Pular para o conteúdo principal

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Iminência de greve na policia paulista.

Depois da morte a tiros na frente da filha de 9 anos de uma policial militar, na Vila Serralheiro, zona norte de São Paulo, por volta das 21h de sábado (3), relatos ainda não confirmados dão conta de que policiais militares, revoltados com o fato e também com os casos de homicídios contra policiais praticados por membros de facção criminosa e também após uma decisão do STF da SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA que dava direito ao recebimento a “ampliação da base de cálculo dos adicionais temporais que recebem (qüinqüênios e gratificação de sexta-parte), para que referidos benefícios passem a incidir sobre a totalidade de seus vencimentos e proventos, excetuadas as parcelas eventuais”. O Ministro Ayres Brito do STF deferiu o pedido para suspender a execução dos acórdãos proferidos nas Apelações Cíveis n. 952.097/7-00 e 994.09.178766-0 e nos Agravos de Instrumento n. 0024498-83.2011.8.26.0000 e 0201383- 49.2011.8.26.0000, até o trânsito em julgado dos processos, o que, deixa os policiais militares paulistas sem receberam em seus vencimentos o que já havia sido decidido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo até que se transite em julgado o caso.
O descontentamento, segundo relatos ainda não confirmados, é da grande maioria que já dão sinais de uma possível paralisação no estado de São Paulo.
Fonte: Seja um postador – Participe você também enviando sua matéria para ser postada em nosso blog - aqui
Veja o vídeo com matéria completa

Comentários

  1. do geito que tá a coisa pra policia paulista,só parando mesmo e tenham certesa que muitas vidas de policiais serão poupadas,este governador esta brincando com a pm paulista,quem sabe com uma paralização as coisas se encaixam,parabens policiais de são paulo,tomaram que consigam atingir seus objetivos

    ResponderExcluir
  2. GREVE AGORA É BURRADA. SE ISSO ACONTECER AÍ AS FORÇAS FEDERAIS ENTRARAM. É ISTO QUE VOCÊS ESTÃO QUERENDO?

    ResponderExcluir
  3. Nós temos condições de parar sem sermos punidos. É só unificarmos um dia para que todos compareção em massa nos pronto socorros e uis de suas unidades, para ser medicados com dores de cabeça ou diarréia, e nesse dia ninguém trabalha. O estado e as instituições de saúde não podem negar socorro médico a ninguém. Vamos utilizar a maquina estatal em nosso benefício. Podemos fazer isso em uma segunda feira de dezembro, proximo as festividades natalinas. O governo acha que somos incompetentes politicamente, nos acha incapazes. Vamos mostrar nossa força com inteligencia.

    ResponderExcluir
  4. burrice é ficar esperando ser a proxima vitima isso sim é ser burro,a hora de parar é agora e dx os federais assumirem a pm de são paulo,quem sabe muitas vidas de policiais serão poupadas,sera que ninguem ve que a cupula não tá nem ai pra voces? E QUAL É A PUNIÇÃO MAIOR;SER MORTO POR VAGABUNDOS OU SER PUNIDO POR SOBREVIVER? BASTA PENSAR

    ResponderExcluir
  5. devemos parar sim, nos não somos a malha protetora da sociedade então essa malha esta se rasgando tento as suas causas um governo incompetente, um secretario de segurança arrogante e um comando de faz de conta. Estamos morrendo na mão de vagabundos, temos nosso salario roubado por por uma associação de controlada por um sem vergonha e vcs querem ficar de braços cruzados vendo o trem passar. Acorda pessoal e a nossa vez a imprensa esta focada na PMESP tudo o que fizermos sera destaque inclusive o que esses pilantras escondem, força nacional, guarda civil, policia federal e outras forças deixem eles tomarem conta de são paulo, o que nao podemos e ficar CALADOS diante essa situação que chegamos vcs querem morrerem de fome também.

    ResponderExcluir
  6. não sou pm mas se fosse pararia completamente. Sem me preocupar de ter que ficar preso por uma mês ou dez anos.
    PM, paralização já!

    ResponderExcluir


  7. NÃO PRECISA PARA NÃO!!!

    EU JÁ VENHO POSTANDO A MUITO TEMPO QUE DEVEMOS FAZER OPERAÇÃO PADRÃO.

    LEVE TUDO AO DP, FAÇA BOPM DE TUDO, DE TUDO MESMO!

    NÃO PODEMOS SER PUNIDOS POR ESTARMOS TRABALHANDO..

    VAMOS AGIR COM INTELIGÊNCIA PARA NÃO PIORAR NOSSA SITUAÇÃO.



    ResponderExcluir
  8. PIORAR MAIS O QUE????? ESTAMOS MORRENDO E SOMOS ROUBADOS EM NOSSOS SALÁRIOS SE FICAR PIOR QUE ISSO E MELHOR TERCEIRIZAR A SEGURANÇA PUBLICA DE SAO PAULO

    ResponderExcluir
  9. A suspensão de que recebiamos por direito legal é a prova cabal que esse governo quer nos afrontar, pois na campanha em 2010 prometeu ´conceder reajuste salarial anualmente na data base do funcionalismo conforme a constiutuição estadual, porém o fez para o magistério e nos afrontou com um reajuste apenas pára o biênio 2011/2012, a hora é essa, paralisação já.

