Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Iminência de greve na policia paulista.

Depois da morte a tiros na frente da filha de 9 anos de uma policial militar, na Vila Serralheiro, zona norte de São Paulo, por volta das 21h de sábado (3), relatos ainda não confirmados dão conta de que policiais militares, revoltados com o fato e também com os casos de homicídios contra policiais praticados por membros de facção criminosa e também após uma decisão do STF da SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA que dava direito ao recebimento a “ampliação da base de cálculo dos adicionais temporais que recebem (qüinqüênios e gratificação de sexta-parte), para que referidos benefícios passem a incidir sobre a totalidade de seus vencimentos e proventos, excetuadas as parcelas eventuais”. O Ministro Ayres Brito do STF deferiu o pedido para suspender a execução dos acórdãos proferidos nas Apelações Cíveis n. 952.097/7-00 e 994.09.178766-0 e nos Agravos de Instrumento n. 0024498-83.2011.8.26.0000 e 0201383- 49.2011.8.26.0000, até o trânsito em julgado dos processos, o que, deixa os policiais militares paulistas sem receberam em seus vencimentos o que já havia sido decidido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo até que se transite em julgado o caso.
O descontentamento, segundo relatos ainda não confirmados, é da grande maioria que já dão sinais de uma possível paralisação no estado de São Paulo.
Fonte: Seja um postador – Participe você também enviando sua matéria para ser postada em nosso blog - aqui
Veja o vídeo com matéria completa

Comentários

  1. do geito que tá a coisa pra policia paulista,só parando mesmo e tenham certesa que muitas vidas de policiais serão poupadas,este governador esta brincando com a pm paulista,quem sabe com uma paralização as coisas se encaixam,parabens policiais de são paulo,tomaram que consigam atingir seus objetivos

    ResponderExcluir
  2. GREVE AGORA É BURRADA. SE ISSO ACONTECER AÍ AS FORÇAS FEDERAIS ENTRARAM. É ISTO QUE VOCÊS ESTÃO QUERENDO?

    ResponderExcluir
  3. Nós temos condições de parar sem sermos punidos. É só unificarmos um dia para que todos compareção em massa nos pronto socorros e uis de suas unidades, para ser medicados com dores de cabeça ou diarréia, e nesse dia ninguém trabalha. O estado e as instituições de saúde não podem negar socorro médico a ninguém. Vamos utilizar a maquina estatal em nosso benefício. Podemos fazer isso em uma segunda feira de dezembro, proximo as festividades natalinas. O governo acha que somos incompetentes politicamente, nos acha incapazes. Vamos mostrar nossa força com inteligencia.

    ResponderExcluir
  4. burrice é ficar esperando ser a proxima vitima isso sim é ser burro,a hora de parar é agora e dx os federais assumirem a pm de são paulo,quem sabe muitas vidas de policiais serão poupadas,sera que ninguem ve que a cupula não tá nem ai pra voces? E QUAL É A PUNIÇÃO MAIOR;SER MORTO POR VAGABUNDOS OU SER PUNIDO POR SOBREVIVER? BASTA PENSAR

    ResponderExcluir
  5. devemos parar sim, nos não somos a malha protetora da sociedade então essa malha esta se rasgando tento as suas causas um governo incompetente, um secretario de segurança arrogante e um comando de faz de conta. Estamos morrendo na mão de vagabundos, temos nosso salario roubado por por uma associação de controlada por um sem vergonha e vcs querem ficar de braços cruzados vendo o trem passar. Acorda pessoal e a nossa vez a imprensa esta focada na PMESP tudo o que fizermos sera destaque inclusive o que esses pilantras escondem, força nacional, guarda civil, policia federal e outras forças deixem eles tomarem conta de são paulo, o que nao podemos e ficar CALADOS diante essa situação que chegamos vcs querem morrerem de fome também.

    ResponderExcluir
  6. não sou pm mas se fosse pararia completamente. Sem me preocupar de ter que ficar preso por uma mês ou dez anos.
    PM, paralização já!

    ResponderExcluir


  7. NÃO PRECISA PARA NÃO!!!

    EU JÁ VENHO POSTANDO A MUITO TEMPO QUE DEVEMOS FAZER OPERAÇÃO PADRÃO.

    LEVE TUDO AO DP, FAÇA BOPM DE TUDO, DE TUDO MESMO!

    NÃO PODEMOS SER PUNIDOS POR ESTARMOS TRABALHANDO..

    VAMOS AGIR COM INTELIGÊNCIA PARA NÃO PIORAR NOSSA SITUAÇÃO.



