Pular para o conteúdo principal

Rádio PolicialBR 24 horas com você. Notícias e entretenimento.

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Haddad e Alckmin fecharam protocolo de intenções para reforço em ação. Município vai ampliar convênio que permite pagar hora extra e usar PMs.

SP terá fiscalização conjunta entre bombeiros e fiscais, diz Prefeitura
Haddad e Alckmin fecharam protocolo de intenções para reforço em ação.
Município vai ampliar convênio que permite pagar hora extra e usar PMs.
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), firmaram acordo nesta quinta-feira (31) para que bombeiros atuem em conjunto com agentes do município na fiscalização de casas noturnas.
A ação faz parte das medidas de intensificação nas vistorias após o incêndio que matou mais de 230 pessoas em uma boate em Santa Maria (RS).
Segundo governo e prefeitura, o uso de bombeiros na fiscalização na capital será feita com a ampliação da Operação Delegada, convênio pelo qual a Prefeitura paga pelo serviços de policiais militares em período de folga para garantir o cumprimento de leis municipais. A oficialização do novo formato da Operação Delegada deve ocorrer em até 15 dias.
O governador Geraldo Alckmin já havia anunciado na terça-feira (29) a "Operação Prevenção Máxima", que prevê vistoria dos bombeiros em todas as cidades do estado.
Ainda nesta tarde, o secretário de Segurança Urbana, Roberto Porto, e o secretário adjunto da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Jair Burgue Manzano, se reunirão para definir como será a cooperação entre município e estado.
Na quarta (30), após encontro com empresários, Haddad já tinha adiantado que havia feito consulta ao governador sobre a possibilidade de usar policiais militares no reforço da fiscalização na cidade. Atualmente, 3,6 mil PMs atuam no combate ao comércio ilegal, fiscalização de área de mananciais e apoio ao Samu.
Foco na segurança
Nesta manhã, o prefeito ressaltou que o foco dessa nova fase na vistoria de boates em São Paulo é a segurança. "A Operação Delegada vai mudar porque não vai ficar restrita à delegação de uma atividade. O foco desse novo convênio são os locais de reunião", disse Haddad.
Segundo ele, casas que estiverem em processo de regularização não serão fechadas. Atualmente, de acordo a Prefeitura, 600 casas noturnas não têm alvará e estão com os processos de licenciamento em tramitação.
Ainda não foi determinado o total de bombeiros usados no reforço da fiscalização. “Nós vamos empenhar não só o efetivo que já atua na atividade técnica, mas também as guarnições de atendimento operacional”, disse o comandante interino do Corpo de Bombeiros Erick Colla.
Segundo ele, equipes ociosas no período noturno devem ser utilizadas na função, já que as atividades das casas são concentradas à noite.  De acordo com os bombeiros, outros estabelecimentos que reúnem grande público, como teatros e cinemas, também serão vistoriados.
Sem balanço das vistorias
Os bombeiros afirmam já realizar em todo o estado, desde quarta-feira (30), uma força-tarefa para reavaliar se os estabelecimentos cumprem o determinado nos autos de vistoria. A corporação diz que serão vistoriadas 5,2 mil casas noturnas no estado e 230 na capital paulista.
Na quarta-feira, foram vistoriadas 300 casas no estado e 39 na capital. Até por volta das 12h desta quinta, não foi divulgado balanço das fiscalizações.
De acordo com o capitão Marcos Palumbo, chefe da Comunicação Social do Corpo de Bombeiros, há diferença entre as vistorias da “Operação Prevenção Máxima”, do governo estadual, e a fiscalização conjunta com a Prefeitura. Segundo ele, operação estadual é um trabalho de orientação aos proprietários de estabelecimentos.
Ele explica que os bombeiros não têm obrigação legal de vistoriar os estabelecimentos a não ser quando solicitados pelo responsável para realização de uma vistoria. “A legislação não nos obriga a vistoriar sem que seja solicitado, mas nós temos uma missão legal pela ação preventiva.”
Com a nova parceria entre os governos estadual e municipal, os bombeiros poderão entrar nos estabelecimentos mesmo que os proprietários queiram impedir a fiscalização, já que os fiscais e técnicos da prefeitura têm poder legal para isso. (G1).

Comentários

  1. HOJE O FOCO SÃO CASAS NOTURNAS, MAS SERÁ QUE SÓ NELES A O PERIGO DE EXTERMINIO EM MASSA DE PESSOAS INOCENTES??? ANDANDO NO CENTRO DE SÃO PAULO, ANDANDO PELAS RUAS PERCEBEMOS QUANTOS SHOPPINGS POPULARES, PREDIDOS COMERCIAIS E RESIDENCIAS, PRÉDIOS PUBLICOS QUE ACREDITO SE FOREM FISCALIZADOS SERÃO TODOS INTERDITADOS??? ASSIM É TODA AÇÃO DO ESTADO E DA PREFEITURA, EM GERAL NO BRASIL, ESPERA ACONTECER PARA DEPOIS ANUNCIAR UMA MEDIDA SALVADORA E INOVADORA, POIS O PROBLEMA NÃO É ATACADA EM SUA RAÍZ, NA CORRUPÇÃO E PRINCIPALMENTE NA RESPONSABILIZAÇÃO DE QUEM TEM O DEVER DE FISCALIZAR E NÃO FISCALIZA, DE QUEM VISTORIA E DE APROVOU. MAS É COMO ACONTECE COM O SEGURO DAS FAMILIAS DE POLICIAIS MILITARES QUE ESTÃO ESPERANDO ATÉ HOJE PARA RECEBER E ACREDITE NUNCA IRÃO,POIS CRIARAM EMPECILIOS E FALARAM QUE OS MORTOS DERAM MOTIVO PARA MORRER, ISSO ACONTECE AQUI E NO SUL, É SÓ ACOMPANHAR O RACIOCINIO ILOGICO DE NOSSOS POLITICOS E PSEUDO TECNICOS. A CULPA É DE QUEM MORRE E NÃO DE QUEM TEM O DEVER PARA PREVENIR. E ASSIM É E SEMPRE SERÁ!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE ESCREVER LEIA COM ATENÇÃO: Palavras de baixo calão, racismo, ofensas, ameaças e tudo mais de não estejam de acordo com os bons costumes e as leis vigentes não será aprovado. Expressão do pensamento é um direito Constitucional, expresse o seu com educação e propriedade. Os comentários publicados não traduzem a opinião do blog. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. O IP do comentarista fica arquivado e pode ser fornecido por Ordem Judicial.

