Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 


PolíciaBR apóia:

Vai ficar ai com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar?


Vai ficar ai com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar?

A humanidade vive hoje uma de suas maiores transformações, desde os primórdios várias mudanças tivemos e em nossa atualidade a globalização é a principal delas.

Com a globalização temos muitos benefícios e complicações também, a facilidade e rapidez da troca de informações é uma delas que pode tanto ser usada para o bem como para o mau.

Com relação à segurança pública, hoje vivemos um período de democracia, e em uma democracia quem não tem representatividade política delega aos que tem as tomadas de decisões.

A politização é de suma importância para todas as categorias.

Foi desencadeada uma mobilização nacional para a coleta de 1.400.000 assinaturas para propor ação popular e buscar junto a Câmara dos Deputados uma solução madura para as questões de leis que possibilitem aos policiais e bombeiros, bem como, aos demais agentes públicos trabalharem com a devida proteção legal, o que não temos atualmente, o exercício da profissão policial diferencia a pessoa dos demais da polis, assim, é de direito e justo leis diferenciadas para garantirem o cumprimento de dever legal, acima de tudo o bem estar da sociedade e a soberania da Nacional.

O PMB – Partido Militar Brasileiro esta em fase de fundação, muitas são as dificuldades nesta grande e cívica empreitada, buscando ser um contra ponto na política e também inserir de vez os militares, policiais e bombeiros no contesto político da Nação, desde a Proclamação da República os militares, policiais e bombeiros estão na luta política e sempre sem um partido político que os represente verdadeiramente, diga-se de passagem, a Proclamação da Republica se deu pelos militares!

Caros militares, policiais e bombeiros do Brasil, não adianta ficarem ai parados e reclamando pelos corredores, a hora é agora, façam a maior das revolução ordeira e democrática de todos os tempos, busquem mudanças para o bem da sociedade em que vivemos e as garantias legais para o trabalho e cumprimentos das leis.

Lembrem-se da nobre frase do General Ozório "A farda não abafa o cidadão no peito do soldado", portanto, vamos à revolução democrática, ordeira e por dias melhores. FAÇA SUA PARTE!

Com todo respeito a vossa leitura, presto aqui uma singela homenagem a um dos militares mais democráticos que a história já teve, General Ozório.  Leia algumas de suas frases:

"Soldados! É facil a missão de comandar homens livres; basta mostrar-lhes o caminho do dever."
General Osório

"Ao avistar o inimigo, entusiasmo; ao primeiro choque, medo; ao derotá-lo, pena."
General Osório

"Não te aflijas, camarada: as balas não fazem caso de mim."
General Osório

"Quero a ordem e a liberdade, mas quando esta perigar, minha espada estará pronta para defendê-la. As dificuldades não me quebrantam o ânimo”."
General Osório

"Ainda uma vez mostremos que as legiões brasileiras, no Prata, só combatem o despotismo, confraternizando com os povos"
General Osório

"Deve-se, antes de tudo, servir à Pátria, qualquer que seja seu governo."
General Osório

"A data mais feliz da minha vida seria aquela em que dessem a notícia de que os povos civilizados festejam sua confraternização queimando seus arsenais."
General Osório

"O bom soldado sabe aproveitar o tempo. A guerra não se faz com ofícios, dúvidas e consultas."
General Osório

"Ser-me-á mais fácil morrer do que assinar uma parte dando ao meu governo a notícia de uma derrota"
General Osório

"A força moral do soldado aumenta quando é bem comandado"
General Osório

"Quem escreve, deve fazê-lo pela Pátria"
General Osório

"Nunca se deve descuidar de manter a capacidade de movimento de um Exército e, muito menos, enfraquecê-lo na sua Cavalaria"
General Osório

Comentários

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens mais visitadas deste blog

Banco Santander perde mais de 20 mil clientes em dois dias, após exposição pornográfica

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais.
Não demorou muito para as paginas oficiais do Banco receberem milhares de críticas  dos próprios clientes que decidiram encerrar suas contas no banco ao todo em péssima avaliação foram mais de 22 mil e a cada hora o numero aumenta. Uma das paginas chegou a retirar as avaliações para evitar que as pessoas vissem que o banco esta com péssima qualidade.
Veja os vídeos
Fonte Folha Online

Com 1 milhão da Lei Rouanet, Santander Cultural promove exposição violando Santidade de Jesus e incentivando pedofilia.

Santander investiu quase R$ 1 milhão com Lei Rouanet em exposição que faz apologia à pedofilia. Segundo o site do Ministério da Cultura, o banco Santander investiu quase 1 milhão de reais, usando os benefícios fiscais da Lei Rouanet, na criminosa exposição Queermuseu, sediada no prédio da fundação Santander Cultural na cidade de Porto Alegre. Entre as ditas obras expostas no lugar, sob o pretexto da defesa dos direitos dos homossexuais, vê-se imagens que configuram os crimes de apologia à pedofilia e ultraje a fé cristã, como divulgada em várias páginas nas redes sociais. No link do site do Ministério da Cultura a seguir, você confere o processo de concessão do benefício fiscal da Lei Rouanet da grana que o Banco Santander usou para financiar a exposição, o que significa que a instituição financeira não recolheu impostos sobre esse valor: Veja aqui

Veja os vídeo sobre assunto:










Matéria atualizada em 13SET17 FOLHA DE SÃO PAULO Após protesto, mostra com temática LGBT em Porto Alegre é canc…

Tardia e justa promoção, 25 anos depois, PMs do que atuaram no Carandiru são promovidos por mérito.

Três réus pelo massacre trocaram de patente. Secretaria não explica critério. Vinte e cinco anos após o massacre do Carandiru, ocorrido em 2 de outubro de 1992, ao menos três policiais militares da ativa, réus pela chacina que resultou na morte de 111 detentos, tiveram suas últimas promoções por "merecimento".  Para trocar de patente — e consequentente ter um nível hierárquico mais alto e uma remuneração-base maior —, policiais militares podem ser promovidos por "merecimento" ou por "tempo de serviço". De acordo com o Diário Oficial do Estado de 15 de dezembro de 2016 — dois meses após serem anulados os quatro júris que condenaram 74 policiais pelo massacre —, Jair Aparecido Dias dos Santos foi promovido por merecimento de 1º sargento a subtenente. O policial é um dos 15 réus pela invasão do terceiro andar do Pavilhão 9 da Casa de Detenção. Oito presos foram mortos no andar. Um ano e meio antes, em 2015, quando a condenação ainda não havia sido revogada …