    ResponderExcluir
  10. O que é no mínimo incoerente, é que(segundo Vila, comentarista da tv cultura) o referido ministro havia recebido quase 800 mil de atrasados, e agora ele corta a micharia que temos a receber. Como estará a consciência dele?

    ResponderExcluir
  11. este governo não esta com nada ele não pensa na população e nen nos policiais, não tem poder nen o comando geral fica correndo atraz dele que nen cachorrinho com medo de perder sua boquinha, fora alckimim, viva a ditadura............................................................

    ResponderExcluir
  12. policiais vamos dar a resposta ao psdb,ao ministro AYRES BRITTO,VOTEM PARTICIPEM DE ABAIXO ASSINADO PLEBISCITO DE .IMPEACHMENT DO GOVERNADOR Geraldo alckmin, www.peticaopublica.com.br,antes que ele acabe conosco,vamos votar,vamos reagir,vamos nos unir pelo menos uma vez a nosso favor não vamos fazer nada que engrandeça esse governo que nos ataca,mais que o partido do crime organizado ,é hora do sapeca iaa.

    ResponderExcluir
  13. A HORA DE PARAR É AGORA .A PM TEM MAIS DE 120 MIL HOMENS.VÃO PRA RUA EXIGIR CONDIÇÕES DE TRABALHO!A PM NO GERAL É MUITO MEDROSA , TEM MUITO MEDO DE SEREM PUNIDOS.VÃO PRAS RUAS.GREVE JÁ.APROVEITEM QUE MUITAS PESSOAS APOIAM A PM NESSE MOMENTO DIFÍCIL

    ResponderExcluir
  14. e pessoal ó jeito e engolimos mais esse sapo, enquanto tiver essa delegada não conseguiremos jamais sermos undos ao ponto de fazermos um movimento grevista, vamos continuarmos escravos do sistema so tenho a lamentar a nossa desunião. Jamais seremos visto como profissionais por essa cúpula que nos comanda, parabéns cb wilson vc foi muito esperto e agora va se divertir com os nosso dinheiro, vcs merecem !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. pessoal o sr cb wilson juntamente com a sua quadrilha estarao no dia 10/11/12 na portuguesa de desporte para fazer o sorteio das vagas de fim de ano para a colonia de ferias, esta e a nossa oportunidade de cobrar dele o nosso dindim que nos foi roubado, vamos-la já que vcs nao tem coragem de fazerem uma greve ao menos uma vaia do tamanho do estadio ele merece se vcs concordam compartilhe essa ideia ok

    ResponderExcluir
  16. Tem mais e que parar mesmo, até terem seus direitos respeitados, e a população ver que precisa da policia, e aprender a dar valor, em quem arisca a vida para proteger quem nem é de seu sangue, por um salário mixo que mal dá pra viver dignamente.

    ResponderExcluir
  17. depois da matéria mostrada no programa fantástico na data de ontem vcs ainda querem o que para dar uma resposta aos omissos ou seja o governador, o secretario de segurança e o comandante geral, estavam todos pensando nas eleições e nem ai para os policiais pois seriam mortos e se ganhassem as eleições não significaria nada, o comandante-geral pegaria uma cadeira em uma subprefeitura e iria viver feliz para sempre, pense nisso e se concordarem passem a frente.

    ResponderExcluir
  18. A policia de São Paulo não para, aqui o povo e frouxo, tem medo de oficiais, seria fácil a policia parar se fosse oficiais que estivessem sido morto ai sim, do contrario vai morrer muito mais, e mais ainda vai ter muito policia idiota que vai votar no PSDB pra governador em 2014. espera e vera...

    ResponderExcluir
  19. e essa corja de safados, que da tiro no pé com suas decisões,na hora que o policial mais precisa eles cortam todos os beneficios,ou seja não da para ficar doente na pm.por quê tiro no pé? o policial ao aposentar recbe todos os beneficios.manda este picolé de chuchu do governador viver com $1200,00,se não tiver emprestimo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do site PolicialBR, elas obedecem os princípios da liberdade de expressão.


| Mais Acessados na Última Semana |

Justiça Militar manda PM reintegrar cabo acusado de matar atriz durante blitz em Presidente Prudente

