Edvagner, o responsável pela casa autorizou a entrada da equipe e o suspeito foi localizado. "Com ele encontramos uma toca bala clava, cartões de crédito, jóias, certa quantia em dinheiros, objetos roubados na pizzaria, e durante busca pessoal achamos, dentro do bolso da calça, a chave do Pegout roubado", conta.
Uma outra equipe do 12º BPM realizava diligências pela rua Brigadeiro Franco, no bairro Parolin, quando avistou quatro pessoas em atitude suspeita. "Os policiais realizaram abordagem e após consulta no sistema verificaram as roupas e características dos suspeitos como sendo as mesmas dos outros participantes do roubo. Não sabemos informar em qual momento eles fugiram do local", relata a aspirante.
"No total foram oito participantes no roubo, sendo que os quatro últimos são residentes em Piraquara (PR), Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Descobrimos que a arma de fogo apreendida consta no nome de um homem residente naquele mesmo município", explica a aspirante Kelly Cristina.
Foram quatro adolescentes (três de 16 e um de 14 anos) encaminhados à Delegacia do Adolescente, e os outros três envolvidos (dois de 18 e um de 26 anos), levados, juntamente com a arma de fogo, o simulacro e os objetos roubados, ao 9º Distrito Policial para as medidas cabíveis, onde todos foram reconhecidos pelas vítimas.
"O auxílio da comunidade é imprescindível em ações como esta que os suspeitos fogem e se escondem, assim podemos trazer mais tranquilidade a ela mesma", avalia o Comandante-Geral da PM, coronel Roberson Luiz Bondaruk. (Diario.com).

Comentários

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.
Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta. Uma das paginas chegou a retirar as avaliações para evitar que as pessoas vissem que o banco esta com péssima qualidade.
Veja os vídeos
Fonte Folha Online

Com 1 milhão da Lei Rouanet, Santander Cultural promove exposição violando Santidade de Jesus e incentivando pedofilia.

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia. Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais. No link do site do Ministério da Cultura a seguir, você confere o processo de concessão do benefício fiscal da Lei Rouanet da grana que o Banco Santander usou para financiar a exposição, o que significa que a instituição financeira não recolheu impostos sobre esse valor: Veja aqui

Veja os vídeo sobre assunto:










Matéria atualizada em 13SET17 FOLHA DE SÃO PAULO Após protesto, mostra com temática LGBT em Porto Alegre é canc…

Tardia e justa promoção, 25 anos depois, PMs do que atuaram no Carandiru são promovidos por mérito.

Três réus pelo massacre trocaram de patente. Secretaria não explica critério. Vinte e cinco anos após o massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992, ao menos três policiais militares da ativa, réus pela chacina que resultou na morte de 111 detentos, tiveram suas últimas promoções por "merecimento".  Para trocar de patente — e consequentente ter um nível hierárquico mais alto e uma remuneração-base maior —, policiais militares podem ser promovidos por "merecimento" ou por "tempo de serviço". De acordo com o Diário Oficial do Estado de 15 de dezembro de 2016 — dois meses após serem anulados os quatro júris que condenaram 74 policiais pelo massacre —, Jair Aparecido Dias dos Santos foi promovido por merecimento de 1º sargento a subtenente. O policial é um dos 15 réus pela invasão do terceiro andar do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. Oito presos foram mortos no andar. Um ano e meio antes, em 2015, quando a condenação ainda não havia sido revogada …