Pular para o conteúdo principal

Postagens

Assine a nossa Newsletter e receba em seu e-mail as principais notícias

 

Notícia em Destaque

Os militares e a nova reforma da previdência, fique atento!

PolicialBR esta no Google Play | Instale nosso App em seu celular

Postagens recentes

Policial militar é preso após matar mulher, que também era PM, em São Paulo

Um soldado da Polícia Militar foi preso acusado de matar a própria mulher, que também era agente da corporação, por volta das 23h deste domingo, no bairro Ipiranga, Zona Sul de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, Ailton de Souza Lima fugiu, mas horas depois se entregou no Plantão de Polícia Judiciária Militar do 12º BPMM, onde foi preso em flagrante pela morte da soldado Ana Amélia Panichi, de 33 anos. Ambos estavam lotados no 46º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M). De acordo com um profissional do batalhão que preferiu não se identificar, Ana era uma excelente profissional e uma ótima mãe. A filha dela de 10 anos foi fruto de um relacionamento anterior da vítima, que deixou o Paraná quando passou no concurso da PM de São Paulo. — Ela era uma boa pessoa, gostava do que fazia. E também era muito apegada à filha — disse o colega de trabalho. Ainda segundo ele, o corpo de Ana Amélia ainda não foi liberado e não há informações sobre o velório. Uma irmã da vítima vai a Sã…

Briga entre casal de policiais militares termina com a mulher morta em SP

Uma policial militar foi morta na noite deste domingo (10)durante uma discussão na casa em que morava com o marido, no Ipiranga, zona sul de São Paulo.  Ela foi atingida por dois tiros no tórax. O marido, também soldado da Policia Militar, é o principal suspeito do crime.
Segundo as investigações da Corregedoria da PM e da Policia Civil, Ailton de Souza Lima, 30, e Ana Amélia Panichi, 33, teriam iniciado uma discussão por ciúme. Uma das hipóteses consideradas pela policia é de que a mulher, armada,teria tentado agredir o marido, que revidou. A investigação cogita feminicídio ou legítima defesa do PM.
De acordo com a Polícia civil, o casal estava de folga e o crime ocorreu por volta das 22h50. Lima trabalhava no mesmo batalhão que Panichi, a 2ª Companhia do 46º BPM, também no Ipiranga. Segundo policiais que trabalhavam com o casal, eles estavam juntos havia cerca de dois anos. A filha de Ana Amélia, de 10 anos, de um relacionamento anterior, presenciou a discussão e o assassinato. Seg…

Colégio da Polícia Militar de Petrolina leva título nacional na categoria banda de percussão

A competição aconteceu entre os dias 8 a 10 deste mês em Aracaju, em Sergipe. A banda de percussão do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco, unidade de Petrolina, conquistou o 1º lugar na XXIV Copa Nacional de Bandas e Fanfarras, na modalidade percussão. A competição aconteceu entre os dias 8 a 10 deste mês em Aracaju, em Sergipe. Segundo o tenente-coronel Marcílio Amorim Pereira uma comitiva de 50 pessoas foi enviada para a competição. “Esse título é motivo de orgulho e satisfação. Esse pessoal treina muito. Há um mês ganharam a Copa Pernambucana de Fanfarras. Esse é o 7º ano de funcionamento do nosso colégio em Petrolina, e a gente se sente muito feliz com essa conquista”, declara. Seis bandas concorreram ao prêmio na categoria Percussão, em que o CPM levou o 1º lugar. “Há sete anos que a gente cuida dessa criança que é música no estado de Pernambuco, e não é só isso, a gente vê que os jovens estão tomando esse direcionamento, fazendo faculdades, já temos alunos cursando Música”…

Policial civil morre afogado em piscina de sítio na zona Sul

O policial civil do Maranhão e tatuador Aydon Aristóteles morreu ,na tarde desse domingo (10), em um sítio localizado na zona Sul de Teresina. O Instituto Médico Legal fez a remoção do corpo e confirma que a vítima se afogou em uma piscina. 