Decisão publicada nesta quarta-feira (18) atende a um pedido de tutela de urgência feito pela defesa. Marcelo Aparecido Domingos Coelho foi demitido da corporação em abril de 2015. oi publicada nesta quarta-feira (18) no Diário da Justiça Militar a decisão do juiz substituto da 2ª Auditoria do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJM-SP), Marcos Fernando Theodoro Pinheiro, que determina a imediata reintegração de Marcelo Aparecido Domingos Coelho aos quadros da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Em abril de 2015, o então cabo da PM foi demitido pela corporação, após ser acusado no processo que envolveu a morte da atriz e produtora cultural Luana Barbosa durante uma blitz policial na Avenida Joaquim Constantino, na Vila Formosa, em Presidente Prudente.
O juiz levou em consideração a absolvição que Coelho obteve na Justiça Militar, sob o argumento de “legítima defesa” e do “estrito cumprimento do dever legal”, o que, segundo o magistrado, de certa forma, contradiz c…

Alckmin propõe reajuste de 7% para policiais

ATENÇÃO- ATENÇÃO ESTA NOTÍCIA É DO ANO DE 2013 E ESTA CIRCULANDO NAS REDES SOCIAIS COMO SENDO ATUAL

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta sexta-feira, 13, o envio à Assembleia Legislativa de um projeto de lei que concede aumento salarial de 7% para os membros da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Técnico-Científica. O reajuste também será estendido aos agentes penitenciários. Aposentados e pensionistas das quatro categorias também terão o mesmo benefício. No total, serão beneficiados 172 mil policiais militares, 53 mil policiais civis e 33 mil agentes penitenciários. O custo para o Tesouro do Estado será de R$ 983 milhões por ano. Esta é a terceira vez que o governador Alckmin concede aumento salarial acima da inflação do período. Desde o último reajuste, o índice oficial de inflação acumulada é 5,66%. Em outubro de 2011, os policiais tiveram 15% de aumento retroativo a julho de 2011. Em agosto de 2012, o aumento foi de 11%. Com a nova proposta, o reajus…

GENERAL QUE COMANDA A ABIN FALA EM VAZIO DE LIDERANÇAS E ELOGIA FEITOS DA DITADURA

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional do governo Temer, Sérgio Westphalen Etchegoyen, causou incômodo em parte da comunidade diplomática durante uma palestra no Instituto Rio Branco. O general sugeriu “medidas extremas” para a segurança pública, elogiou feitos dos anos de chumbo e disse que o país sofre com amoralidade e com patrulha do “politicamente correto”.
Etchegoyen começou a fala de quase duas horas contando que tinha sido soldado por 47 anos e que era por essa ótica, militar, que enxergava e
interpretava o mundo. Depois do alerta, tentou quebrar o gelo:
“Sou da arma de cavalaria e tem um problema que a ausência do meu cavalo reduz minha capacidade intelectual em uns 45, 40 por cento”, começou general da reserva que comanda, entre outros órgãos, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A plateia, majoritariamente composta por futuros diplomatas, riu discretamente.
Foi um dos poucos momentos de descontração. No restante do tempo, segundo pessoas que estiveram present…

Policial civil morto em mega-assalto a empresa de valores é enterrado

Vítima foi morta a tiros durante ação dos criminosos que explodiram sede da Protege em Araçatuba (SP). Policial estava de folga. O corpo do policial civil André Luís Ferro da Silva, morto durante o mega-assalto a empresa Protege em Araçatuba (SP) nesta segunda-feira (16), foi enterrado na manhã desta terça-feira (17) em um cemitério particular da cidade. Ferro tinha 37 anos e foi baleado durante a ação. Ele foi socorrido com vida, mas morreu durante atendimento na Santa Casa. Silva era investigador e integrante do Grupo de Operações Especiais (GOE), e deixou filhos e a esposa.
O velório da vítima foi feito em um salão de uma funerária em Araçatuba e, do local, o caixão seguiu em um caminhão do Corpo de Bombeiros em cortejo com viaturas das polícias Militar e Civil até o cemitério. Segundo a Polícia Militar, o policial civil estava de folga do serviço e foi ao local para ver o que acontecia após ser chamado pelos pais, que moram perto da sede da Protege.
O grupo criminoso, cerca de 40 la…

PL 920: uma bomba atômica no funcionalismo público que Alckmin quer ver aprovado a todo custo.

O governador Geraldo Alckmin protocolou na quinta-feira, 5/10, o Projeto de Lei 920/2017, que representa uma verdadeira bomba atômica no Estado de São Paulo, sobretudo um verdadeiro ataque aos servidores estaduais e à prestação de serviços públicos. Publicado no Diário Oficial já no dia seguinte, o PL formaliza a renegociação da dívida de São Paulo com a União, ampliando o prazo de pagamento.
            Em contrapartida, o Estado se compromete a cumprir as exigências do governo federal, que impõe um verdadeiro arrocho salarial sobre os servidores públicos. Essa cruel punição aos servidores foi aprovada no ano passado pelo Congresso Nacional. Seu embrião foi o PLP 257, apresentado pela presidente Dilma, que depois foi maquiado pelo governo Temer e transformado na Lei Complementar federal 156/2016.
            Se o PL 920 for aprovado – e espero que não seja –, haverá um congelamento não só de salários, mas também da evolução funcional de todos os servidores estaduais, ficando suspens…