    ResponderExcluir
  8. PIORAR MAIS O QUE????? ESTAMOS MORRENDO E SOMOS ROUBADOS EM NOSSOS SALÁRIOS SE FICAR PIOR QUE ISSO E MELHOR TERCEIRIZAR A SEGURANÇA PUBLICA DE SAO PAULO

    ResponderExcluir
  9. A suspensão de que recebiamos por direito legal é a prova cabal que esse governo quer nos afrontar, pois na campanha em 2010 prometeu ´conceder reajuste salarial anualmente na data base do funcionalismo conforme a constiutuição estadual, porém o fez para o magistério e nos afrontou com um reajuste apenas pára o biênio 2011/2012, a hora é essa, paralisação já.

    ResponderExcluir
  10. O que é no mínimo incoerente, é que(segundo Vila, comentarista da tv cultura) o referido ministro havia recebido quase 800 mil de atrasados, e agora ele corta a micharia que temos a receber. Como estará a consciência dele?

    ResponderExcluir
  11. este governo não esta com nada ele não pensa na população e nen nos policiais, não tem poder nen o comando geral fica correndo atraz dele que nen cachorrinho com medo de perder sua boquinha, fora alckimim, viva a ditadura............................................................

    ResponderExcluir
  12. policiais vamos dar a resposta ao psdb,ao ministro AYRES BRITTO,VOTEM PARTICIPEM DE ABAIXO ASSINADO PLEBISCITO DE .IMPEACHMENT DO GOVERNADOR Geraldo alckmin, www.peticaopublica.com.br,antes que ele acabe conosco,vamos votar,vamos reagir,vamos nos unir pelo menos uma vez a nosso favor não vamos fazer nada que engrandeça esse governo que nos ataca,mais que o partido do crime organizado ,é hora do sapeca iaa.

    ResponderExcluir
  13. A HORA DE PARAR É AGORA .A PM TEM MAIS DE 120 MIL HOMENS.VÃO PRA RUA EXIGIR CONDIÇÕES DE TRABALHO!A PM NO GERAL É MUITO MEDROSA , TEM MUITO MEDO DE SEREM PUNIDOS.VÃO PRAS RUAS.GREVE JÁ.APROVEITEM QUE MUITAS PESSOAS APOIAM A PM NESSE MOMENTO DIFÍCIL

    ResponderExcluir
  14. e pessoal ó jeito e engolimos mais esse sapo, enquanto tiver essa delegada não conseguiremos jamais sermos undos ao ponto de fazermos um movimento grevista, vamos continuarmos escravos do sistema so tenho a lamentar a nossa desunião. Jamais seremos visto como profissionais por essa cúpula que nos comanda, parabéns cb wilson vc foi muito esperto e agora va se divertir com os nosso dinheiro, vcs merecem !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. pessoal o sr cb wilson juntamente com a sua quadrilha estarao no dia 10/11/12 na portuguesa de desporte para fazer o sorteio das vagas de fim de ano para a colonia de ferias, esta e a nossa oportunidade de cobrar dele o nosso dindim que nos foi roubado, vamos-la já que vcs nao tem coragem de fazerem uma greve ao menos uma vaia do tamanho do estadio ele merece se vcs concordam compartilhe essa ideia ok

    ResponderExcluir
  16. Tem mais e que parar mesmo, até terem seus direitos respeitados, e a população ver que precisa da policia, e aprender a dar valor, em quem arisca a vida para proteger quem nem é de seu sangue, por um salário mixo que mal dá pra viver dignamente.

    ResponderExcluir
  17. depois da matéria mostrada no programa fantástico na data de ontem vcs ainda querem o que para dar uma resposta aos omissos ou seja o governador, o secretario de segurança e o comandante geral, estavam todos pensando nas eleições e nem ai para os policiais pois seriam mortos e se ganhassem as eleições não significaria nada, o comandante-geral pegaria uma cadeira em uma subprefeitura e iria viver feliz para sempre, pense nisso e se concordarem passem a frente.

    ResponderExcluir
  18. A policia de São Paulo não para, aqui o povo e frouxo, tem medo de oficiais, seria fácil a policia parar se fosse oficiais que estivessem sido morto ai sim, do contrario vai morrer muito mais, e mais ainda vai ter muito policia idiota que vai votar no PSDB pra governador em 2014. espera e vera...

    ResponderExcluir
  19. e essa corja de safados, que da tiro no pé com suas decisões,na hora que o policial mais precisa eles cortam todos os beneficios,ou seja não da para ficar doente na pm.por quê tiro no pé? o policial ao aposentar recbe todos os beneficios.manda este picolé de chuchu do governador viver com $1200,00,se não tiver emprestimo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do site PolicialBR, elas obedecem os princípios da liberdade de expressão.