| Mais Acessados na Última Semana |

Usar arma de uso restrito com porte ilegal agora é crime hediondo

Aprovada urgência para projeto que torna crime hediondo o porte ilegal de armas de uso restrito O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 332 votos a 7 e 2 abstenções, o regime de urgência para o Projeto de Lei 3376/15, do Senado, que torna crime hediondo a posse ou o porte ilegal de arma de fogo de uso restrito das forças policiais e militares. Após a votação, a sessão ordinária foi encerrada. Projeto de Lei do Senado nº 230, de 2014, de autoria do Senador Marcelo Crivella, constante dos autógrafos em anexo, que “Altera a Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, para incluir o crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito no rol dos crimes hediondos”. A Lei 8.072/90 define como hediondos os crimes de homicídio praticado por grupo de extermínio; homicídio qualificado; latrocínio; genocídio; extorsão qualificada por morte; extorsão mediante sequestro; estupro; disseminação de epidemia que provoque morte; falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto …

Aprovado PL que da poder de polícia administrativa às polícias e bombeiros militares do Brasil

O poder de polícia administrativa trás condições das polícia militares e bombeiros atuarem de forma efetiva em eventos, estabelecimentos comerciais e outros. Autor: Capitão Augusto - PR/SPData da apresentação:  04/02/2015 Ementa: Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Polícia de Preservação da Ordem Pública, e dá outras ...Leia integra do PL 196/2015Regula as ações de Polícia Administrativa exercida pelos Corpos de Bombeiros Militares dentro das suas atribuições de prevenção e extinção de incêndio, e perícias de incêndios e ações de defesa civil, de busca salvamento, de resgate e atendimento pré-hospitalar e de emergência; e pelas Polícias Militares no exercício da Polícia Ostensiva e Pol…

ROTA invade tribunal e resgata ex-presidiário

Sim, o título acima está correto. Numa incrível operação relâmpago, PMs de ROTA impedem que tribunal do crime assassine um ex-presidiário

A ROTA está nas ruas 24 horas por dia, todos os dias, o ano inteiro. Seu efetivo é dividido em três Companhias: Noturna, Matutina e Vespertina. Esta matéria relata uma incrível ocorrência de resgate conduzida pelo Pelotão do Tenente PM Soares, que patrulhava a Zona Leste de São Paulo às 21:40 nesta segunda-feira, dia 14. “O despacho do Policiamento de Choque do COPOM nos informou que uma pessoa estava sendo torturada na favela Eliane, numa casa com detalhes verdes no seu portão, localizada na rua Esperança. Pelas particularidades que nos foram relatadas, estava claro que a ocorrência envolvia a ação de um ‘tribunal do crime’ provavelmente comandado pelo PCC. Imediatamente acionei meu Pelotão”, relata o Tenente de ROTA Soares. O nome dessa rua, 'Esperança', não podia ser menos adequado em função do cenário que os PMs iriam encontrar em poucos…

Policiais e bombeiros militares não sabem a força que tem

Deputado Federal Capitão Augusto orienta os militares de São Paulo sobre a força política da classe
Por mais que façamos aqui pela Câmara dos Deputados, aprovando projetos dando mais direitos e garantias aos policiais e não deixando ser aprovado nenhum projeto que os prejudique, a grande reivindicação que recebo dos policiais refere-se a questão do aumento salarial.
Infelizmente Deputados não podem apresentar projetos que gerem despesas para o executivo, então está fora de nossa competência atender essa solicitação, o que nos resta é cobrar (e muito) do governador e fazer articulação para que ele conceda o tão esperado aumento salarial.
Hoje temos força política para eleger representantes para Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e para todos cargos nas eleições municipais. Está na hora de influenciarmos as eleições para Governador e Senador, um que reconheça nosso valor, ou ficaremos fadados a apenas reclamar nos bastidores.
Nós podemos muito mais que isso! Somos quase 150.000 po…

Deputado capitão Augusto requer moção de repúdio contra Secretário de Segurança Pública e Governador de São Paulo Geraldo Alckmin

DEPUTADO CAPITÃO AUGUSTO REQUER MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SÃO PAULO E CONTRA O GOVERNADOR POR TANTO DESRESPEITO ÀS LEIS E AOS POLICIAIS MILITARES DE SÃO PAULO
O Deputado Capitão Augusto entrou hoje, 10, com dois Requerimentos de Moção de Repúdio contra o Secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, e contra o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, por desrespeitar as leis e aos policiais militares. Essas moções fazem parte de uma série de medidas que o parlamentar está adotando para tornar público as medidas descabíveis desse governo contra os policiais militares e a segurança pública do país, e para que entendam que tudo tem um limite. A categoria não vai tolerar mais tanto descaso e desrespeito. O Deputado estará revelando ao país e ao mundo que Alckmin não serve para governar o país, deve ser ignorado e descartado como candidato à Presidência da República. CAPITÃO AUGUSTO conclama os militares e familiares a somarem esforços para…