Na rede social Facebook amigos e familiares de Aydon lamentam sua morte e dizem que estão “sem acreditar”. As informações iniciais são de que o afogamento ocorreu durante uma confraternização. A direção do IML informou ao Cidadeverde.com que foi colhido material do corpo da vítima para exame toxicológico, que deve apontar se o policial estava embriagado ou se teria feito uso de alguma substância psicotrópica antes de se afogar.   “Estou em choque com a notícia de falecimento de Aydon. Não dá para acreditar”, diz uma amiga. “O tempo necessário para toda esta dor ir embora é ainda indeterminado, mas todos os dias em que a coragem de seguir em frente vencer a tristeza devem ser devidamente comemorados”, postou um familiar no perfil do Facebook do pol…

Guarda municipal e segurança cidadã contra a violência

Ministro da Justiça enfatiza papel dos municípios na manutenção e promoção da segurança pública
Brasília, 7/12/17 - Falando a dezenas de prefeitos e vereadores na manhã desta quinta-feira (7), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, defendeu o fortalecimento das guardas municipais e a intensificação de ações sociais para melhorar a prevenção ao crime e à violência nos bairros. Para o ministro, fazendo isso, os municípios completam às ações dos governos estaduais e federal. A palestra fez parte do 10º Congresso Brasileiro de Câmaras Municipais, realizada no Hotel Carlton, na zona central da cidade. Clique aqui e confira galeria de fotos "Devemos repensar a guarda municipal como um dos mais eficazes meios de combate ao crime, para prevenção. Não estou falando de as guardas municipais fazerem a repressão armada. Para mim, essencial é que ela seja capacitada para fazer parte do Subsistema Nacional de Inteligência de Segurança Pública, se integrar aos outros órgãos pe…

Um massacre silencioso - Quando os policiais são as vítimas da violência em São Paulo

O papel está ali, colado na parede branca de mármore.“Papai, obrigada por toda a alegria que você me passou, por toda a hora que você passou ao meu lado para me proteger. E, pai, eu estou com muita saudade de você.” A letra de fôrma da carta escrita com uma canetinha roxa já está um pouco desbotada. A menina escreveu em 2014 para o pai, o soldado Fernando Gomes Kaczmarek Correa. Ele era um policial. Um grupo de homens ouve a leitura que dela faz em voz alta o capitão Ricardo Salvi, da Polícia Militar. Todos estão no mausoléu da corporação, no Cemitério do Araçá, na zona oeste de São Paulo. A autora da carta é filha de um dos 1.147 policiais militares assassinados desde 2001 no Estado, um efetivo equivalente a dois batalhões inteiros da corporação. É como se a cada cinco dias um policial fosse morto em São Paulo. O pai de Sophia – o soldado Correa – era patrulheiro rodoviário. Estava com um colega na Rodovia dos Imigrantes, às 3h30, em 14 de dezembro de 2013, quando fez sinal para um c…

General Mourão acusa Temer, elogia Bolsonaro e diz que Forças Armadas "estão atentas"

Em palestra, general da ativa destacou sua visão sobre o quadro político atual e apontou que Temer "vai aos trancos e barrancos buscando se equilibrar e mediante o balcão de negócios chegar ao final de seu mandato"
São Paulo – Em palestra proferida na última quinta-feira(7) em Brasília a convite do grupo Ternuma (Terrorismo Nunca Mais), o general da ativa Antônio Hamilton Martins Mourão criticou o governo de Michel Temer, acusado de promover um balcão de negócios para seguir no poder e elogiou a pré-candidatura presidencial do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).
‘’Não há dúvida que atualmente nós estamos vivendo a famosa Sarneyzação (em referência ao ex-presidente José Sarney). O nosso atual presidente vai aos troncos e barrancos buscando se equilibrar e mediante o balcão de negócios chegar ao final de se mandato’’, disse ele. Ao ser questionado sobre a candidatura de Bolsonaro, Mourão afirmou: ‘’o deputado Bolsonaro já é um homem testado, é um político com 30 anos de estrada,…

Polícia queima bandeira com sigla de facção criminosa que havia sido colocada em caixa d’água de escola

Em um dos vídeos gravados pela PM, os policiais garantem o controle do Estado na região. “O Estado tá dominando isso aqui de novo para mostrar que aqui não tem vez pra GDE”
A bandeira branca com a sigla de uma facção criminosa, presente no Ceará, foi queimada pela Polícia Militar nesta sexta-feira (8). Ela havia sido hasteada na caixa d’agua de escola municipal na Rua José Linhares, no Conjunto Palmeiras II, em Fortaleza. O objeto foi colocado na última quarta-feira (6). Os muros da escola também possuem ameaças das facções. O ocorrido ainda é tabu na comunidade, moradores preferem não comentar. A direção da escola também não se manifestou. Em um dos vídeos gravados pela PM, os policiais garantem o controle do Estado na região. “O Estado tá dominando isso aqui de novo para mostrar que aqui não tem vez pra GDE [Guardiões do Estado] não. Vamos descer e queimar isso aqui”, afirmou o militar. De acordo com informações do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, o clima dos moradores p…