| Mais Acessados na Última Semana |

Morre segundo policial militar atingido por tiro de fuzil em Pompéu

Cabo Lucas Reis Rosa foi internado e teve braço amputado após confronto com criminosos que explodiram uma agência bancária. Outro policial e um entregador também foram mortos. A Polícia Militar (PM) confirmou, na manhã desta sexta-feira (8), a morte do cabo Lucas Reis Rosa. Ele estava internado desde a madrugada de terça-feira (5) quando foi atingido por um tiro de fuzil durante confronto com criminosos que explodiram uma agência bancária em Pompéu. Segundo a Polícia Militar, o óbito foi constatado as 9h50 desta sexta. Em nota, a PM informou que o cabo teve reações inflamatórias graves, pós-cirúrgicas ao trauma. Na quarta-feira (6), Lucas Reis passou por duas cirurgias, uma delas foi para a amputação total do braço direito. “Estamos entrando em contato com a família para dar o devido apoio e verificar questões relacionadas a local e horário do velório e enterro”, informou o comandante da 7ª Região da Polícia Militar, coronel Helbert Willian Carvalhaes. Confronto Na madrugada de terça…

Policial militar é sequestrado e assassinado a tiros em Paulista

Um policial militar foi assassinado com nove tiros, na Estrada do Pica-Pau, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. A vítima foi identificada como Lindembergue Gomes da Silva, de 53 anos, foi encontrado ás margens da estrada, em Paratibe. De acordo com os peritos do instituto de Criminalidade (IC), ele foi atingido por um tiro no rosto e os outros nas costas. Os peritos acreditam que o PM pode ter sido morto com a própria arma.
Segundo a polícia, o militar, que atuava como comerciante, teria sido levado da casa dele, no bairro da Mirueira, por dois homens. Ele teria sido levado para o local do crime no próprio carro, uma caminhonete, que foi abandonada em Abreu e Lima. Nenhum pertence da vitima foi encontrado. A policia recebeu a informação de que o PM reformado era agiota, o que pode ter motivado o assassinato.

Fonte: Tv jornal uol

Brasil dobra número de presos em 11 anos, diz levantamento; de 726 mil detentos, 40% não foram julgados

Estudo divulgado pelo Ministério da Justiça é de junho de 2016. País é o terceiro do mundo em número de detentos. Estado com maior superlotação é o Amazonas (cinco presos por vaga). Uma nova edição do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgada nesta sexta-feira (8) pelo Ministério da Justiça informa que, em junho de 2016, a população carcerária do Brasil atingiu a marca de 726,7 mil presos, mais que o dobro de 2005, quando o estudo começou a ser realizado. Naquele ano, o Brasil tinha 361,4 mil presos, de acordo com o levantamento. Esses 726 mil presos ocupam 368 mil vagas, média de dois presos por vaga (leia mais abaixo sobre superlotação). "Houve um pequeno acréscimo de unidades prisionais a partir de 2014, muito embora não seja o suficiente para abrigar a massa carcerária que vem aumentando no Brasil. Então, o que nos temos, é um aumento da população carcerária e, praticamente, uma estabilidade no que se refere à oferta de vagas e oferta de estabel…

AFAM: NOVIDADES SOBRE AÇÃO JUDICIAL DA INCORPORAÇÃO DE 100% DO ALE NOS VENCIMENTOS DOS POLICIAIS E BOMBEIROS DE SÃO PAULO

Agora já são em número de 05 as Câmaras de Direito Público a adotar esse entendimento. Novas e recentes decisões do Tribunal de Justiça de São Paulo, em Mandados de Segurança individuais, têm confirmado o entendimento de que a incorporação total do ALE ao Salário-Base (Padrão) é direito de todos os policiais militares. Em Acórdão de 11 de março de 2013, relativo à Apelação/Reexame Necessário nº. 0029083-82.2012.8.26.0053, assim se manifestou a 6 ª. Câmara de Direito Público do TJ/SP: “Assim, no caso do impetrante, policial em atividade, quinquênios, sexta-parte e RETP incidem sobre as vantagens efetivamente incorporadas, dentre as quais, a partir da LC nº 1.114/10, o ALE”.... http://www.afam.com.br/
Veja abaixo todas as novidades:






REVOLTA DA ASSOCIAÇÃO DOS CABOS E SOLDADOS DA PMESP COM GOVERNO ALCKMIN

A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo luta contra uma mentira da Procuradoria Geral do Estado; e, infelizmente, endossada pelo Governador do Estado. Ocorre que a Procuradoria, por meio da suspensão da Tutela Antecipada nº 678 junto ao Supremo Tribunal Federal fez constar em sua petição o valor aproximado de R$ 1,5 bilhão. Em síntese, disse ao Presidente do STF, Exmo. Senhor Ministro Ayres Britto que o custo criaria uma lesão ao erário público, assim, permitiu suprimir verbas alimentares de Policiais Militares. Neste sentido, passamos a conhecer melhor o Governo Geraldo Alckmin.
O Governo do Estado tinha conhecimento que o Policial Militar recebia o recálculo retroativo a novembro de 2010 por intermédio de uma ação judicial; e que nunca se tratou de uma tutela antecipada mas sim, de cumprimento provisório de sentença, iniciado após o Tribunal de Justiça de São Paulo, na 2ª Instância, ter garantido a fórmula correta de cálculo da verba aos Policiais…